Dietas vegetarianas precisam ser bem planejadas, e o candidato precisa entender mais de nutrição do que o cidadão comum. Os vegetarianos precisam garantir que estejam consumindo níveis adequados de vitamina B12, vitamina D, zinco, ferro, cálcio e omega-3. Outros nutrientes que podem ser preocupantes são o iodo e alguns aminoácidos essenciais. Porém uma dieta vegetariana bastante variada, incluindo algas, pode cobrir a maior parte desses nutrientes.

As moléculas carnitina, carnosina e creatina estão envolvidas no metabolismo energético e função muscular. É possível que estejam carentes na dieta vegetariana. Pesquisadores investigaram o impacto da mudança nesses três nutrientes em um estudo de 6 meses em pessoas que mudaram a dieta de onívoros (ou seja, comem de tudo) para vegetarianos.

O estudo envolveu 39 mulheres onívoras saudáveis que foram designadas para continuar com sua dieta regular ou comer uma dieta ovo-lacto-vegetariana suplementada com creatina monohidratada mais beta-alanina ou placebo. Os desfechos primários foram os níveis plasmáticos e intramuscular de carnitina, carnosina, creatina e seus metabolitos relacionados.

A maioria dos desfechos não foi diferente entre os grupos. No entanto, comer uma dieta vegetariana sem suplementação resultou em reduções significativas de concentrações intramusculares e séricas de creatina que não foram observados nos grupos com suplementação ou controle.

Suplementação com creatina e beta-alanina em uma dieta vegetariana também resultou em aumentos significativos no conteúdo de carnosina intramuscular e concentrações séricas de beta-alanina. Essas diferenças porém não foram acompanhadas de quaisquer diferenças de desempenho entre
grupos em um teste de ciclismo.

Os resultados deste estudo sugerem que mulheres mudando de uma dieta onívora para um
dieta ovo-lacto-vegetariana por três meses podem experimentar diminuição da creatina plasmática e muscular, mas isso parece não influenciar o desempenho físico,
e pode ser facilmente resolvido com suplementação de doses baixas de creatina. Limitações do estudo é que apresenta um número limitado de participantes e não foram realizadas biópsias musculares.

Conclusão: Se você decidiu seguir uma dieta vegetariana faça com acompanhamento nutricional e médico. É interessante fazer suplementação com doses baixas de creatina para não prejudicar seu desempenho nos exercícios físicos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.