Micose de unha – remédio caseiro | dr. Alain Dutra

Micose de unha – Remédio Caseiro

Você quer conhecer as quatro etapas para se livrar naturalmente da micose de unha?

Acompanhe esse artigo ou assista ao vídeo até o final.

As infecções fúngicas que aparecem na pele e unhas são algumas das infecções mais comuns em humanos.

Poucos sabem que os sintomas de micoses nas unhas dos pés podem realmente ser um sinal de cândida e outros fungos no seu organismo.

Com mudanças alimentares, suplementos e certos óleos essenciais, você pode tratar e eliminar a causa raiz do fungo das unhas dos pés, mesmo se estivar há anos lutando contra ele.

O fungo das unhas (também chamado pelos médicos de onicomicose) é muito comum, com estimativas mostrando que cerca de 3 a 12% da população, em algum grau, sofre dessas infecções nos dedos das mãos ou dos pés.

As pessoas mais velhas têm maior probabilidade de ter fungos do que as mais jovens, e as pessoas com sistema imune comprometido são ainda mais suscetíveis.

Mas quais seriam os sinais e sintomas desse problema?

  • Suas unhas se tornam quebradiças ou mudam de cor, especialmente a unha do dedão do pé, que é a mais provável de ser afetada.
  • Uma descoloração branca, amarela ou acastanhada se desenvolve na frente ou nas laterais das unhas.
  • As unhas ficam macias, quebram facilmente ou ficam mais grossas e mudam de forma.
  • Pode acontecer dor ao redor das unhas.
  • A unha se destaca facilmente do seu leito.
  • Manchas brancas se formam na superfície da unha, em grandes aglomerados ou pequenos pontos espalhados.

Quais seriam as causas desse problema? Além do óbvio, de que é provocado por fungos, um tipo de microorganismo?

Bem, essencialmente é um desequilíbrio entre microorganismos ruins e as bactérias boas de seu corpo.

Assim como é o caso para outras doenças que resultam de problemas relacionados ao intestino, quando você não possui quantidades suficientes de bactérias boas vivendo dentro de você, você acaba desenvolvendo altos níveis de levedura e fungo, organismos que se estiverem em quantidade excessiva no corpo, vão gerar problemas de saúde, inclusive na sua pele e unhas.

Além de problemas de saúde intestinal, outros fatores de risco podem resultar em infecção ou micose de unha. Esses são:

  • O pé de atleta.
  • Contato com fungos em salões de beleza, piscinas contaminadas, academias, saunas e outros ambientes úmidos.
  • O leito da unha que pode ter sido danificado por algum motivo, como trauma.
  • Usar sapatos sujos ou apertados.
  • Doenças de pele, como psoríase.
  • Problemas de circulação nas pernas.
  • Sistema imunológico enfraquecido.
  • Predisposição genética.

Quais são os tratamentos para micose de unha?

Os tratamentos convencionais para fungos envolvem o uso de drogas potentes que afetam o fígado e nem sempre resolvem o problema.

Outra desvantagem é o tempo prolongado de tratamento que aumenta a possibilidade de efeitos colaterais.

Alguns medicamentos usados para matar fungos nas unhas, que você já pode ter tentado no passado incluem itraconazol, fluconazol ou terbinafina.

Isso pode levar de três a seis meses para tratar infecções fúngicas das unhas, mas mesmo assim muitas pessoas percebem que o fungo volta depois, porque as condições que permitiram o seu aparecimento em primeiro lugar, especialmente a saúde intestinal, ainda se mantém.

Bem, vamos então as quatro etapas para resolver naturalmente o problema:

Etapa um: Eliminar a origem do problema.

Adote uma dieta que elimine o excesso de cândida. A tática mais crucial para o tratamento do crescimento excessivo de cândida é eliminar o que alimenta esse fungo que vive em seu trato digestório.

Isso significa eliminar açúcares, farinhas e outros produtos processados de grãos.

Assista o meu vídeo mais antigo de síndrome fúngica 

O crescimento exagerado de cândida pode ser provocado pelo uso excessivo de antibióticos, digestão ruim, sistema imune baixo, dieta rica em grãos e açúcar, estresse e mudanças hormonais.

Os fungos adoram farinha e açúcar, portanto é fundamental eliminá-los.

Leia os artigos sobre dieta low carb e cetogênica para mais detalhes.

Etapa dois: Repovoar seu intestino com bactérias boas.

Depois de cortar o suprimento de comida do fungo que está causando o problema, o próximo passo em termos de mudança de dieta é começar a consumir uma boa quantidade de alimentos que apoiam o crescimento de boas bactérias.

Muitos autores só sugerem o consumo de alimentos fermentados depois de algumas semanas de eliminar farinha e açúcar, então observe esse intervalo de tempo, ok?

Superalimentos que ajudarão a reabastecer seus níveis de bactérias saudáveis são:

  • Chucrute
  • Kimchi
  • Natto
  • Nisso
  • Tempe
  • Picles orgânicos
  • Kefir
  • Kombucha.

Os benefícios são o aprimoramento dos mecanismos de defesa do seu corpo e a restauração da saúde intestinal.

Além disso, você também pode tomar um suplemento probiótico de qualidade para ajudar a acelerar o processo de cicatrização.

Etapa três: Consuma mais fibras, proteínas e gorduras de qualidade.

Devido a estrutura da fibra e a nossa incapacidade de absorve-la, ela passa pelo nosso sistema digestivo, não é digerida por enzimas e ácidos do estômago, e ajuda a levar consigo toxinas e resíduos que podem se acumular no intestino.

Como você já vai remover a maioria dos açúcares e grãos da sua dieta, também recomendo aumentar a quantidade de alimentos ricos em proteínas que você está comendo.

Mas tente comer carne orgânica, seja de boi, frango ou peixe – isso é essencial para obter proteína suficiente e ao mesmo tempo reduzir toxinas na sua dieta.

Além de fibra e proteína de qualidade, seu intestino também precisa de muitas gorduras saudáveis, especialmente óleo de coco.

A gordura do coco contém ácidos caprílico e láurico, que são gorduras que ajudam o corpo a matar a cândida, além de eliminar outros microorganismos ruins.

Se você conseguir consumir uma dieta moderada em proteínas e rica em gorduras boas, juntamente com fibras de qualidade – e realmente reduzir o açúcar e as farinhas – estará no caminho de eliminar a cândida no corpo e, portanto, também fungos nas unhas dos pés.

Etapa quatro: O passo final para remover infecções por fungos e leveduras é tomar suplementos, como os probióticos.

Eu pessoalmente recomendo um suplemento probiótico que tenha pelo menos mais de 10 cepas e no mínimo 15 bilhões de Unidades Formadoras de Colonia.

Além disso, eu tomaria o extrato de folha de oliveira. Os benefícios das folhas de oliveira incluem sua poderosa ação antimicrobiana que pode matar os fungos.

Segredo para o tratamento natural da micose de unha

Por último, mas não menos importante, o segredo para o tratamento natural e eficaz dos fungos das unhas dos pés – e se livrar deles para sempre – é usar óleos essenciais.

Eu, pessoalmente, recomendo dois poderosos óleos, se você quiser se livrar do fungo das unhas dos pés. Considero que este é um dos passos mais cruciais!

Mesmo se você fizer apenas esse passo para resolver seu problema, sem alterar sua dieta, embora eu recomenda fortemente que você faça isso também, somente usar óleos essenciais pode ser suficiente para você se livrar do fungo das unhas dos pés.

Misture os óleos essenciais de orégano e melaleuca.

Eu recomendo três gotas de óleo de orégano e duas gotas de melaleuca aplicadas diretamente na unha, quatro vezes ao dia, por dois meses.

Precisa ser rigoroso nos horários e não pular aplicações para isso dar certo, ok?

Então resumindo:

  1. Corte açúcar, farinha, grãos e cereais processados.
  2. Aumente seu consumo de fibras e gorduras saudáveis.
  3. Consuma proteína moderadamente e de fontes adequadas.
  4. Consuma alimentos fermentados.
  5. Use probióticos, extrato de folha de oliva
  6. Óleos essenciais de melaleuca e orégano.
Dr. Alain Dutrahttps://artigos.alainuro.com
Dr. Alain Dutra é médico urologista e aplica a Medicina Funcional, Integrativa e de Estilo de vida e princípios ortomoleculares.

More from author

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Outros Artigos

Últimos artigos

Biotina – Propriedades, benefícios e problemas com insuficiência

Biotina - Propriedades, benefícios e problemas com insuficiência A Biotina (vitamina B7) faz parte do complexo de vitaminas B - um grupo de nutrientes essenciais necessários...

Esclerose Múltipla – Conheças as abordagens integrativas

Esclerose Múltipla - Conheças as abordagens integrativas A esclerose múltipla (ou EM) é uma doença autoimune que afeta o sistema nervoso central. EM afeta 2,5...

DHEA e seus importantes benefícios para sua saúde

DHEA e seus importantes benefícios Seu corpo produz naturalmente o hormônio desidroepiandrosterona (DHEA) na glândula adrenal. Alguns outros tecidos, como os testículos, por exemplo, produzem DHEA,...

Assine nosso newsletter e receba as últimas notícias direto em seu e-mail

loading...