• Mas, o que seriam probióticos fantasmas ? Seriam probióticos do além que voltam dos mortos para nos atormentar ? Nada disso. Nós sabemos que vários mecanismos que tornam possíveis que as bactérias benéficas proporcionem os benefícios para a nossa saúde requerem viabilidade, ou seja, essas bactérias precisam estar vivas e colonizarem os intestinos. No entanto descobriu-se que mesmo bactérias não viáveis, ou seja, fantasmas, podem fornecer elementos benéficos para nós, e esses elementos se chamam paraprobióticos ou pós-bióticos. 
  • Os pós-bióticos são fatores ou subprodutos que são liberados por bactérias vivas ou liberados após a morte da bactéria, como enzimas, peptídeos, ácidos orgânicos e outras substâncias. Esses pós-bióticos são caracterizados por terem uma estrutura química clara, boa durabilidade e podem ter propriedades antiinflamatórias, melhorar o sistema imune, contra obesidade, contra pressão alta, capacidade de baixar o colesterol, anti câncer e antioxidantes. Essas propriedades sugerem que os pós-bióticos podem contribuir para a melhoria da saúde do usuário, melhorando as funções do organismo, embora os mecanismos exatos ainda não tenham sido totalmente esclarecidos.
  • Apesar dos comprovados benefícios para a saúde dos probióticos, as células microbianas não viáveis podem ter vantagens de segurança em relação as bactérias benéficas, já que pessoas com o sistema imunológico desequilibrado ou comprometido podem sofrer uma infecção ou resposta inflamatória exagerada em consequência ao uso de probióticos vivos. Por exemplo, pessoas sofrendo de SIBO sobre o qual eu falo em outro vídeo no card, em geral não se dão bem com probióticos.
  • Vários processos laboratoriais diferentes já foram desenvolvidos para extrair várias substâncias diferentes dos probióticos. Descobriu-se que lisados de L. fermentum tem ação protetora do fígado. Ácidos graxos de cadeia curta produzidos por bactérias melhora os níveis de açucares e gorduras no organismo. O ácido lipoteicóico extraído da parede de algumas bactérias tem ação de melhorar o sistema imune, além de ter ação antitumoral e antioxidante. Apesar dos vários aspectos positivos dos pós-bióticos ainda não se sabe ao certo todos os mecanismos de ação. Um exemplo é que não se sabe ao certo como funciona os efeitos de reduzir o colesterol. A atividade antimicrobiana dos pós-bióticos pode ser atribuída à presença de vários compostos antimicrobianos conhecidos e desconhecidos, que exibem propriedades de parar o crescimento ou matar bactérias do mal.
  • Existem vários fatores que interferem na eficácia dos probióticos vivos, e também muitas interações que podem ocorrer entre essas bactérias do bem e as outras do meio ambiente, que podem tornar as vezes imprevisíveis os efeitos. Por isso é bem atraente a possibilidade de se usar pós-bióticos no lugar por serem mais estáveis e previsíveis.
  • Bem, recapitulando, os benefícios das substâncias derivadas dos probióticos, também chamados de pós-bióticos, e que pode-se obter mesmo com os probióticos fantasmas, ou seja que não são mais viáveis, são:
    • 1. Melhorar o sistema imune
    • 2. Combater as bactérias do mal, funcionando como se fosse um antibiótico natural
    • 3. Efeito antioxidante e antiinflamatório
    • 4. Efeito anti câncer
    • 5. Baixar o colesterol
    • 6. Combater obesidade
    • 7. Combater pressão alta
  • Mais quais seriam as aplicações práticas, que já estão sendo usadas no Mundo real ?
  • Na Suiça alemã já foi desenvolvido o produto chamado Colibiogen, um filtrado de culturas de Escherichia coli, contendo aminoácidos, peptídeos, polissacarídeos e ácidos graxos, que é eficaz no tratamento de infecções por Salmonella resistentes a antibióticos. Existe uma variação desse produto que é para uso por crianças. Suas aplicações são:
  • Enterites (inflamação do intestino delgado); colite (inflamação do intestino grosso), incluindo doença de Crohn e inflamação pós radioterapia; dispepsia (ou estômago irritável); síndrome do intestino irritável; doença diverticular dolorosa; para reabilitação após antibióticos, quimioterapia e radioterapia; para o tratamento de suporte da parede intestinal, alergias de pele e distúrbios da pele relacionados ao intestino como Erupção à luz polimórfica (alergia ao sol), eczema atópico; febre do feno; distúrbios reumáticos e doenças artríticas.
  • O produto alemão Hylak Forte extraído de um blend de bactérias, provou ser eficaz no tratamento da salmonelose em lactentes e no tratamento de disbiose intestinal de pacientes com gastrite crônica. Você pode usar o Hylak forte quando você está tendo problemas com flatulência, diarréia ou constipação, distúrbios digestivos associados ao uso de antibióticos e sulfas, ou diarréia do viajante.
  • O produto americano Cytoflora, que também é um extrato de um blend de bactérias, tem sido usado para tratar disbiose intestinal e melhorar sintomas de crianças com autismo.
  • Ele dá suporte ao intestino, à função imunológica saudável, promove aumento de comunicação e fala, Melhora sociabilidade, consciência cognitiva e humor. 
  • -O Del-Immune V, também americano, melhora os sintomas intestinais de crianças autistas. As cápsulas Del-Immune V® são um suplemento nutricional que age como um modulador imunológico natural que é ativado quando necessário e se desliga quando não é necessário. Este processo duplica a ação imunológica natural que ocorre no intestino, que é o núcleo da atividade imunológica humana. Ele ajuda nas doenças autoimunes como a tireoidite de Hashimoto, em reações alérgicas, e suporte a infecções crônicas.
  • Mas você deve estar se perguntando, moramos no Brasil, será que a gente consegue comprar aqui? A resposta é que infelizmente esses produtos ainda não estão disponíveis no nosso país. Mas é possível importá-los de sites internacionais. Para quem faz parte do grupo de apoiadores eu vou ensinar um jeito de importar qualquer coisa sem ficar dependendo da boa vontade do vendedor de mandar ou não para o Brasil.
  • Porém mesmo que você não consiga comprar esses produtos, existem alguns alimentos que já contêm alguns desses compostos pós-bióticos. O vinagre, por exemplo, especialmente de maçã, falado em outro vídeo é uma fonte de ácido acético, que ajuda a controlar o açúcar do sangue e melhora o metabolismo. Manteiga contêm ácido butírico, que alimenta as células do intestino grosso. Incluir esses alimentos em sua dieta, com moderação, pode complementar o que está sendo produzido pela sua flora intestinal. Mas, por enquanto, acho que sua melhor aposta talvez seja continuar a consumir fibras e os alimentos fermentados regularmente, o que ajudará a manter seu microbioma saudável. À medida que mais informações e pesquisas sobre os pós-bióticos se tornarem disponíveis, vou mantê-los informados!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.