Benefícios da Couve e quem deve ter cautela ao consumir

Benefícios da Couve e quem deve ter cautela ao consumir

Olá, pessoal. Tudo bem? Sem a menor sombra de dúvida, a couve é um superalimento que tem vários benefícios para a saúde.

Ela é fantástica! Posso dizer que para a maioria das pessoas a couve é um ótimo alimento, mas existem pessoas que realmente vão ter problemas ao consumir a couve, vão ter efeitos colaterais.

Talvez 20% das pessoas tenham problemas para digerir a couve. Então atenção as informações desse artigo.

Porque eu vou contar os benefícios da couve, também vou falar da quantidade indicada de seu consumo e o mais polêmico, pessoal: vou falar as situações em que eu não recomento que você consuma a couve, ou pelo menos que consuma com cautela.

Posso adiantar que são 4 situações especiais, então acompanhe esse artigo até o final.

Benefícios da Couve – Superalimento e suas propriedades!

Sem a menor sombra de dúvida, a couve é um superalimento que tem vários benefícios para a saúde.

Ela tem propriedade anti-câncer, diminui o nível de estrogênio no corpo e ajuda na limpeza do fígado. Isso sem falar nas vitaminas e minerais importantes.

Muitos crucíferos são ricos em oxalatos que podem trazer problema de pedras nos rins, mas a couve tem baixa concentração de oxalatos, o que é uma vantagem.

A couve também é rica em proteínas e contém todos os 9 aminoácidos essenciais e não essências.

A couve tem mais ômega 3 que ômega 6, o que é bastante interessante.

Para você ter uma ideia, os grãos, as sementes e o feijão tem uma concentração que pode ser até 40 vezes maior de ômega 6 em relação ao ômega 3.

Claro que queremos comer um alimento que tenha mais ômega 3 porque ele é anti-inflamatório.

Além disso, a couve é o alimento mais top entre os carotenoides porque é precursora do complexo da vitamina A, que é muito importante para a saúde dos olhos, da pele e do sistema imunológico.

Uma única porção de couve pode render até 80 mg de vitamina C, o que é fantástico! Tem mais vitamina C que a laranja.

Ajuda a combater a anemia porque tem bastante ferro.

Outra ótima notícia sobre a couve é que ela é pouco calórica, tem cerca de 50 calorias para cada 100 gramas e não tem gordura.

Ela tem uma substância que se liga aos sais biliares do fígado, ajudando a diminuir o LDL ou o conhecido como o colesterol ruim.

Assista meu vídeo Colesterol ruim LDL – Não é colesterol e também não é ruim

Mais benefícios da Couve = Vitaminas e minerais

Ela é rica em vitamina K e tem antioxidantes que ajudam a eliminar a H. Pylori, uma bactéria que geralmente é associada a casos de gastrite.

Imagine um alimento que tem mais cálcio que o leite. Sim, estamos falando da couve! Ela ainda é rica em luteína que é essencial para a saúde dos olhos, evitando a degeneração macular.

Ajuda a combater o glaucoma e a restaurar a visão. Tem bastante ácido fólico e astaxantina, uma substância que protege os olhos.

Um dos benefícios da couve é que ela tem boa concentração de magnésio, que ajuda a aliviar as enxaquecas e em conjunto com sua ótima quantidade de cálcio ajuda a evitar e tratar a osteoporose.

É rica em enxofre que auxilia no processo de detox do corpo.

Assista meu vídeo Osteoporose – Abordagem da Medicina Funcional.

https://www.youtube.com/watch?v=nBKBN9l422Y

Mais benefícios da Couve = Ajuda a saúde intestinal

Ah pessoal, e a couve também funciona como um prebiótico e alimenta as boas bactérias em seu intestino. É aqui que entra a polêmica pessoal!

O problema para algumas pessoas é a quantidade de fibras que a couve possui. Como ela é um prebiótico, os micróbios de nosso intestino podem ficar felizes com este excesso de fibra e a coisa toda vira uma festa para eles e um pesadelo para você.

No final da festa, você pode ficar com constipação ou inchaço no corpo.

Claro, tem gente que aguenta o tranco, mas algumas pessoas podem ter complicações.

Ou seja, a primeira condição que eu indico ter cautela com a couve é se você tem síndrome do intestino irritável ou disbiose intestinal, nesse caso eu não recomendo consumir muita couve, muito menos a couve crua, porque isso pode prejudicar ainda mais você, causando barriga estufada, excesso de gases, diarreia e vários problemas.

Este lance das fibras vale também para outros vegetais porque o excesso delas vai deixar toda a galera intestinal feliz, incluindo aquelas bactérias que não são tão amigáveis assim.

É também o caso se você sofre com SIBO, que é um supercrescimento bacteriano do intestino delgado.

Explicando melhor, é a presença descontrolada, no intestino delgado, de bactérias normalmente presentes no intestino grosso.

Assista meu vídeo sobre SIBO | Síndrome do intestino irritável

Procure evitar ou consumir com moderação se você tem essas condições

1 – SIBO

Se você sofre com SIBO, então deve evitar a couve porque ela vai alimentar esse excesso de bactérias no intestino delgado, causando mais sintomas como estufamento, gases, diarreia ou constipação.

Posso dizer que algumas pessoas até toleram a couve quando ela está batida e coada ou mesmo quando ela está cozida, e você pode testar a sua tolerância aos poucos.

Você sabe que tem muita gente tomando suco verde, não é mesmo? Ele é excelente para a saúde, mas cuidado para não consumir muito.

Tem gente que começa a inchar e não entende o porquê. A flora intestinal é delicada e qualquer desajuste pode comprometer a sua saúde.

Pessoal, essas coisas que estou falando sobre efeitos colaterais da couve acontecem com poucas pessoas, não é com todo mundo não.

Então eu peço que você conte nos comentários qual a sua experiência com a couve, se você se dá bem com ela, se consome muita ou pouca e por ai vai. Certo?

2 – Trombose

O meu segundo alerta vai para as pessoas que têm problemas com trombose e devem ficar ligadas porque a couve atua como um coagulante natural.

Se você tem problemas no coração, toma anticoagulantes para afinar o sangue, é bom comer couve com moderação.

3 – Problema renal

Quem tem problema renal, deve evitar consumir muita couve porque essas pessoas não conseguem eliminar o potássio corretamente e isso pode trazer complicações cardíacas.

A maioria pode comer sim a couve com tranquilidade. Talvez 20% das pessoas tenham problemas para digerir a couve.

Imagine se uma dessas pessoas resolve tomar vários copos de suco verde todos os dias.

Por isso, fique atento aos sinais que o seu corpo emite quando você consome os alimentos.

Se você descobrir que tem problemas com a couve, troque pelo espinafre cozido ou pela salada.

4 – Hipotireoidismo

Imagino que você que sofre com o Hipotireoidismo deve estar se perguntando se pode consumir couve.

Bem, embora exista o mitos sobre a couve ser ruim para a tireoide, ela pode ser consumida com moderação pela maioria das pessoas com hipotireoidismo.

O mito se criou pois um composto da couve pode diminuir a produção de hormônios na tireoide em pessoas que consomem pouco iodo na dieta, mas para isso acontecer você teria que comer uma quantidade muito grande de couve crua ou muitos vegetais crucíferas e ainda não estar consumindo alimentos ricos em Iodo.

Então fique tranquila, e coma sua couve de forma equilibrada de 2 a 3 vezes na semana.

Afinal de contas, doutor, quanto de couve posso consumir?

Se você não tem esses problemas que eu falei agora, você pode consumir seguramente até 3 folhas de couve por dia.

É bom evitar comer a couve crua porque ela é um pouco pesada para a digestão. Na hora de preparar, é só dar uma pequena refogadinha ou fazer ela no vapor para que ela não perca as vitaminas e as propriedades.

O segredo, pessoal, é ter equilíbrio para não cometer excessos e usar tudo que a natureza tem a nos oferecer de forma variada e sempre com partos coloridos.

Receitas para você retirar os benefícios da Couve

1 – Wrap de couve

Um ótimo lanche saudável e muito nutritivo
 
Ingredientes:
  • 8 folhas de couve
  • 1 cenoura em tiras
  • 1 pepino em tiras
  • 2 tomates em tiras
  • 1 cebola roxa em tiras
  • 300 g de peito de frango cozido e desfiado
  • Sal integral e azeite a gosto
 
Molho
  • 2 colheres de sopa de abacate amassado
  • meio limão espremido
  • 1/2 xícara (chá) de hortelã picada
  • 3 colheres (sopa) de azeite
  • Sal a gosto
 
Modo de preparo
  • Retire os talos das folhas de couve e passe por água fervente por 1 minuto.
  • Retire e deixe esfriar.
  • Tempere a cenoura, o pepino, o tomate, a cebola e o frango com sal e azeite.
  • Sobre cada folha de couve, coloque uma porção de cenoura, de pepino, de tomate, de cebola e de frango temperados.
  • Enrole-as como rocamboles, fechando as pontas e formando rolinhos.
  • Reserve.
  • Misture todos os ingredientes do molho em uma tigela com um batedor manual até ficar cremoso e homogêneo.
  • Transfira para uma molheira e sirva em seguida com os wraps de couve.

Referências

  1. https://www.youtube.com/watch?v=FyX91jza5rE
  2. https://www.youtube.com/watch?v=owSdpE0nkFs
  3. https://www.youtube.com/watch?v=_ZeGEc6yMso&t=225s
36ba000bbef6eff0bba1f0259a77102f?s=96&r=g
Dr. Alain Dutrahttps://artigos.alainuro.com
Dr. Alain Dutra é médico urologista. Além dos aspectos tradicionais de uma consulta médica, busco avaliar a sua vida como um todo, para entender onde seus hábitos de vida (sejam esses alimentares, de exercícios ou níveis de estresse) estão contribuindo para o seu atual estado de saúde.

Mais Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Outros Artigos

Últimos artigos

Espinafre pode atrapalhar a absorção do ferro no organismo!

Espinafre pode atrapalhar a absorção do ferro no organismo! Será que existe riscos e perigos no consumo do ESPINAFRE? Quem pode comer e quem tem...

Biotina – Propriedades, benefícios e problemas com insuficiência

Biotina - Propriedades, benefícios e problemas com insuficiência A Biotina (vitamina B7) faz parte do complexo de vitaminas B - um grupo de nutrientes essenciais necessários...

Qual é o melhor sal para a saúde? A verdade sobre o sal

Qual é o melhor sal para a saúde? A verdade sobre o sal Você sabe qual é o melhor sal para a saúde? Sabe como o sal...

Assine nosso newsletter e receba as últimas notícias direto em seu e-mail

spinner
loading...
error icon
redirect