Remédios polêmicos que podem ajudar a evitar o câncer de próstata

Remédios polêmicos que podem ajudar a evitar o câncer de próstata

Neste artigo iremos conversar sobre polêmicos medicamentos que poderiam ajudar a prevenir câncer de próstata.

Já adianto que sou contra o uso da maioria deles mas é meu papel informar pessoas com risco de câncer, especialmente aquelas que tem vários casos na família ou que já estão com PSA elevado.

dr alain assista ao video

Só pense em seguir a estratégia de prevenção com remédios se estiver em acompanhamento médico, conhecer efetivamente o risco benefício dessas estratégias e depois de muito ponderar sobre os prós e contras

Remédio naturais

  1. Saw Palmetto
  2. Pygeum africanum
  3. Urtica dióica

Principais ações:

  • Bloqueiam 5 alfa redutase 
  • Bloqueadores de aromatase
  • Excesso de estrogênio é um fator importante no crescimento de tumores prostáticos

Metformina

A metformina reduz os níveis de glicose, insulina e fatores de crescimento semelhantes à insulina que estimulam o crescimento do tumor.

A metformina ativa uma molécula poderosa chamada AMPK  que sujeita as células cancerígenas a estresses metabólicos únicos não experimentados por tecidos saudáveis.

A AMPK ativada promove a morte [apoptose] de células malignas e impede seu desenvolvimento.

A metformina inibe independentemente mTOR (alvo de rapamicina em mamíferos) que regula o crescimento celular, o metabolismo energético, a motilidade celular, a sobrevivência celular e a síntese proteica.

A metformina imita os benefícios de um hormônio chamado adiponectina na ativação da inibição do crescimento dependente de AMPK em células de câncer de próstata

A metformina bloqueia os ciclos reprodutivos das células cancerígenas, diminuindo os níveis de uma proteína promotora do crescimento chamada ciclina D1.

A metformina aumenta a produção de uma proteína (p27) que inibe o ciclo de divisão celular.

A metformina suprime o fator de crescimento endotelial vascular (VEGF), cortando assim o suprimento de sangue aos tumores.

AAS

Pesquisadores estudaram 2447 homens com mais de 12 anos, examinando-os a cada dois anos.

Após o ajuste para idade, diabetes, hipertensão e outros fatores, eles descobriram que os homens que tomaram aspirina diariamente ou outro AINE (como o ibuprofeno) reduziram o risco de sintomas urinários moderados ou graves em 27% e reduziram o risco de aumento da próstata 47%.

Ainda mais intrigante foi a descoberta de que os homens que consumiram aspirina ou outro AINE tinham 48% menos probabilidade de ter um nível elevado de antígeno específico da próstata (PSA) (St Sauver 2006).

A aspirina inibe as enzimas ciclooxigenase (COX-1 e COX-2), que também estão envolvidas na via inflamatória do ácido araquidônico (Egan 2006; Wu 2003).

A COX-2, em particular, é conhecida por promover a proliferação de células de câncer de próstata (Xu 2008).


 

Se você é homem e já passou dos 50 anos, descubra uma forma de restaurar biologicamente o corpo masculino para firmeza, desejo, músculos e energia – https://alaindutra.com/jolivi-virilidade

36ba000bbef6eff0bba1f0259a77102f?s=96&r=g
Dr. Alain Dutrahttps://artigos.alainuro.com
Dr. Alain Dutra é médico urologista e aplica a Medicina Funcional, Integrativa e de Estilo de vida e princípios ortomoleculares.

More from author

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Outros Artigos

Últimos artigos

O que é Alergia e Rinite Alérgica?

O que é Alergia e Rinite Alérgica? A principal função do nosso sistema imunológico é nos proteger de antígenos (substâncias estranhas ao organismo que desencadeiam...

Incontinência urinária – 6 tipos mais comuns e tratamentos

Incontinência urinária - 6 tipos mais comuns e tratamentos A incontinência urinária afeta 23-31% da população idosa e estima-se que afete 50-65% de ambos os...

Hormônios e ligação com Artrite

Hormônios e ligação com Artrite As doenças autoimunes são mais comuns em mulheres do que em homens e as condições inflamatórias autoimunes artríticas têm tendência...

Assine nosso newsletter e receba as últimas notícias direto em seu e-mail

spinner
loading...
error icon
redirect