Selênio – Conheça os benefícios para a sua saúde

Selênio – Conheça os benefícios para a sua saúde

O selênio é um mineral encontrado no solo e em alguns alimentos, e que possui importante ação antioxidante.

Uma dieta pobre, principalmente baseada em alimentos industrializados e refinados, é um dos principais motivos para a deficiência de selênio. O refinamento dos alimentos causa perda significativa de selênio.

Estudos mostram que em áreas do mundo onde o solo é mais baixo em selênio, o risco de câncer e outras doenças aumenta quando comparado a áreas com níveis mais altos disponíveis naturalmente.

Sofrer de deficiência de selênio está correlacionado com um risco aumentado de problemas de saúde, incluindo mortalidade por inflamação, infertilidade, função imunológica deficiente e declínio cognitivo.

Os sintomas de deficiência podem incluir problemas reprodutivos, fraqueza muscular, fadiga, nevoeiro cerebral, disfunção da tireoide e perda de cabelo.

Para que serve o selênio no corpo?

Algo que o torna valioso é o seu papel na atividade antioxidante. Como componente das enzimas antioxidantes, particularmente a glutationa redutase, é essencial para reparar danos aos tecidos em todo o corpo.

O selênio tem sido associado a vários benefícios e funções, com alguns já sendo comprovados por estudos:

Selênio e ação antioxidante

O selênio é um mineral que participa da formação de enzimas de ação antioxidante. Também melhora a utilização da vitamina E, importante na neutralização dos radicais livres.

Quando o selênio é utilizado para produzir glutationa peroxidase, o mineral fornece propriedades antioxidantes e serve como uma primeira linha de defesa contra o acúmulo de radicais livres nas células, assim atua retardando o processo de envelhecimento e prevenindo doenças, como as doenças cardiovasculares.

Selênio e ação no risco cardíaco

Baixas concentrações de selênio estão associadas a um risco aumentado de doença cardiovascular. Suplementos ou aumento de alimentos ricos em selênio podem ajudar a prevenir doenças cardíacas nas coronárias.

Acredita-se que possa beneficiar a saúde do coração devido à sua capacidade de combater a inflamação, aumentar o fluxo sanguíneo, reduzir o estresse oxidativo por radicais livres e ajudar na atividade antioxidante.

Selênio e ação na imunidade

Na deficiência de selênio é observada maior produção de substancias pró-inflamatórias no nosso corpo. Assim o sistema imunológico fica sobrecarregado e mais fraco.

O selênio também tem o potencial de influenciar a resposta imune por meio de selenoproteínas, que podem ajudar a regular o excesso de resposta imune e a inflamação crônica.

Vários estudos também enfatizaram que o selênio pode ajudar a combater infecções virais, como influenza, e infecções bacterianas que podem sofrer mutações para cepas altamente patogênicas.

O selênio pode ser benéfico na inibição do HIV, pois os pacientes com essa doença apresentam baixos níveis de selênio. O uso de suplementos de selênio diminuiu as hospitalizações e melhorou a contagem de glóbulos brancos entre os pacientes com HIV em estudos.

Selênio e ação na tireoide

O consumo adequado de selênio, zinco e iodo está relacionado ao bom funcionamento da tireoide. Estudos mostram que a deficiência de selênio pode reduzir a conversão dos hormônios da tireoide, de T4 em T3, que é a forma mais ativa do hormônio.

Portanto o selênio ajuda a manter a função tireoidiana adequada

A tireoide contém mais selênio por grama de tecido do que qualquer outro órgão do corpo e o selênio vai atuar como um poderoso protetor da tireoide assim protegendo-a de anticorpos que podem criar doenças da tireoide.

Por esses motivos, os benefícios do selênio também podem ajudar pacientes com a doença autoimune de Hashimoto e doença de Graves.

Selênio e ação contra o câncer

Os benefícios do selênio são especialmente úteis se você tiver um sistema imunológico fraco ou um histórico de câncer em sua família. Foi demonstrado que a suplementação em altas doses tem potencial efeito anticâncer.

Segundo estudos, pode ser eficaz na redução do risco de incidência de câncer, mortalidade causada por câncer e gravidade dos cânceres – especificamente no fígado, próstata, colo-retal e pulmões.

Há evidências de que os benefícios do selênio incluem não apenas reduzir o risco de câncer, mas também ajudam a retardar a progressão do câncer e o crescimento do tumor.

Selênio e ação na fertilidade

A suplementação em homens com baixos níveis de selênio aumentou a motilidade espermática em 56% em estudo.

O selênio e as selenoproteínas são encontrados em altos níveis em um folículo ovariano saudável, o que pode desempenhar um papel vital no desenvolvimento de um óvulo saudável, melhorando a fertilidade da mulher.

Selênio e ação detox

O selênio melhora o trabalho do fígado na eliminação de toxinas. Ajuda inclusive a eliminar metais pesados como mercúrio e cádmio que estão relacionados a doenças neurodegenerativas como Alzheimer.

Quais são os efeitos colaterais de tomar selênio?

Tomado em doses normais, geralmente não tem efeitos colaterais.
A toxicidade da maioria das formas de selênio é rara e geralmente só ocorre em pessoas que suplementam com altas doses.

Essas complicações com doses excessivamente altas, podem incluir:

  • Mau hálito
  • Febre
  • Náusea
  • Potencialmente complicações no fígado, rins, pulmões e coração.

Dosagem recomendada de Selênio

Adultos saudáveis, sem deficiência de selênio, devem procurar obter 55 microgramas (mcg) á 100 mcg por dia.

Acredita-se que a ingestão média diária de 125 mcg á 200 mcg por dia, seja adequada para suprir deficiências de selênio e tratar doenças.

Alimentos ricos em Selênio

Estes alimentos podem suprir uma dose diária para pessoas saudáveis e sem deficiência de Selênio.

  • Castanha-do-pará
  • Peixes como sardinha, salmão do Alasca e arenque selvagens
  • Alho
  • Sementes de girassol
  • Sementes de chia
  • Ovos orgânicos pastados
  • Frango e peru orgânicos
  • Fígado (cordeiro ou boi)
  • Cogumelos

Os níveis de selênio em alguns alimentos dependem da quantidade desse mineral presente no solo em que foram cultivados.

Referências:

https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/10963212
https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/16313696
https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/23046013

Dr. Alain Dutrahttps://artigos.alainuro.com
Dr. Alain Dutra é médico urologista e aplica a Medicina Funcional, Integrativa e de Estilo de vida e princípios ortomoleculares.

More from author

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Outros Artigos

Últimos artigos

Seria a vitamina K um elo perdido no Covid-19?

Seria a vitamina K um elo perdido no Covid-19? A vitamina K, vem ganhando atenção e pesquisas. Superar as deficiências de micronutrientes, como zinco, vitaminas C...

Arsênio – Os perigos da contaminação e o que causa na nossa saúde

Arsênio - Os perigos da contaminação e o que causa na nossa saúde O que é arsênio? O arsênio é um elemento que pode ser encontrado...

Casos de medicações retiradas de circulação por efeitos colaterais graves e mortes. 

Casos de medicações retiradas de circulação por efeitos colaterais graves e mortes As 4 medicações retiradas de circulação por seus efeitos colaterais graves e mortais! O...

Assine nosso newsletter e receba as últimas notícias direto em seu e-mail

loading...