Devemos usar lugol na pele? O teste de absorção na pele funciona?

Lugol na pele

Devemos usar lugol na pele? O teste de absorção na pele funciona?

Duas perguntas que sempre me fazem nas redes:

  1. O lugol é absorvido se aplicado na pele?
  2. O teste de absorção, em que se aplica o produto na pele e quanto mais rápido o produto some mais o organismo estaria precisando dele, esse teste é confiável?

O teste de aplicação de Lugol na pele, também conhecido como Teste de Lugol ou Teste de Iodo, é um procedimento que envolve a aplicação tópica de uma solução de Lugol na pele para avaliar a presença de células anormais, em particular para a detecção de distúrbios da tireoide.

No contexto médico, o teste de aplicação de Lugol é empregado principalmente para a avaliação da glândula tireoide.

O teste é realizado aplicando-se uma pequena quantidade de solução de Lugol na pele, geralmente no braço ou na região do abdômen.

A cor da mancha resultante é então observada. A tireoide utiliza o iodo para produzir hormônios tireoidianos, que são essenciais para o funcionamento adequado do metabolismo do corpo.

Portanto, a reação da pele ao Lugol pode fornecer informações sobre a capacidade da glândula tireoide de absorver iodo.

Teste de absorção de iodo

O teste de absorção de iodo consiste na aplicação de solução de iodo a uma pequena área do braço, perna ou abdome.

1948917965107699977 220915517

Quanto mais rápido a cor amarela do iodo desaparece da pele, mais deficiente em iodo estaria a pessoa testada e vice-versa, se a cor amarela persistir, mais suficiente em iodo estaria a pessoa testada.

Os resultados do teste de aplicação de Lugol na pele podem ser interpretados da seguinte forma:

1 – Coloração normal (marrom ou amarronzada)

Isso indica que a tireoide está funcionando de maneira saudável e é capaz de absorver iodo da corrente sanguínea para produzir seus hormônios.

2 – Coloração parcial ou ausente (amarelo ou incolor)

Isso pode indicar uma deficiência na capacidade da tireoide de absorver iodo, possivelmente devido a um distúrbio como o bócio endêmico, que é causado pela falta de iodo na dieta.

É importante observar que o teste de aplicação de Lugol não é o único método utilizado para avaliar a saúde da tireoide.

Outros exames, como exames de sangue para medir os níveis de hormônios tireoidianos (T3 e T4) e o hormônio estimulante da tireoide (TSH), bem como ultrassonografias e biópsias, podem ser necessários para uma avaliação completa.

Estudos sobre a aplicação do teste de lugol na pele

Segundo o Dr. Guy Abraham, um dos maiores especialista de iodo do Mundo, apenas dois estudos foram realizados, um em animais (44 coelhos e 6 cães) e outro e humanos a respeito da absorção do lugol na pele.

O primeiro de 1932 conduzido no Colégio de Farmácia da Universidade Rutgers, e o segundo de 1989 de Miller e colegas.

Porém encontrei um estudo de 2016 feito em ratos que confirma que o iodo de fato é absorvido pela pele e conseguiu tratar ratos deficientes neste mineral normalizando o funcionamento da tireoide.

Nesse estudo foi utilizado uma forma de iodo em microemulsão para aumentar a absorção.

Conclusão dos estudos de lugol na pele

Solução de Lugol na pele

O primeiro estudo chegou a conclusão que 88% do iodo evapora da pele nos primeiros três dias. Cerca de 6 a 12% do iodo é absorvido.

A influência da temperatura ambiental é importante nessa evaporação. Quanto maior a temperatura mais rápido evapora.

Os autores do estudo de 1931 concluíram:

“Nossas determinações quantitativas provam que o iodo que penetra através da pele é removido apenas lentamente de dentro desta área para o corpo, formando um depósito de iodo na pele por vários dias.

Nesta retenção prolongada de iodo dentro da pele, vemos uma condição favorável para uma possível ação profilática e terapêutica local ”.

O estudo de Miller em humanos comparou a ação do iodo aplicado na pele em bloquear a captação do iodo ingerido marcado com iodo radioativo.

Foi feito em 24 homens com idade entre 21 a 51 anos. Este estudo comprova que de fato o iodo é absorvido pela pele humana e quanto maior a dose aplicada na pele maior é o bloqueio do iodo radioativo ingerido.

Para responder à segunda pergunta, o teste de contato com o iodo da pele não é um método confiável para avaliar a suficiência corporal total do iodo.

Muitos fatores desempenham um papel no desaparecimento da cor amarela do lugol na pele.

Por exemplo, se o iodo for reduzido a iodeto pela pele, a cor amarela do iodo desaparecerá porque o iodeto é branco.

Para regenerar o iodo na pele, é necessário aplicar um oxidante como o peróxido de hidrogênio, complicando ainda mais o teste.

A evaporação do lugol da pele aumenta com o aumento da temperatura ambiente e a diminuição da pressão atmosférica.

Por exemplo, a cor amarela do iodo desaparecerá muito mais rapidamente em Brasília,  a 1170 metros acima do nível do mar, do que no Rio de Janeiro, ao nível do mar, independentemente da quantidade de iodo biodisponível.

Materiais Extras sobre Lugol

Dr. Alain Dutra
Dr. Alain Dutrahttps://artigos.alainuro.com
Dr. Alain Dutra é médico urologista. Além dos aspectos tradicionais de uma consulta médica, busco avaliar a sua vida como um todo, para entender onde seus hábitos de vida (sejam esses alimentares, de exercícios ou níveis de estresse) estão contribuindo para o seu atual estado de saúde.

Mais Artigos Relacionados

Outros Artigos

Últimos artigos

6 remédios naturais baratos que realmente funcionam

6 remédios naturais baratos que realmente funcionam Olá! Vivemos tempos em que economizar é essencial, mas sem jamais comprometer a qualidade do cuidado com nossa...

Os incríveis benefícios de tomar vinagre de maçã antes de dormir

Os incríveis benefícios de tomar vinagre de maçã antes de dormir Você está cansado de sentir refluxo, principalmente quando deita a noite ou está cansado...

8 alimentos que destroem seu intestino

8 alimentos que destroem seu intestino Hoje vamos falar sobre aquelas comidas que realmente estão destruindo sua saúde intestinal. Lembra quando eu sempre digo aqui no...

Assine nosso newsletter e receba as últimas notícias direto em seu e-mail

loading...