Se você pudesse viajar de volta para o ano de 1980, você teria lido alguns dos primeiros dados publicados revelando baixas taxas de ataque cardíaco em quem consome peixe de água fria.

Essas descobertas iniciais foram baseadas em observações de esquimós e groenlandeses cujas dietas consistem em alimentos ricos em ômega-3.

 

Publicações adicionais no início dos anos 80 forneceram explicações biológicas para os efeitos de proteção arterial dos ômega-3.

 

Desde então, muitos estudos foram publicados descrevendo o potencial do ômega-3 para reduzir os riscos cardiovasculares.

 

Aqui estamos 38 anos depois e ainda há um debate sobre se as pessoas saudáveis devem complementar com óleo de peixe.

 

Você pode perguntar por que alguém ainda questiona o valor do óleo de peixe. Afinal, doenças cardíacas e  AVC isquêmico permanecem entre as principais causas de incapacidade e morte.

 

Uma resposta pode ser o fato de que existem 19 fatores de risco independentes para infarto. O óleo de peixe oferece um grau de proteção contra alguns, mas não todos esses riscos independentes. Um desses fatores de risco é a homocisteína elevada que é um marcador de metilação ruim e é corrigida por uso de vitaminas do complexo B.

 

Assim, quando um estudo isolado não mostra um benefício cardioprotetor, os médicos apressados concluem erroneamente que há pouco benefício para os suplementos de ômega-3.
Obviamente pessoas que não tem hábitos de vida saudável, não se alimentam corretamente, não se exercitam, não bebem quantidades adequadas de água, são muito estressadas e não dormem não vão ter os maiores benefícios com o óleo de peixe.

2 COMENTÁRIOS

  1. Oi Alain, tudo bom ?

    Poderia por gentileza me tirar uma dúvida ?

    No trecho : “Um desses fatores de risco é a homocisteína elevada que é um marcador de metilação ruim e é corrigido pelo uso de vitaminas do complexo B.” quais seriam essas vitaminas, especificamente ?

    Obrigado !
    Adriano

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.