Dieta Low carb e cetogênica podem piorar o Hipotireoidismo?

Dieta Low carb e cetogênica podem piorar o Hipotireoidismo?

Dieta Low carb e cetogênica podem piorar o Hipotireoidismo? Essa é uma questão um pouco controversa.

As diferenças das dietas

As diferenças das dietas

A dieta padrão contêm cerca de 50-60% de carboidratos energéticos, ou seja, cerca de 300 gramas por dia.

As dietas com baixo teor de carboidratos (como a dieta Low carb) normalmente têm 30% ou menos de carboidratos, embora não haja critérios definidos.

Uma dieta cetogênica é uma dieta muito baixa em carboidratos que restringe a menos de 20-50 gramas por dia, ou menos de 10% da ingestão total de energia.

Na dieta cetogênica, o corpo obtém energia das cetonas (estado de cetose) – produzidas a partir das gorduras (seja dos alimentos ou do nosso corpo) – em vez da glicose dos carboidratos.

E, porque isso poderia ser ruim para sua tireoide?

Alguns estudos que analisaram o impacto das dietas de baixo carboidrato nos hormônios tireoidianos, mostrando uma piora em exames.

Uma causa potencial para isso, pode ser que carboidratos insuficientes podem desencadear a diminuição do hormônio T3 e a liberação de T3 reverso.

Talvez o T3 reverso induza a um estado de “hibernação” que uma vez nos ajudou a sobreviver a longos invernos, preservando nossa função metabólica no passado.

Consequentemente isso leva a um T3 mais baixo e, portanto, um metabolismo mais lento.

A ingestão de carboidratos

Nesses estudos, a ingestão de carboidratos parece influenciar a quantidade de T3 que é convertida do hormônio T4.

Isso é importante para o hipotireoidismo, pois T3 é o hormônio tireoidiano ativo que você precisa aumentar.

Não vou citar os estudos aqui, mas deixarei todos eles nas referências.

Porém, alguns desses pequenos estudos, tem algumas falhas como:

  • Estudo muito pequeno em amostra;
  • Duração relativamente curta;
  • Tendem a usar indivíduos obesos, e pode não ser aplicável a indivíduos não obesos;

Outras condições de saúde associadas não mencionadas (o estresse constante também pode piorar a conversão de t4 em t3).

Os estudos também não eram específicos para indivíduos com hipotireoidismo já existente.

Estudos com dietas baixas em carboidratos (Dieta Low Carb ou Cetogênica)

Estudos com dietas baixas em carboidratos (Dieta Low Carb ou Cetogênica)

Existem também estudos positivos que mostram uma melhora com dietas baixas em carboidratos.

Por exemplo, em um estudo de 2016 que analisou os efeitos da terapia de dieta pobre em carboidratos em 180 pessoas com hipotireoidismo de Hashimoto, em uma dieta de 12%-15% de carboidratos, 50%-60% de proteínas e 25%-30% de gorduras.

Na dieta do estudo também eliminaram ovos, leguminosas, laticínios, pão, macarrão e arroz.

Depois de apenas 21 dias, todos os pacientes do grupo de estudo mostraram uma diminuição significativa em seus níveis de anticorpos da tireoide e melhora dos sintomas.

Pesquisa aponta a intolerância aos carboidratos

Pesquisadores na Polônia descobriram que até 50% dos pacientes com Hipotireoidismo de Hashimoto têm intolerância aos carboidratos.

Isso significa que depois de consumir alimentos ricos em carboidratos, o açúcar no sangue sobe muito rápido.

Isso leva a uma liberação rápida, às vezes excessiva, de insulina.

Esses picos de insulina podem causar baixo nível de açúcar no sangue, o que pode resultar em sintomas desagradáveis, como nervosismo, tontura, ansiedade e fadiga.

Dieta Low carb ajuda a equilibrar os níveis de açúcar no sangue

Uma vez que uma dieta Low carb ou mesmo Cetogênica bem elaborada é naturalmente pobre em açúcar e carboidratos refinados, ela pode ajudar a equilibrar os níveis de açúcar no sangue.

O efeito que a dieta cetogênica pode ter sobre o açúcar no sangue é destacado em um estudo onde 28 indivíduos com sobrepeso e diabetes tipo 2 foram colocados em uma dieta com menos de 20 gramas de carboidratos por dia, por um período de 16 semanas.

No final do estudo, a dieta cetogênica melhorou o controle glicêmico dos pacientes a tal ponto que os medicamentos para diabetes foram descontinuados ou reduzidos na maioria dos participantes!

Diante disso, as dietas cetogênicas têm o potencial de equilibrar os níveis de açúcar no sangue em pessoas com hipotireoidismo autoimune (Hashimoto).

Minha conclusão e experiência com meus pacientes

A restrição calórica severa parece limitar a conversão de T4 em T3, o que é indesejável para o hipotireoidismo, porém isso não é regra para todos!

Pode ser controlado e acompanhado, já que essa dieta pode favorecer, principalmente pacientes com Hashimoto, pois diminui o estresse oxidativo, melhora os níveis de açúcar no sangue e reduze a inflamação.

Não existe comprovação forte de que todos com hipotireoidismo não podem fazer dietas baixas em carboidratos.

01 – Sintomas

Se você tem Hipotireoidismo e tentou fazer uma dieta Low carb ou Cetogênica e teve sintomas, saiba que há possibilidade de ajustes e você precisa entender se existem outras condições que podem agravar esses sintomas como:

  • Fadiga Adrenal;
  • Deficiências de enzimas digestivas;
  • E um fígado sobrecarregado.

02 – Muita atividade física

Se você é alguém que faz muita atividade física, também pode ter problemas ao iniciar essas dietas.

Algumas pessoas podem descobrir que uma dieta cetogênica auxilia na capacidade de cura de seu corpo, enquanto outras descobrem que isso as faz sentir-se pior.

Por isso, se você possui hipotireoidismo, aconselho a fazer uma dieta cetogênica sob a supervisão de um nutricionista especializado para acompanhar e fazer os ajustes necessários, pelo tempo que durar a dieta.

Já dietas moderadas com baixo teor de carboidratos como a Dieta Low carb, são provavelmente seguras para a maioria.

03 – Respeite e entenda a sua individualidade

Cada pessoa é única e terá necessidades diferentes de macronutrientes com base em sua condição, e as proporções podem precisar ser ajustadas de acordo.

Muitas vezes, isso pode ser resolvido adicionando mais carboidratos ricos em nutrientes (como aqueles encontrados em frutas e vegetais), até que um limite ideal seja encontrado.

Outro exemplo de ajuste é fazer uma carga de carboidratos complexos a noite, para se ter mais energia ao acordar e manter durante o dia sem carboidratos. Entre outras estratégias.

Dizer que uma dieta baixa em carboidratos não pode ser feita por pessoas com hipotireoidismo não é correto, da mesma maneira que é errado dizer que esse tipo de dieta vai servir para todos com baixa função da tireoide.

Fontes e referências:

36ba000bbef6eff0bba1f0259a77102f?s=96&r=g
Dr. Alain Dutrahttps://artigos.alainuro.com
Dr. Alain Dutra é médico urologista e aplica a Medicina Funcional, Integrativa e de Estilo de vida e princípios ortomoleculares.

More from author

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Outros Artigos

Últimos artigos

Fosfatidilserina para melhora da Atenção, Concentração e memória

Fosfatidilserina para melhora da Atenção, Concentração e memória A fosfatidilserina combate o declínio na memória e nas habilidades de pensamento que podem ocorrer com o...

Como ficar muito tempo sentado pode afetar a sua saúde

Como ficar muito tempo sentado pode afetar a sua saúde Você passa muitas horas sentado? Você sabia que esse hábito pode lhe trazer inúmeros problemas...

Conheça os 6 tipos de Alzheimer

Conheça os 6 tipos de Alzheimer De acordo com dados atualizados, há uma estimativa de que existam 35,6 milhões de pessoas com Alzheimer no mundo,...

Assine nosso newsletter e receba as últimas notícias direto em seu e-mail

spinner
loading...
error icon
redirect