Reposição com testosterona aparentemente segura para pacientes com câncer de próstata

Reposição com testosterona aparentemente segura para pacientes com câncer de próstata, segundo trabalho apresentado no Encontro anual da Associação Canadense de Urologia, por Jesse Ory da Universidade da Colúmbia Britânica.

Isto cai como uma bomba para a comunidade urológica, porque um dos dogmas mais antigos na Urologia é o de que o uso de suplementação com testosterona pode alimentar cânceres de próstata ocultos. Além disso, o tratamento mais antigo e eficaz para câncer de próstata metastático ainda é o bloqueio hormonal.

O estudo identificou 83 pacientes hipogonádicos (com produção baixa de testosterona pelo organismo) que receberam terapia de reposição hormonal. O grupo incluia 50 homens submetidos a radioterapia, 22 submetidos a prostatectomia radical (cirurgia), 8 colocados em observação vigiada, 1 em que foi feito crioterapia (terapia pouco invasiva baseada em gelo), outro tratado com HIFU (ultrasom de alta intensidade).

De modo geral houve um aumento nos níveis de testosterona e também do PSA, mas apenas um paciente com câncer de baixo grau teve um aumento estatisticamente significante. Os pacientes que estavam em observação vigiada (ou seja, tinham câncer mas por ser baixo grau a opção foi vigiar de maneira cautelosa ao invés de tratar) tiveram aumento de PSA mas apenas um piorou para um grau mais avançado em biópsia subsequente. Três pacientes (6%) do grupo da radioterapia experimentaram recorrência bioquímica ( PSA subiu após a radioterapia).

O grupo do Dr. Ory disse que não está claro se estas recorrências estavam relacionadas a reposição hormonal ou se refletiam a natureza biológica da doença.

É preciso cautela antes de concluir que um trabalho como este com um número relativamente baixo de pacientes está rigorosamente dentro da verdade, mas as últimas evidências realmente falam a favor da reposição com testosterona quando há indicação clara para isso. MAS CUIDADO ! A TESTOSTERONA PRECISA SER BIOIDÊNTICA, porque qualquer molécula estranha com efeito androgênico apresenta uma série de problemas principalmente hepáticos.

Dr. Alain Dutrahttps://artigos.alainuro.com
Dr. Alain Dutra é médico urologista e aplica a Medicina Funcional, Integrativa e de Estilo de vida e princípios ortomoleculares.

More from author

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Outros Artigos

Últimos artigos

Biotina – Propriedades, benefícios e problemas com insuficiência

Biotina - Propriedades, benefícios e problemas com insuficiência A Biotina (vitamina B7) faz parte do complexo de vitaminas B - um grupo de nutrientes essenciais necessários...

Esclerose Múltipla – Conheças as abordagens integrativas

Esclerose Múltipla - Conheças as abordagens integrativas A esclerose múltipla (ou EM) é uma doença autoimune que afeta o sistema nervoso central. EM afeta 2,5...

DHEA e seus importantes benefícios para sua saúde

DHEA e seus importantes benefícios Seu corpo produz naturalmente o hormônio desidroepiandrosterona (DHEA) na glândula adrenal. Alguns outros tecidos, como os testículos, por exemplo, produzem DHEA,...

Assine nosso newsletter e receba as últimas notícias direto em seu e-mail

loading...