Remédios polêmicos que podem ajudar a evitar o câncer de próstata

Neste artigo iremos conversar sobre polêmicos medicamentos que poderiam ajudar a prevenir câncer de próstata.

Já adianto que sou contra o uso da maioria deles mas é meu papel informar pessoas com risco de câncer, especialmente aquelas que tem vários casos na família ou que já estão com PSA elevado.

Só pense em seguir a estratégia de prevenção com remédios se estiver em acompanhamento médico, conhecer efetivamente o risco benefício dessas estratégias e depois de muito ponderar sobre os prós e contras

Remédio naturais

  1. Saw Palmetto
  2. Pygeum africanum
  3. Urtica dióica

Principais ações:

  • Bloqueiam 5 alfa redutase 
  • Bloqueadores de aromatase
  • Excesso de estrogênio é um fator importante no crescimento de tumores prostáticos

Metformina

A metformina reduz os níveis de glicose, insulina e fatores de crescimento semelhantes à insulina que estimulam o crescimento do tumor.

A metformina ativa uma molécula poderosa chamada AMPK  que sujeita as células cancerígenas a estresses metabólicos únicos não experimentados por tecidos saudáveis.

A AMPK ativada promove a morte [apoptose] de células malignas e impede seu desenvolvimento.

A metformina inibe independentemente mTOR (alvo de rapamicina em mamíferos) que regula o crescimento celular, o metabolismo energético, a motilidade celular, a sobrevivência celular e a síntese proteica.

A metformina imita os benefícios de um hormônio chamado adiponectina na ativação da inibição do crescimento dependente de AMPK em células de câncer de próstata

A metformina bloqueia os ciclos reprodutivos das células cancerígenas, diminuindo os níveis de uma proteína promotora do crescimento chamada ciclina D1.

A metformina aumenta a produção de uma proteína (p27) que inibe o ciclo de divisão celular.

A metformina suprime o fator de crescimento endotelial vascular (VEGF), cortando assim o suprimento de sangue aos tumores.

AAS

Pesquisadores estudaram 2447 homens com mais de 12 anos, examinando-os a cada dois anos.

Após o ajuste para idade, diabetes, hipertensão e outros fatores, eles descobriram que os homens que tomaram aspirina diariamente ou outro AINE (como o ibuprofeno) reduziram o risco de sintomas urinários moderados ou graves em 27% e reduziram o risco de aumento da próstata 47%.

Ainda mais intrigante foi a descoberta de que os homens que consumiram aspirina ou outro AINE tinham 48% menos probabilidade de ter um nível elevado de antígeno específico da próstata (PSA) (St Sauver 2006).

A aspirina inibe as enzimas ciclooxigenase (COX-1 e COX-2), que também estão envolvidas na via inflamatória do ácido araquidônico (Egan 2006; Wu 2003).

A COX-2, em particular, é conhecida por promover a proliferação de células de câncer de próstata (Xu 2008).


 

Se você é homem e já passou dos 50 anos, descubra uma forma de restaurar biologicamente o corpo masculino para firmeza, desejo, músculos e energia – https://alaindutra.com/jolivi-virilidade

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.