Como tratar naturalmente zumbido no ouvido

  • Zumbido nos ouvidos é muito comum. Um relatório de 2014 publicado na revista Frontiers in Neurology afirma que o zumbido é um dos sintomas mais comuns. Acompanhe esse vídeo até o fim e aprenda dicas a respeito de como lidar com essa situação
  • Embora o zumbido seja um problema importante para apenas cerca de 1 a 5 por cento da população, acredita-se que de 10% a 15% de todas as crianças e adultos sentem zumbido nos ouvidos pelo menos de vez em quando. Dados dos EUA indicam que esta condição é sentida por quase 50 milhões de americanos. Os grupos com maior risco são idosos, indivíduos do sexo masculino, pessoa que fumam ou usam drogas, e aqueles com histórico de infecções de ouvido ou doença cardiovascular. A maioria dos especialistas acredita que não é uma doença em si, mas faça parte de outro distúrbio que afeta sensações auditivas e nervos próximos aos ouvidos. Para algumas pessoas, o zumbido pode durar anos e causar várias complicações. Pode causar ansiedade e depressão. O tratamento do zumbido inclui evitar fontes excessivamente altas de poluição sonora, usar certos aparelhos auditivos, prevenir infecções nos ouvidos e evitar o uso de drogas.
  • A primeira estratégia é aconselhamento e biofeedback. Tratar da depressão, ansiedade e dificuldade de dormir. Existem dispositivos de retreinamento que são aparelhos que fornecem música ou ruídos suavizantes. Para quem faz parte do grupo de apoiadores eu vou fornecer dicas de como obter esses equipamentos.
  • Evite ruídos muito fortes. A exposição a ruídos muito altos pode contribuir para a perda auditiva precoce e problemas de ouvido. Sons altos podem incluir os de maquinário pesado ou equipamento de construção. Mesmo tiros, acidentes de carro ou concertos musicais muito altos podem desencadear zumbido agudo, embora isso deva desaparecer em alguns dias em alguns casos. Dispositivos portáteis e fones de ouvido também contribuem para a poluição sonora. Mantenha o volume do seu telefone, tocador de MP3 ou semelhante em um volume baixo ao usar fones de ouvido e não toque ruídos muito altos por longos períodos de tempo.
  • Muitas pessoas tentam limpar a cera de seus ouvidos, o chamado cerúmen com cotonetes, mas isso pode realmente contribuir para piorar o entupimento, infecções e danos ao ouvido. A cera protege o canal auditivo então só deve ser removida com orientação médica.
  • Evite usar fármacos, álcool e drogas recreativas. Seguem os medicamentos mais comuns que causam problemas.
  • Estresse e altos níveis de inflamação parecem aumentar o risco de problemas de ouvido, incluindo infecções de ouvido, perda de audição e vertigem. Além disso, o estresse pode piorar os sintomas do zumbido, alterando a forma como o cérebro reage aos ruídos que ouve. Então é importante uma dieta adequada, falada em outros vídeos do canal, dormir adequadamente, evitar o estresse, fazendo técnicas de relaxamento; e fazer exercícios físicos regularmente.
  • Existe uma técnica muito interessante e você pode ver mais detalhes dela em um vídeo em inglês cujo link vai estar na descrição. Ela foi desenvolvida pelo Dr. Jan Strydom e é uma técnica de tambor de dedo que envolve uma estimulação do oitavo par craniano. Desenhe uma linha que vem das orelhas até a parte de trás da cabeça. Você vai sentir uma elevação de cada lado atrás da cabeça e vai dar um petelecos nessa região com os dedos. Você primeiro precisa dar uma nota ao zumbido de um a 10 – um não tem zumbido e dez é insuportável. Digamos que seja um cinco, você vai dar uns 20 petelecos na região, reavaliar e dar nova nota. Se a nota cair repita o procedimento várias vezes, até umas 5 vezes, que vai melhorar significativamente o zumbido. Se não cair a nota depois da primeira rodada de petelecos então é porque não vai adiantar fazer, mas vale muito a pena a tentativa.
Dr. Alain Dutrahttps://artigos.alainuro.com
Dr. Alain Dutra é médico urologista e aplica a Medicina Funcional, Integrativa e de Estilo de vida e princípios ortomoleculares.

More from author

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Outros Artigos

Últimos artigos

Esclerose Múltipla – Conheças as abordagens integrativas

Esclerose Múltipla - Conheças as abordagens integrativas A esclerose múltipla (ou EM) é uma doença autoimune que afeta o sistema nervoso central. EM afeta 2,5...

DHEA e seus importantes benefícios para sua saúde

DHEA e seus importantes benefícios Seu corpo produz naturalmente o hormônio desidroepiandrosterona (DHEA) na glândula adrenal. Alguns outros tecidos, como os testículos, por exemplo, produzem DHEA,...

Alimentos processados, fortificados e enriquecidos

Alimentos processados, fortificados e enriquecidos Sabemos que estamos vivendo uma epidemia de carência de várias vitaminas e minerais, isso está também causando sintomas e doenças,...

Assine nosso newsletter e receba as últimas notícias direto em seu e-mail

loading...