Mitocôndrias – A importância das “usinas de energia das células”

Mitocôndrias – A importância das “usinas de energia das células”

estrutura das mitocôndrias

Uma célula, é um ser complexo, constituído por vários “órgãos”, que são denominados organelas.

Numa mesma célula temos várias mitocôndrias e a principal função destas mitocôndrias é produzir energia para o bom funcionamento desta célula.

Sem está produção de energia, a célula deixaria de desempenhar suas funções e morreria.

Por isso chamamos as mitocôndrias de “usinas de energia das células”.

Principais funções das mitocôndrias 

As mitocôndrias produzem cerca de 90% da energia gerada em seu corpo e participam de muitos processos celulares, mas sua função mais importante é extrair a energia armazenada nas ligações químicas dos nutrientes (na forma de partículas chamadas elétrons).

O que muitos não sabem é que absolutamente tudo o que acontece no seu corpo, toda e qualquer contração muscular, cascata bioquímica, regeneração celular, desintoxicação e assim por diante, requer energia.

Respiração celular e funcionamento correto

Mitocôndrias - Respiração celular

Essa forma de energia é uma molécula chamada ATP (do trifosfato de adenosina) e o processo é chamado respiração celular.

Quando as mitocôndrias funcionam de maneira ideal, as células são alimentadas com eficiência e as vias biológicas funcionam sem problemas.

Mas, quando as mitocôndrias são disfuncionais, elas começam a acumular danos e os processos celulares começam a ser gradualmente interrompidos.

Envelhecimento e disfuncionais mitocôndriais

Os pesquisadores acreditam que o processo de envelhecimento em si, pode ser parcialmente causado pela deterioração das funções mitocondriais.

Hoje conhecemos muitos distúrbios diferentes que estão ligados a processos mitocôndrias anormais (câncer, algumas formas de doenças cardíacas, Alzheimer e outras doenças crônicas).

Importância da apoptose ou suicídio celular

Ao longo da vida de uma célula, ela será danificada. Quando esse dano ultrapassa um limite, são enviados sinais para a célula que diz:

“Você não está mais funcionando adequadamente, é melhor cometer suicídio para o bem maior do organismo”!

O interessante é que as pesquisas mais recentes mostraram que são as mitocôndrias que iniciam esse programa de suicídio celular ou Apoptose.

Mesmo que a célula seja capaz de ler os sinais corretamente enviados pela mitocôndria, e dar o sinal de que é “hora de cometer suicídio”, se não houver energia suficiente sendo produzida as células defeituosas sobreviverão e se multiplicarão.

Então, através desse pensamento, podemos imaginar que as mitocôndrias disfuncionais são “a base por trás do câncer”.

As mitocôndrias são responsáveis pela vida celular, mas também pela sua morte! Estão entendo agora a importância delas?

Mas, como as mitocôndrias podem ficar disfuncionais?

Danos no DNA e RNA

Disfunções nos mecanismos de produção de ATP em nossas mitocôndrias!

Particularmente em uma via chamada cadeia de transporte de elétrons, aumentam a produção de subprodutos chamados espécies reativas de oxigênio (ERO), que possuem a propriedade de serem ou gerarem radicais livres que são prejudiciais às mitocôndrias em altas concentrações.

Aqui chegamos também ao nosso estilo de vida que vai influenciar nessa produção excessiva de radicais livres!

Efeitos do excesso de radicais livres

Os radicais livres são capazes de reagir com diversas estruturas celulares e, em excesso, podem levar:

  1. Peroxidação de lipídeos
  2. Oxidação de proteínas
  3. Inativação enzimática
  4. E ativação excessiva de genes pró-inflamatórios, como:
    • Fator de necrose tumoral (TNF-α);
    • Interleucinas (IL);
    • Fator de transcrição nuclear kappa B (NFkB);
    • Fator de crescimento transformador beta (TGF-β);
    • Além de causar danos ao DNA. 

Papel dos radicais livres

É importante entender que os radicais livres não são unicamente tóxicos. Você precisa de alguns e eles desempenham papéis úteis com importantes funções de sinalização.

Mas, a maioria dos radicais superóxido que são formados no nível das mitocôndrias são prejudiciais, e é por isso que você precisa minimizá-los.

Sempre que houver danos ou radicais livres gerados que excedam a capacidade dos mecanismos de reparo das mitocôndrias, você causará danos irreversíveis.

Portanto, para proteger seu DNA mitocondrial, é importante minimizar a geração de radicais livres na cadeia de transporte de elétrons.

Dessa forma, a prevenção seria aumentar a defesa antioxidante e promover a diminuição dos fatores pró-oxidantes.

A queima eficiente de gordura minimiza os danos mitocondriais!

A prevalência maciça de alimentos “não naturais”, processados e quantidades excessivas de açúcares adicionados, carboidratos refinados e gorduras trans – causam a maioria dos danos as suas mitocôndrias.

Dietas alimentares com alto teor de carboidratos e processados impedem seu corpo de queimar gordura com eficiência como combustível principal, e queimar gorduras é muito mais eficiente, induzindo muito menos estresse oxidativo do que queimar carboidratos.

Portanto, uma estratégia alimentar básica para otimizar sua saúde mitocondrial é comer o combustível certo para sua usina de força.

Queimando gordura eficientemente, você minimiza o estresse oxidativo colocado nas mitocôndrias.

Abordagens para melhorar suas mitocôndrias:

  • Jejum Intermitente
  • Dieta cetogênica
  • Exercício físico
  • Sono reparador
  • Gerenciamento do estresse
  • Luz solar – a vitamina D é necessária para a atividade mitocondrial
  • Nutrientes mitocondriais: vitaminas do complexo B, minerais, polifenóis, L-carnitina, ácido alfa-lipóico, coenzima Q10 e creatina, por exemplo.
Dr. Alain Dutrahttps://artigos.alainuro.com
Dr. Alain Dutra é médico urologista e aplica a Medicina Funcional, Integrativa e de Estilo de vida e princípios ortomoleculares.

More from author

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Outros Artigos

Últimos artigos

Biotina – Propriedades, benefícios e problemas com insuficiência

Biotina - Propriedades, benefícios e problemas com insuficiência A Biotina (vitamina B7) faz parte do complexo de vitaminas B - um grupo de nutrientes essenciais necessários...

Esclerose Múltipla – Conheças as abordagens integrativas

Esclerose Múltipla - Conheças as abordagens integrativas A esclerose múltipla (ou EM) é uma doença autoimune que afeta o sistema nervoso central. EM afeta 2,5...

DHEA e seus importantes benefícios para sua saúde

DHEA e seus importantes benefícios Seu corpo produz naturalmente o hormônio desidroepiandrosterona (DHEA) na glândula adrenal. Alguns outros tecidos, como os testículos, por exemplo, produzem DHEA,...

Assine nosso newsletter e receba as últimas notícias direto em seu e-mail

loading...