Seu remédio para tireoide está funcionando?

Estou tomando o remédio para tireoide, mas não está funcionando para mim, tenho sintomas. Por quê?

Sabemos que o padrão de tratamento para o hipotireoidismo e o Hashimoto é utilizar um medicamento sintético para reposição do hormônio da tireoide (levotiroxina).

A maioria dos médicos prescreve levotiroxina para seus pacientes (versões genéricas ou de marca), mas mesmo tomando o medicamento muitas pessoas não se sentem bem, não tem seus sintomas completamente melhorados, ou ficam oscilando entre a melhora e a piora.

Os remédios para tireoide

Os remédios para tireoide têm um índice terapêutico estreito

Os remédios para tireoide têm um índice terapêutico estreito, se a absorção da medicação for inconsistente e tiver interferência, você pode ter: Ou muito hormônio ou pouco hormônio, podendo causar flutuações entre os sintomas de hipertireoidismo e hipotireoidismo.

Isso é quando o médico vive ajustando sua dose pois seus sintomas e exames ficam mudando sempre.

Estudos sobre os efeitos da levotiroxina 

Vários estudos que consistem em pacientes recebendo levotiroxina mostraram que uma grande porcentagem deles (cerca de 40 a 48%) são super ou subtratado.

Um estudo de 2014 constatou que, mesmo com frequentes ajustes e monitoramento da dose, 37% das pessoas que tomavam levotiroxina ainda apresentavam níveis de TSH alterados e também sintomas. Isso geralmente é resultado de absorção inconsistente da medicação.

Um dos motivos pode ser que essa medicação Levotiroxina não seja adequada ao seu caso pois algumas pessoas podem nunca se sentir melhor tomando apenas medicamentos de T4.

Existem outras opções de remédios para Tireoide?

Neste caso essas pessoas podem optar por medicamentos contendo T3 / T4 combinados.

Isso geralmente depende da capacidade de uma pessoa de converter adequadamente a levotiroxina (T4) em T3, o hormônio da tireoide mais metabolicamente ativo.

Além disso temos o medicamento natural da tireoide (Porco).

Portanto converse com seu médico sobre as possibilidades de uso dos hormônios.

Principais problemas que afetam a eficácia dos remédios para tireoide

Principais problemas que afetam a eficácia dos remédios para tireoide

Aqui vou listar os problemas porque seu remédio para tireoide pode não estar fazendo o efeito esperado, primeiro falando em absorção da medicação e relação de interação medicamentosas, passos que você mesmo pode testar em sua casa para ver se sente alguma melhora.

1- Ingredientes ativos e inativos encontrados em outros medicamentos que você toma.

Existem vários medicamentos que alteram a absorção do hormônio da tireoide.

Isso pode incluir medicamentos como:

  • Antiácidos e inibidores da bomba de prótons
  • Antibióticos e antifúngicos
  • Medicamentos para baixar o colesterol
  • Medicamentos para diabéticos
  • Diuréticos
  • Anticoncepcionais
  • Analgésicos.

Você precisa de um intervalo de pelo menos 4 horas entre seu hormônio da tireoide e os medicamentos citados acima.

Só que aqui temos um agravante: Muitas pessoas com Hashimoto que apresentam sintomas de refluxo ácido (e podem estar tomando inibidores da bomba de prótons) na verdade têm baixo ácido estomacal, o que normalmente já pode estar afetando a absorção do remédio para tireoide.

2 – Ingredientes encontrados em suplementos.

Sabemos que certos suplementos são fundamentais em alguns momentos para equilibrar, inclusive a própria tireoide.

Suplementos de cálcio e ferro podem afetar a absorção da levotiroxina. Portanto devem ser administrados com 4 horas de intervalo.

3 – Consumir alimentos / bebidas conhecidas por causar má absorção do hormônio.

Alimentos à base de soja ou alimentos ricos em fibras, cafeína ou tomar café da manhã junto com a medicação.

4 – Os remédios para tireoide devem ser tomadas de 30 minutos a uma hora antes de qualquer refeição.

E se tomada a noite, deve-se ter diferença de 2 horas da última refeição.

Aqui vai uma dica importante: Muitas pessoas podem precisar de mais tempo de intervalo para comer.

Se sua medicação está com problema de flutuação em sintomas e exames, vale a pena também testar esperar até 1 hora para poder se alimentar.

5 – Horário de tomar a medicação

Para muitas pessoas a medicação da tireoide pode funcionar melhor se tomada na hora de dormir, estudos mostraram que melhorou significativamente os níveis de hormônio da tireoide.

Enquanto a medicação de T3, por ter uma vida mais curta, pode até ser fracionada e adicionada durante outros horários do dia, como a tarde e também a noite.

Converse com seu médico sobre isso.

Outros problemas que afetam a eficácia dos remédios para Tireoide

Principais problemas que afetam a eficácia dos remédios para tireoide

Mesmo pessoas que tomam apenas T4 ou T3, ou ainda a combinação bio-idêntica dos dois, podem ter oscilação dos hormônios e sintomas, isso pode ser pelos motivos que vou listar abaixo:

1 – Ter outras condições de saúde subjacentes (em particular relacionadas à saúde gastrointestinal ou alergias alimentares).

Os hormônios tireoidianos são absorvidos no intestino delgado e a absorção depende dos níveis de acidez gástrica.

Condições como Doença Celíaca não tratada, intolerância à lactose e infecções (H. pylori ou SIBO), Crescimento excessivo de fungos (SIFO), intestino hiper permeável, fadiga adrenal, podem impedir a absorção adequada do hormônio tireoidiano.

Sensibilidades alimentares também são fatores que podem afetar a capacidade do sistema gastrointestinal de absorver os remédios para tireoide.

Embora a maioria das pessoas com Hashimoto tenha sensibilidade ao glúten e laticínios, até 15% são diagnosticados com doença celíaca e 76% são intolerantes à lactose!

Além disso, 70% podem ter infecções intestinais com H. Pylori e Sibo.

Para alguns pacientes, a má saúde intestinal prejudica a absorção dos remédios para tireoide.

Curar o intestino ajudará seus medicamentos a funcionarem melhor.

Acesse gratuitamente meu E-book sobre Saúde Intestinal

2 – A inflamação crônica pode inibir significativamente a função do hormônio tireoidiano.

Neste caso precisa abordar as causas subjacentes da inflamação, incluindo alimentação ruim, estresse e exposição a toxinas.

A resistência ao hormônio tireoidiano, semelhante à resistência à insulina, pode ser uma das razões pelas quais seu medicamento da tireoide pode não estar funcionando adequadamente.

Pois pode diminuir a capacidade do corpo de converter o hormônio tireoidiano inativo, T4, na forma biologicamente ativa e utilizável, T3.

Essa conversão hormonal ocorre principalmente no fígado e no intestino e é essencial para que o seu corpo utilize o hormônio da tireoide.

Quando essa conversão falha, seus sintomas persistem, mesmo na presença da medicação.

A própria inflamação causa pelo ataque autoimune (Hashimoto) pode dificultar que sua tireoide processe adequadamente o hormônio.

3 – Níveis altos de T3 reverso

Quando seu corpo está sob estresse crônico, pode produzir níveis altos de T3 reverso, que é uma forma inativa do hormônio da tireoide.

O T3 reverso não pode ser convertido em T3, portanto, basicamente ocupa espaço e interfere na produção e conversão saudáveis do T3 ativo.

Neste caso você pode estar tomando a medicação e ela não está sendo utilizada.

4 – Ferritina Baixa

A falta de ferro pode causar sintomas parecidos com os do hipotireoidismo e quanto você melhora os níveis de ferritina, algumas pessoas tem seus sintomas melhorados e uma absorção da medicação mais eficaz.

A fisiologia da tireoide é muito complexa.

Existem muitas causas de sintomas da tireoide e flutuação dos hormônios, muitas pessoas não respondem a apenas um remédio para tireoide de uso diário e nada mais.

Precisa de outras investigações, outras medidas, muitas instruções adequadas. Em outras palavras, não há “pílula mágica”.

36ba000bbef6eff0bba1f0259a77102f?s=96&r=g
Dr. Alain Dutrahttps://artigos.alainuro.com
Dr. Alain Dutra é médico urologista e aplica a Medicina Funcional, Integrativa e de Estilo de vida e princípios ortomoleculares.

More from author

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Outros Artigos

Últimos artigos

O que é Alergia e Rinite Alérgica?

O que é Alergia e Rinite Alérgica? A principal função do nosso sistema imunológico é nos proteger de antígenos (substâncias estranhas ao organismo que desencadeiam...

Incontinência urinária – 6 tipos mais comuns e tratamentos

Incontinência urinária - 6 tipos mais comuns e tratamentos A incontinência urinária afeta 23-31% da população idosa e estima-se que afete 50-65% de ambos os...

Hormônios e ligação com Artrite

Hormônios e ligação com Artrite As doenças autoimunes são mais comuns em mulheres do que em homens e as condições inflamatórias autoimunes artríticas têm tendência...

Assine nosso newsletter e receba as últimas notícias direto em seu e-mail

spinner
loading...
error icon
redirect