Reflexões sobre as Medicinas Ancestrais e o “Método Científico”

A humanidade dentro da sua pré-história e história sempre buscou por mitigar o sofrimento físico, mental e espiritual. Assim foram criados vários sistemas de Saúde ao longo da história. Alguns desses sistemas milenares chegaram até os dias atuais como é o caso da MTC (Medicina Tradicional Chinesa) e Ayurveda. Essas buscam a auto-cura e o auto-conhecimento, através dos equilíbrios emocional, espiritual e psicológico. As bases dessas medicinas estão sempre calcadas na disciplina e austeridade.

Muitos dos aspectos da Ayurveda e MTC estão sendo aos poucos elucidados pela Ciência Cartesiana Ocidental a partir da evolução dos estudos. Mesmo assim ainda persiste na maioria dos cientistas a visão tacanha de que as medicinas milenares apresentam ausência de evidências científicas. Meta-análises como a que mostra que a Acupuntura comprovadamente reduz a fadiga relacionada aos cânceres começam a reverter essa visão preconceituosa.

Edgar Morin a partir de 1920 elaborou uma série de trabalhos questionando o processo da divisão em partes para a compreensão do todo, proposto por René Descartes, e provocou uma reflexão a respeito da validade do método científico vigente. Infelizmente até hoje este sistema ainda é visto como “infalível” e revelador da “verdade absoluta”. Porém, assim como o capitalismo é o “menos pior” dos sistemas se comparado às alternativas, o método científico “é o que temos para hoje” em termos de prática estruturada para separar o real do imaginário. Não encontramos ainda algo melhor para substituir.

Provavelmente chegaremos a um ponto, dentro de algumas décadas na evolução dos sistemas computacionais, em que conseguiremos simular realidades inteiras em ambientes de computador a ponto de testar as hipóteses fora das amarras do isolamento de variáveis própria do método atual. Explico: Hoje para se provar que o item “A” provoca a situação “B”, é preciso isolar este item de vários outros em um ambiente controlado e isso leva a muitas distorções, já que na realidade o item “A” não atua isolado. Provavelmente os computadores quânticos vão se tornar uma realidade e ajudarão na criação dessas simulações.

Aí então a alta tecnologia e o método científico renovado ajudarão a validar definitivamente as medicinas complementares e ajudarão a dar um fim nessa imensa confusão que confunde charlatanismo com práticas não ortodoxas.

36ba000bbef6eff0bba1f0259a77102f?s=96&r=g
Dr. Alain Dutrahttps://artigos.alainuro.com
Dr. Alain Dutra é médico urologista. Além dos aspectos tradicionais de uma consulta médica, busco avaliar a sua vida como um todo, para entender onde seus hábitos de vida (sejam esses alimentares, de exercícios ou níveis de estresse) estão contribuindo para o seu atual estado de saúde.

Mais Artigos Relacionados

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Outros Artigos

Últimos artigos

As Limitações do Pensamento Científico

Ovo faz bem... Ovo faz mal... Óleo de coco emagrece... Óleo de coco faz aumentar colesterol... Gordura entope as artérias... Gordura faz bem, carbo que...

É melhor para as crianças ter um cachorro do que um irmão, aponta estudo. E aí, concorda ?

Entenda o que isso tem haver com a sua saúde link da matéria do uol: https://goo.gl/gOu12s link do estudo: https://goo.gl/l4xpH9 Polêmico, não ? Comentário de um internauta chamado...

Médico “chato” e médico “legal”

#autoconhecimento #autocrítica #medicinadoestilodevida #medicamentosversushábitos Que "médico chato" e "grosso" ! Me chamou de "gorda". Cortou tudo o que eu gosto. Que médico "legal", me...

Assine nosso newsletter e receba as últimas notícias direto em seu e-mail

spinner
loading...
error icon
redirect