Fibromialgia – O que é, sintomas, diagnóstico e causas

Fibromialgia – O que é, sintomas, diagnóstico e causas

O que é?

A fibromialgia é um distúrbio neurossensorial antes considerado pela medicina convencional como puramente psicossomático.

O transtorno é caracterizado por distúrbios na maneira como o sistema nervoso central (SNC) interpreta e avalia estímulos; o SNC pode interpretar estímulos inocentes ou inócuos como dolorosos e pode interpretar e responder como dor.

Embora a(s) causa(s) da fibromialgia permaneçam desconhecidas, ela foi associada a:

  • Inflamação;
  • Possivelmente disfunção mitocondrial;
  • Desequilíbrio hormonal e de neurotransmissores.

A fibromialgia é frequentemente observada em conjunto com outras doenças caracterizadas por inflamação crônica, como artrite reumatoide, lúpus eritematoso sistêmico e infecção crônica por hepatite C.

É fundamental uma abordagem integral, tratando inflamação geral, o estresse crônico, ansiedade e depressão, desequilíbrios hormonais e também regular o sono.

Medidas naturais, como magnésio e melatonina, podem ajudar a reduzir os sintomas da fibromialgia e melhorar a qualidade de vida.

Como é o diagnóstico? Quais os principais sintomas?

Quais são os sinais e sintomas da fibromialgia?

O principal sintoma da fibromialgia é a dor crônica generalizada que persiste por pelo menos três meses e que tem vários pontos de gatilho no corpo todo, como ombros, face, pescoço, costas, lombar, braços e pernas.

Só pode ser diagnosticada se outras doenças forem descartadas, como infecções e doenças reumatológicas.

  1. Dor crônica generalizada. Pode ser formigamento, queimação, latejamento, etc;
  2. Fadiga crônica;
  3. Distúrbios do sono;
  4. Perturbações do humor (por exemplo, ansiedade ou depressão);
  5. Dificuldades de processamento cerebral ou cognitivas (por exemplo, dificuldade de concentração ou de lembrar detalhes);
  6. Enxaqueca e dores de cabeça tensionais;
  7. Outros sintomas podem incluir intestino irritável, problemas urinários, flutuações de peso e problemas sexuais.

Fibromialgia é uma doença autoimune?

Quais as principais possíveis causas associadas ao surgimento da fibromialgia? É uma doença hereditária?

Teorias que tentam explicar a fibromialgia

Resistência a insulina

A resistência à insulina causa disfunção dos vasos sanguíneos cerebrais, levando à baixa perfusão cerebral.

Em um estudo os pacientes com fibromialgia responderam ao tratamento com metformina, uma droga que aumenta a sensibilidade a insulina: todos os 16 pacientes tratados com metformina tiveram uma redução dramática da dor.

Porém, mais estudos são necessários para explorar a relação entre resistência à insulina e fibromialgia.

Hipersensibilidade à dor

Acredita-se que a fibromialgia seja o resultado de algum tipo de distúrbio neurossensorial que perturba a capacidade do sistema nervoso central de estímulos dolorosos.

Influências hormonais e estresse

Existe algumas evidencias que a queda hormonal na meia idade, especialmente em mulheres, pode ser um dos fatores causais da fibromialgia.

Da mesma forma, perturbações no eixo hipotálamo-pituitária-adrenal (HPA) foram demonstradas em pacientes com fibromialgia, indicando um possível papel terapêutico para a suplementação de desidroepiandrosterona (DHEA) e controle de estresse.

Acredita-se que o estresse funcione como causador de mudanças no hormônio liberador de corticotropina (CRH), com efeitos associados no eixo neuroendócrino

Desequilíbrios de neurotransmissores

Uma possível interrupção na comunicação entre os nervos periféricos e o cérebro. Os pacientes com fibromialgia geralmente têm quantidades menores do que o normal de neurotransmissores (ou seja, serotonina, norepinefrina e dopamina).

Inflamação

Há evidências sugerindo que algum tipo de processo inflamatório pode estar contribuindo para o seu início e / ou progressão.

Como eu já falei, a fibromialgia ocorre frequentemente simultâneo com outras condições inflamatórias crônicas, como artrite, lúpus eritematoso sistêmico ou infecção por hepatite C

Problemas de sono

Alguns pesquisadores acreditam que o sono não restaurador (NRS) pode realmente causar e / ou contribuir para a dor relacionada à fibromialgia.

Disfunção mitocondrial

As mitocôndrias são componentes celulares responsáveis pela geração da energia necessária para o funcionamento celular adequado.

As evidências indicam que os sintomas da fibromialgia podem surgir como resultado da disfunção mitocondrial.

Músculos precisam de muita energia, quando falta, ficam na posição encurtada e rígida e assim ficam doloridos. Falta de energia leva a encurtamento e dor.

Por isso que agentes que melhoram função mitocondrial, como CoQ10 e L-carnitina ajudam muito.

Outras relações
  • Existe uma relação clara entre obesidade e fibromialgia.
  • Toxinas, cândida e vírus também tem papel importante.

O que são tratamentos médicos convencionais para fibromialgia?

Nota: O tratamento da fibromialgia é geralmente multifacetado, incorporando terapias farmacológicas e não farmacológicas para obter melhores resultados.

  • Analgésicos (por exemplo, opioides, analgésicos não opioides, anestésicos locais);
  • Ansiolítico ou calmante;
  • Antiinflamatórios (por exemplo, antiinflamatórios não esteróides [AINEs]);
  • Antidepressivos;
  • Toxina botulínica (Botox);
  • Relaxantes musculares;
  • Anticonvulsionantes – como pregabalina e topiramato;
  • Educação sobre o diagnóstico e tratamento da fibromialgia;
  • Terapia cognitiva comportamental

Quais mudanças na dieta e no estilo de vida podem ser benéficas para a fibromialgia?

  1. Pratique exercícios regularmente;
  2. Parar de Fumar;
  3. Reduza o consumo de álcool.

O que faz diferença no tratamento?

Alimentação saudável

Coma uma dieta saudável, equilibrada e rica em antioxidantes. Sem açúcar, processados, farinha e glúten.

Controle do Stress

Ioga e meditação;

Exames chave

  • B12, coq10, tireoide, cortisol salivar, marcados inflamatórios e reumáticos, FAN, ferritina, PCR-US, exames hormonais, especialmente testosterona.
  • DHEA melhor acima de 200 no sangue.
  • Pesquisar parasitas.

Quais ações naturais podem ser benéficas para a fibromialgia?

SHINE (sono, hormônios, infecções, nutrição e exercícios)

A suplementação pode prevenir e tratar os sintomas

  1. Magnésio: Níveis baixos de magnésio podem estar associados ao desenvolvimento e também a gravidade da fibromialgia.
  2. Selênio, Zinco e cobre, ferro e iodo para ativar produção e ação de hormônios tireoidianas;
  3. Adaptógenos para disfunção adrenal (ashwagandha, licorice, rhodiola, ginseng, ginseng siberiano);
  4. Sal integral, boro, complexo B e vitamina C;
Melatonina

Pacientes com fibromialgia apresentam níveis baixos de melatonina e secretam menos à noite do necessário. Para essas pessoas, a suplementação de melatonina melhora os sintomas.

S-adenosil-L-metionina (SAMe)

A suplementação de SAMe está ligada a melhorias na rigidez no corpo de manhã, fadiga, qualidade do sono e atividade da doença entre pacientes com fibromialgia.

SAMe também pode ajudar com a depressão. É um ótimo antidepressivo!

D-ribose

A suplementação com esse tipo especial de açúcar, melhora a energia, o sono, a clareza mental, a intensidade da dor e o bem-estar geral em pacientes com fibromialgia.

Outro estudo revelou que melhorou a capacidade de exercício, vitalidade e perspectiva mental.

Chlorella

Chlorella é um tipo de alga que contém muitos nutrientes, como vitaminas, minerais, fibra alimentar, ácidos nucléicos, aminoácidos e outras substâncias importantes.

Chlorella adicionado aliviar os sintomas da fibromialgia quando usada como suplemento. É também uma das principais substâncias detox.

5-hidroxitriptofano (5-HTP)

5-HTP é um precursor endógeno da serotonina.

A suplementação em pacientes com fibromialgia melhora a ansiedade, a intensidade da dor, a qualidade do sono, a fadiga e o numero de pontos sensíveis no corpo.

Coenzima Q10 (CoQ10)

Baixos níveis de CoQ10 estão associados a sintomas de fibromialgia, demonstrou-se em um estudo que a suplementação com CoQ10 melhorou os sintomas.

Acetil-L-carnitina

Os déficits de carnitina podem ter papel na geração da fibromialgia.

Em um estudo, o uso oral e injeções intramusculares de acetil-L-carnitina melhoraram a dor e os sintomas cognitivos.

Ácidos graxos ômega-3

É um ótimo anti-inflamatório natural. A suplementação está ligada a melhorias na intensidade da dor, contagem de pontos doloridos, fadiga e depressão entre pacientes com fibromialgia.

A vitamina D

A deficiência de vitamina D é muito comum em pacientes com fibromialgia.

Um ensaio clínico clínico que aumenta os níveis de vitamina D para ≥ 30 ng / mL melhorou os sintomas em muitos pacientes com fibromialgia.

A melhora ficou ainda mais evidente quando os níveis ultrapassaram 50 ng / mL.

Outras medidas naturais

Outras medidas naturais que podem fornecer benefícios para pessoas com fibromialgia incluem:

  • Superóxido dismutase (SOD);
  • Vitaminas A , C e E;
  • Zinco;
  • Vitaminas do complexo B;
  • NADH que é dinucleotídeo de nicotinamida adenina;
  • Óleos essenciais, como o de Copaíba, numa diluição de 10%, para massagens nas costas, nuca e lombar;
  • Óleo essencial de Gualtéria junto com óleo essencial de Olíbano também em 10%, usado em aplicações de reflexologia podal. Duas aplicações semanais noturnas podem ajudar.

Vídeos complementares

Assista a live no meu canal

Com a nutricionista Renara Leite.

Assista minha série super completa de 3 vídeos!

 

 

 

36ba000bbef6eff0bba1f0259a77102f?s=96&r=g
Dr. Alain Dutrahttps://artigos.alainuro.com
Dr. Alain Dutra é médico urologista e aplica a Medicina Funcional, Integrativa e de Estilo de vida e princípios ortomoleculares.

More from author

6 COMENTÁRIOS

  1. MARAVILHA!!!!!!!!!!!!! SIGO SEU CANAL DESDE QUE COMEÇOU A FRAUDEMIA. TENHO FIBROMIALGIA E PESQUISANDO PRA TENTAR CURAR OU MELHORAR. TIREI TDS OS MEDICAMENTOS ALOPATAS E FOCANDO NOS SUPLEMENTOS, CHAS E AFINS. SHOW DE ARTIDO DR ALAN, SOU SUA FA.

  2. Doutor, você acredita no tratamento com LDN (baixas doses de naltrexona) ? Pois, tenho Tireoidite de Hashimoto, Hipotireoidismo e muitos sintomas de fibromialgia. Além de tomar Paroxetina 40mg e Rohypnol 2mg, para depressão e TOC. Li vários artigos científicos, que combinaram LDN + Ácido Alfa-Lipóilico, em doenças autoimunes com bastante sucesso. Gostaria de tentar… Mas tem médicos que não acreditam, e não prescrevem. Poderia me arranjar uma receita, ou indicar quem possa ? Se puder analisar…

    Obrigado

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Outros Artigos

Últimos artigos

Vitamina D – Oito sinais de que seu corpo está precisando muito!

Vitamina D - Oito sinais de que seu corpo está precisando muito! Vitamina D - Então pessoal, você deve se lembrar, desde criancinha seus pais,...

Limpeza do fígado em 6 passos. Tudo natural!

Limpeza do fígado em 6 passos. Tudo natural! Todos nós estamos imersos em um mar de toxinas... Basta respirar, tomar água e se alimentar. Então periodicamente...

Benefícios da maçã e suas incríveis propriedades

Benefícios da maçã - O vinagre de maçã Você sabia que o vinagre de maçã é um alimento fermentado rico em enzimas e probióticos, que...

Assine nosso newsletter e receba as últimas notícias direto em seu e-mail

spinner
loading...
error icon
redirect