Microbioma Intestinal – A ligação entre a Imunidade e Intestino

Microbioma Intestinal – A ligação entre a Imunidade e Intestino

“Todas as doenças começam no intestino” – Hipócrates

Hipócrates - Pai da Medicina

Hipócrates disse isso há mais de 2.000 anos, mas só a pouco tempo estamos começando a entender exatamente como ele estava certo.

O Microbioma Intestinal

Microbioma Intestinal - Bactérias boas e ruins

Seu microbioma intestinal é composto por aproximadamente 100 trilhões de micróbios vivos, composto principalmente de bactérias e estão em todas as partes do nosso corpo, como pele, narinas, boca, genitais e principalmente, intestino.

São organismos diversos que ajudam em quase todas as funções do corpo humano de alguma forma.

Importância do microbioma intestinal

A importância do nosso microbioma intestinal é enorme pois uma má saúde intestinal pode contribuir para:

Com centenas de espécies bacterianas conhecidas e ainda muitas outras desconhecidas, a diversidade bacteriana do seu microbioma é uma parte importante da sua saúde.

Quanto mais diverso seu microbioma for, melhor seu potencial na saúde!

 

Funções do microbioma

Microbioma Intestinal - Funções

Para você entender rapidamente a importância do nosso microbioma intestinal, divido ele em algumas funções:

  1. Ele ajuda a digerir alimentos e produzir enzimas que decompõem certos tipos de açúcares, amidos e fibras dos alimentos, para que possamos digeri-los e absorver seus nutrientes.
  2. As bactérias também fermentam fibras em nossos tratos digestivos, produzindo ácidos graxos de cadeia curta que são fontes de energia extremamente benéficas para o corpo e são essenciais para regular o metabolismo.
  3. Nossas bactérias intestinais também ajudam na absorção de minerais e ajudam a sintetizar vitaminas, em particular a B e K.
  4. A maior parte da serotonina, estima-se que uma proporção de 90%, é encontrada no intestino. Por isso também é dito que o intestino é o nosso segundo cérebro.
  5. As bactérias também ajudam a produzir químicos que melhoram a saúde das células que formam a barreira intestinal e regulam diretamente o sistema imunológico.
  6. Nossas bactérias intestinais também controlam diretamente a integridade da barreira intestinal, regulando importantes proteínas de junção.

Essas junções danificadas podem levar a problemas importantes de autoimunidade e doenças crônicas.

Veja meu vídeo sobre intestino permeável – Leaky Gut

Qual a importância do microbioma intestinal para se ter uma boa imunidade?

Microbioma Intestinal e Imunidade

Aproximadamente 70% das células do nosso sistema imunológico vivem no intestino!

O intestino tem um papel importante na defesa imunitária não só pelos fatores listados acima referentes aos processos de digerir, fabricar, modular e ajudar a absorver nutrientes através das bactérias, mas também porque nosso intestino contém aproximadamente 70% das células imunitárias do nosso corpo.

As células da mucosa intestinal, as células imunitárias e nossas bactérias intestinais estão intimamente ligadas para a manutenção da imunidade.

As bactérias do nosso intestino não apenas mantêm o sistema imunológico sob controle durante os períodos de saúde, mas também ajudam a controlar a defesa imunológica contra patógenos invasores, por exemplo, estimulando a produção de anticorpos contra o microrganismo estranho.

Por que é importante ter um microbioma saudável?

Um microbioma intestinal saudável é fundamental para o desenvolvimento da imunidade adequada, modulando quase todos os aspectos do sistema imunológico adaptativo e até mesmo parte do sistema imunológico inato.

O sistema imunológico inato é responsável por detectar um invasor estrangeiro em primeiro lugar e, em seguida, recrutar o sistema imunológico adaptativo para ajudar a combatê-lo.

Ah doutor, mas meu intestino funciona bem, não tenho inchaço, diarreia, constipação, portanto isso não se aplica a mim! – Errado!

Muitos problemas imunológicos, incluindo doenças autoimunes, podem estar relacionados a problemas gastrointestinais ocultos.

Você não precisa ter sintomas intestinais para ter problemas intestinais.

A maioria dos problemas intestinais subjacentes não apresenta sintomas gastrointestinais perceptíveis, mas se mostram através de efeitos sistêmicos que se manifestam em outras partes do corpo e podem vir no futuro a se manifestar com sintomas intestinais também.

O estresse, a nossa alimentação desequilibrada, o consumo de medicamentos, de antibióticos e de substâncias tóxicas, entre outros fatores, podem provocar um desequilíbrio das nossas bactérias (disbiose) ou uma hiperpermeabilidade intestinal (leaky gut).

Dr. Alain Dutrahttps://artigos.alainuro.com
Dr. Alain Dutra é médico urologista e aplica a Medicina Funcional, Integrativa e de Estilo de vida e princípios ortomoleculares.

More from author

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Outros Artigos

Últimos artigos

O Fim do Alzheimer – A esperança existe de verdade

O Fim do Alzheimer - A esperança existe de verdade Nos últimos anos um programa revolucionário foi instituído que tem sido a primeira...

Quercetina – O flavonoide anticâncer, anti-inflamatório e antiviral

Quercetina - O flavonoide anticâncer, anti-inflamatório e antiviral A quercetina é um dos flavonoides mais abundantes na natureza e também dos mais estudados. Tem efeito...

Resistência a testosterona – O que é e como combater

Resistência a testosterona - O que é e como combater Você quer conhecer o que é a resistência a testosterona nos receptores, e os jeitos...

Assine nosso newsletter e receba as últimas notícias direto em seu e-mail

loading...