• A frutose é um tipo de monossacarídeo (carboidrato simples) que faz parte de nossa alimentação. É popularmente conhecida como “açúcar das frutas”; entretanto, é encontrada também no mel, em cereais e vegetais.
  • O açucar simples de mesa, a sacarose, no inglês sucrose, é um dissacarídeo composto por frutose + glicose.
  • Ao longo dos anos, muito se tem estudado acerca do consumo de frutose, pois esse monossacarídeo está presente em grandes quantidades nos xaropes (principalmente no xarope de milho de alta frutose), usados em larga escala pela indústria de alimentos processados. Esse xarope foi inventado por um japonês nos anos 1970 e exportado para os EUA que abraçaram forte a idéia já que era uma forma de açúcar barata, metade do preço da cana. (dizem as más línguas que foi retaliação das bombas atômicas da segunda grande guerra). De 30 marcas de pão salgado encontraram xarope de milho em quase todas elas, é uma verdadeira praga na indústria.
  • A frutose realça o sabor dos alimentos e tem custos baixos: ambos os fatores são muito interessantes para a indústria, que abusa das quantidades da substância, sem se preocupar com os perigos que ela oferece à saúde. Por exemplo ela é muito comum em refrigerantes, sucos de latinha ou caixinha, biscoitos recheados, ketchup, salgadinhos, entre outros.
  • Mas qual seria o grande problema da frutose ? As nossas células em geral conseguem processar a glicose somente e não a frutose. A frutose é metabolizada como se fosse uma gordura e tem só um órgão do corpo que consegue lidar com a frutose, que é o fígado. Existe um nome para uma coisa que no nosso corpo só o fígado consegue lidar, o nome disso é veneno. Toda a frutose acaba sendo transformado em triglicerídeos que é uma gordura. O excesso de frutose acaba sendo depositado no fígado na forma de gotículas de gordura. O processamento de frutose no fígado é muito parecido com o do álcool, porém chega até a ser pior do que o álcool, porque 100% da frutose vira gordura enquanto que parte do álcool não vira.
  • As frutas em geral tem o veneno, que se chama frutose; e seu antídoto que é a fibra. A fibra impede a absorção rápida da frutose, o que permite o processamento lento desse açucar pelo fígado. Isso impede que esse nobre órgão fique sobrecarregado. Porém quando ingerimos grande quantidade de frutose sem a fibra acompanhando ocorre uma sobrecarga. Aumenta em 10 vezes a quantidade de frutose absorvida. Isso é o que acontece todos os dias quando comemos alimentos processados e industrializados cheio de xarope de milho, principalmente sucos e refrigerantes. Chega um ponto em que o fígado se sobrecarrega e o efeito disso é a esteatose hepática não alcoólica, que é a substituição gordurosa do fígado, falado em outro video.
  • As frutas de hoje em dia estão mais doces como resultado do melhoramento genético das plantas. As frutas de antigamente não tinham tanta frutose. Isso agrava o problema.
  • Outro problema da frutose é que ela inibe a leptina que é um dos hormônios da saciedade, e estimula a grelina que é um dos hormônios que provoca a fome. Quanto mais frutose mais dificuldade você tem de reconhecer que ingeriu alimentos demais, então a saciedade não funciona e você engorda. Essa é a grande razão pela qual a frutose vicia. Por isso a compulsão por refrigerantes e chocolate ao leite.
  • A maior fonte de ácido úrico do corpo é a frutose. O processamento da frutose gera muitos resíduos e radicais livres. Parte da gordura gerada pelo fígado a partir da frutose vai para o corpo todo, para as artérias, coração e músculos, atrapalhando o funcionamento de todos esses órgãos. Piora mais ainda a resistência insulínica que é o excesso de insulina associada a inflamação de todo o corpo.
  • Em 1970 o diabetes na China só atingia 1% da população. Depois que os chineses passaram a ingerir alimentos e bebidas industrializadas, 33 anos depois, o diabetes passou dos EUA, mais de 12% da população.
  • Estima-se que os refrigerantes a base de cola causam 180 mil mortes por ano no planeta. Tudo isso por causa do xarope de milho de alta frutose. Essa porcaria está até nas fórmulas infantis. Aquela fórmula infantil dada as criancinhas com poucos dias de vida cujo nome rima com “ahann” está cheia de frutose. Isso é uma coisa muito séria.
  • Você precisa aprender a diminuir drasticamente o consumo de frutose dos alimentos processados e melhorar a sua saúde.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.