Outubro Rosa – Entenda a verdadeira prevenção do câncer de mama

O rastreamento convencional do câncer de mama é eficaz?

Outubro Rosa é uma campanha anual realizada mundialmente em outubro, com a intenção de alertar a sociedade sobre o diagnóstico precoce do câncer de mama. Durante o mês, diversas instituições abordam o tema para encorajar mulheres a realizarem seus exames e contar histórias de superações. 

Uma iniciativa fantástica que deveria ser revista com atenção para que a verdadeira maneira de prevenir o câncer de mama fosse disseminado a todos.

Ao meu ver, o rastreamento convencional do câncer de mama NÃO é uma estratégia preventiva eficaz.

               Para saber mais sobre mamografia, veja esse artigo!

 

Quando se trata de câncer de mama, é importante entender que somente fazer exames regulares de mamografia NÃO impedirá nada. 

Para exemplificar melhor, alguns fatos importantes sobre esse tipo de câncer:

  • Uma mulher em cada oito mulheres que vive até os 85 anos desenvolverá câncer de mama.

  • O câncer de mama é a principal causa de morte de mulheres entre 40 e 55 anos.

  • 15% de todos os cânceres de mama ocorrem em mulheres com menos de 45 anos.

  • 80% dos nódulos mamários NÃO são cancerígenos.

  • 70% dos cânceres de mama são encontrados através do autoexame (não em mamografias!)
  • Cerca de 80% das mulheres diagnosticadas com câncer de mama não têm histórico familiar de câncer de mama.

 

Predisposição genética ao câncer de mama

Nas campanhas do outubro rosa, vejo muitas vezes a colocação que o aparecimento do câncer de mama aumenta significativamente se você tem um histórico familiar da doença (predisposição genética), mas, de acordo com estatísticas, apenas 20 a 30% das mulheres diagnosticadas com câncer de mama realmente têm um histórico familiar.

A chave a lembrar aqui é que NÃO são seus genes que ditam sua saúde, mas a expressão de seus genes. Você tem a capacidade de ativar e desativar genes com seu estilo de vida e estado emocional.

Então a mensagem principal que quero passar aqui é que a ideia do Outro Rosa como preventivo, é muito bem-vinda, porém o modo de prevenção é equivocado. 

 

Com esses dados acima podemos fazer duas afirmações: 

  • A verdade é que a mamografia NÃO é eficaz na prevenção do câncer de mama.
  • A verdade é que você NÃO é refém da sua genética!

  Assista a minha série de vídeo “A verdade sobre o câncer”, assista esse vídeo!

 

Verdadeira prevenção ao câncer de mama

O que seria então o modo correto, na minha visão, de prevenção ao câncer de mama?

  • Uma dieta saudável (com verduras crucíferas, alimentos antioxidantes, gorduras saudáveis, fibras e menor consumo de carne vermelha);

  • Reduzir radicalmente a ingestão de açúcar / frutose e alimentos processados;

  • Mantenha um peso saudável;

  • Faça exercício físico regular;

  • Exposição solar adequada e níveis ótimos de vitamina D no sangue (acredita-se que cerca de 80% do câncer de mama comum está relacionado à deficiência de vitamina D);

  • Minimize a exposição a metais tóxicos e poluentes da indústria do plástico;

  • Beba água adequadamente;

  • Tenha bons níveis de vitaminas e minerais no organismo (em especial Iodo e selênio);

  • Tenha um sono reparador;

  •  Faça autoexame, exames completos com acompanhamento da parte hormonal;

  • Trate disfunção hormonal, inflamações crônicas e síndrome metabólica;

  •  Gerencie sua saúde emocional.

Para ter uma aula completa sobre prevenção do câncer de mama, assista esse vídeo!

Esses são os pilares de praticamente qualquer programa de prevenção de câncer, incluindo câncer de mama.

A importância do Iodo, selênio e vitamina D na prevenção do câncer de mama.

Por que acontece o câncer? 

Um corpo bem nutrido possui uma comunidade próspera de células saudáveis, e as células saudáveis são mais resistentes ao estresse oxidativo e ao dano ao DNA, dois fatores que aumentam muito as chances do desenvolvimento do câncer de mama ou de qualquer outro tipo de câncer.

  Assista a minha série de vídeo “A verdade sobre o câncer”, assista esse vídeo!

 

Por mais que nossa alimentação seja rica em nutrientes densos, como base para o bem-estar e também para uma prevenção do câncer de mama, há muitos casos em que esses nutrientes puros e frescos dos alimentos simplesmente não são suficientes. 

Podemos culpar o solo pobre de hoje em dia, produzindo colheitas menos nutritivas, toxinas em nosso ambiente, substâncias químicas desreguladoras endócrinas que desequilibram nossos hormônios ou problemas digestivos que nos impedem de absorver e utilizar os nutrientes disponíveis dos alimentos que comemos. 

De fato, tudo isso faz parte, para o aparecimento do câncer de mama, juntamente com um esgotamento emocional, pois levam a um estado de saúde diminuída. É aí que entra a suplementação nutricional direcionada.

Vitamina D, iodo e selênio são apenas três nutrientes que demonstraram desempenhar um papel dominante na saúde celular e imunológica e são apoios importantes para a prevenção e combate ao câncer de mama. 

Para ter uma aula completa sobre prevenção do câncer de mama, assista esse vídeo!

 

A importância do Iodo para o tecido mamário

De acordo com David Brownstein, M.D. – autor do livro – Iodine: Why you need it, why you can’t live without it – O iodo é um dos nutrientes mais essenciais para a saúde da mama.  

Acredita-se que o iodo faça seu trabalho através da modulação da expressão gênica e contenção de estrogênio, mantendo-se intimamente envolvido na regulação do ciclo celular, incluindo o processo de divisão e replicação e apoptose, o processo de morte celular normal. 

A partir de estudos, aprendemos que a deficiência de iodo está associada a uma maior taxa de bócio (tireoide) e câncer de mama, sem dúvida, porque o iodo exerce a maior parte de seu efeito no tecido tireoidiano e mamário.

O Japão, por exemplo, tem a maior ingestão alimentar de iodo e as menores taxas de bócio e câncer de mama.

Curiosamente, quando as mulheres japonesas se mudam para a América e consomem a mesma quantidade de iodo que as americanas (baixa quantidade), suas taxas de câncer de mama aumentam. (Sociedade Americana do Câncer. 2002)

Para saber mais sobre fontes de Iodo, assista esse vídeo!

 

Mas porque isso acontece se nosso sal é iodado?

Um dos motivos é que nos consumimos três outros produtos químicos em grandes quantidades que competem pela absorção com iodo – e geralmente vencem. Estes produtos químicos são flúor, cloro e brometo. 

 

A importância do Selênio no câncer de mama

No nível celular, o selênio é um componente ativo da glutationa peroxidase, que possui potentes propriedades antioxidantes e serve como primeira linha de defesa contra o acúmulo de radicais livres nocivos nas células.

Ao reduzir os radicais livres, o selênio também ajuda a reduzir o risco de câncer, incluindo o câncer de mama

 

Vitamina D e a conexão com câncer de mama

Pesquisadores revelaram novos mecanismos pelos quais a vitamina D é eficaz contra células cancerígenas positivas para o receptor de estrogênio, incluindo a supressão da expressão da aromatase, a enzima que catalisa a síntese de estrogênio nas células cancerígenas.

A otimização dos níveis de vitamina D pode reduzir a incidência de câncer de mama em até 77% em quatro anos!

Os cientistas descobriram cerca de 3.000 genes que são regulados pela (hormônio) vitamina D; A vitamina afeta positivamente não apenas o câncer, mas também doenças autoimunes, doenças cardíacas, obesidade, demência entre outras doenças.

Para saber mais sobre a importância da vitamina D , assista esse vídeo!

 

Vários estudos feitos por cientistas concluíram que para 20 tipos de câncer, quanto mais perto da linha do Equador a pessoa se encontra, ou seja do Caribe, menos risco de câncer ela tem. Portanto, pegar mais sol a níveis saudáveis, te protege de boa parte dos tipos de canceres, incluindo o câncer de mama

Na analise da ação bioquímica da vitamina D já foram encontrados vários mecanismos que provam que ela consegue reduzir a formação de vasos dos tumores e diminuir o espalhamento da doença a distância, as chamadas metástases, além do próprio efeito em preventivo.

Então a mensagem importante que deixo aqui é que tanto para a prevenção, quanto para o tratamento do câncer de mama, você deve verificar e otimizar seus níveis de Iodo, selênio e vitamina D. 

Sempre tenha acompanhamento de um bom médico.  

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.