Saiba mais sobre tratamentos de impotência sexual (disfunção erétil)

Quais são alguns dos tratamentos não cirúrgicos?

A primeira linha de tratamento para disfunção erétil sem complicações é o uso de medicações orais conhecidos como inibidores da fosfodiesterase-5 (PDE-5).

Entre estas medicações estão:

•citrato de sildenafila (Viagra® e similares),
• vardenafila(Levitra ® e Vivanza ®),
• tadalafila (Cialis ®),
•lodenafila (Helleva®)
• Udenafila (Zydena®)

Essas medicações melhoram os sinais naturais que são gerados durante o sexo, prolongando assim a ereção. Os medicamentos orais atuam relaxando as células musculares do pênis, permitindo melhor fluxo sanguíneo e uma ereção mais rígida. Estes medicamentos são muitas vezes eficazes, e quase 80% dos homens obtém alguma melhora.Embora alguns estudos tenham demonstrado que estes medicamentos podem ser usados por doentes cardíacos, homens que tomam nitratos normalmente não devem tomá-los.

Além dessas medicações da indústria farmacêutica existem vários fitoterápicos e nutracêuticos que podem ajudar, como Picnogenol, Tribulus Terrestris, Ginseng Coreano, Maca peruana, entre muitos outros. Além disso, a visão da Medicina Integrativa é abordar o ser humano na sua total integridade, cuidando do corpo inteiro, além dos aspectos psicosociais. Então os hábitos saudáveis de vida associado ao reequilíbrio de nutrientes, neurotransmissores e hormônios podem levar ao restabelecimento da saúde sexual como um todo.

Para os homens que não respondem à medicações orais existem outras opções. Uma delas é o uso de medicações intracavernosas, como o alprostadil,bimix ou trimix. Estes medicamentos são injetados no pênis, pelo próprio paciente (após treinamento adequado), poucos minutos antes da relação. As taxas de sucesso podem chegar a 85 por cento. Os efeitos adversos mais comuns do uso das drogas injetáveis são uma sensação de ardor no pênis e uma ereção prolongada que pode durar mais que quatro horas, o que exige intervenção médica para reverter a ereção.

Todos os tratamentos convencionais, com exceção de próteses e cirurgia reconstrutiva, são de efeito temporário e destinados ao uso sob demanda, ou seja, tomados no momento em que são necessários. Os tratamentos conseguem compensar, mas não corrigir o problema subjacente no pênis. É importante o acompanhamento com seu médico para relatar o sucesso ou ausência de sucesso da terapia. Se seus objetivos não forem alcançados, ou se a sua ereção não é de qualidade ou duração suficiente,você deve explorar as alternativas com o seu médico.

Quais são alguns dos tratamentos cirúrgicos?

Para casos em que os tratamentos anteriormente citados não surgiram efeito, ou em casos de falta de adaptação à auto injeção, está indicado o tratamento cirúrgico. Trata-se normalmente da colocação de uma prótese peniana. Este é um dispositivo implantado dentro do pênis que permite uma ereção. Existem vários modelos disponíveis com níveis diferentes de complexidade. Um tipo mais simples de implante usa dois cilindros flexíveis que são inseridos dentro do pênis. Para ter uma ereção o seu usuário dobra o pênis para cima em uma posição ereta no momento do ato sexual. Outro modelo é inflável, também usa dois cilindros sendo que estes se enchem de líquido no momento da ereção, após o acionamento de uma bomba escondida no corpo do paciente. Este acionamento torna o pênis rígido. Existem alguns riscos envolvidos nesta cirurgia, como infecção e possibilidade de defeito no funcionamento da prótese, porém a maioria dos homens e suas parceiras estão satisfeitos com os resultados.

Dr. Alain Dutrahttps://artigos.alainuro.com
Dr. Alain Dutra é médico urologista e aplica a Medicina Funcional, Integrativa e de Estilo de vida e princípios ortomoleculares.

More from author

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Outros Artigos

Últimos artigos

Biotina – Propriedades, benefícios e problemas com insuficiência

Biotina - Propriedades, benefícios e problemas com insuficiência A Biotina (vitamina B7) faz parte do complexo de vitaminas B - um grupo de nutrientes essenciais necessários...

Esclerose Múltipla – Conheças as abordagens integrativas

Esclerose Múltipla - Conheças as abordagens integrativas A esclerose múltipla (ou EM) é uma doença autoimune que afeta o sistema nervoso central. EM afeta 2,5...

DHEA e seus importantes benefícios para sua saúde

DHEA e seus importantes benefícios Seu corpo produz naturalmente o hormônio desidroepiandrosterona (DHEA) na glândula adrenal. Alguns outros tecidos, como os testículos, por exemplo, produzem DHEA,...

Assine nosso newsletter e receba as últimas notícias direto em seu e-mail

loading...