A importância dos nutrientes essenciais para lidar com a COVID-19

A importância dos nutrientes essenciais para lidar com a COVID-19

O descaso com que é tratada a importância dos nutrientes essenciais, aliada a falta de conhecimento sobre todos os mecanismos biológicos do coronavírus SARS-CoV-2, tem colocado cada vez mais em evidência os fatores que podem comprometer o correto funcionamento do sistema imunológico na luta contra as doenças infecciosas.

Estamos vendo vários estudos publicados mostrando a importante função da Vitamina D (hormônio D) no combate e gravidade da doença.

A nutrição e a importância dos nutrientes essenciais

Dentre estes fatores, a nutrição pode estar cada vez mais em foco, uma vez que se considera sem dúvida que a ingestão correta de nutrientes essenciais tem um impacto benéfico no sistema imunológico e na proteção contra doenças infecciosas.

Em setembro, uma equipe de pesquisadores do grupo de pesquisa Nutrigenômica e Obesidade da Universidade das Ilhas Baleares e do CIBEROBN, na Espanha, liderado por Andreu Palou, publicou um estudo na revista científica Nutrients no qual analisam a possível influência de nutrientes essenciais na prevenção e gravidade da COVID-19.

O estudo considera principalmente as seis vitaminas (A, D, C, B6, B9 e B12) e os quatro minerais (ferro, zinco, cobre e selênio) que têm demonstrado participação na manutenção saudável do sistema imunológico, segundo a Agência Europeia de Segurança Alimentar (EFSA).

Como foi realizado o estudo?

O estudo dos pesquisadores analisou o estado nutricional desses nutrientes essenciais em dez países Europeus com base na literatura científica publicada e estudou a relação com os indicadores epidemiológicos do COVID-19.

Como resultado, os pesquisadores destacam que existe uma correlação entre fatores nutricionais e indicadores epidemiológicos, de forma que os países com pior perfil de ingestão desses micronutrientes (Espanha, Itália, Bélgica, Reino Unido e França) são os que receberam o golpe mais forte da pandemia COVID-19 na Europa.

Resultados

Em resumo, os resultados sugerem que, na Europa como um todo, a ingestão insuficiente desses nutrientes essenciais, está associada a uma maior incidência ou mortalidade por COVID-19.

  1. A Vitamina D (que é um hormônio)
  2. Vitamina C
  3. Vitamina A
  4. As do complexo B – Vitamina B12, B6, B9 (olha aqui a importância do processo de metilação)
  5. Ferro
  6. Zinco
  7. Cobre
  8. Selênio

Os pesquisadores também levaram em consideração as peculiaridades genéticas que podem predispor a um maior risco de deficiência desses nutrientes essenciais. Também doenças já adquiridas que ajudam a esgotar esses nutrientes.

Como corrigir essas deficiências?

Corrigir os níveis de deficiência e manter bons hábitos de alimentação são fundamentais para combater qualquer doença.

Não devem sair tentando por si só corrigir os níveis desses nutrientes sem saber se possui uma deficiência. Procurem um médico ou nutricionista!

Agora, mudar a alimentação e incluir fontes saudáveis de alimentos com vitaminas e minerais é algo que você pode começar a fazer desde já!

Recomendo que vejam meus vídeos sobre o Equilíbrio do Zinco e Cobre, sobre a Importância da Vitamina D, e sobre o Metilação.

Assista meu vídeo sobre o protocolo completo de tratamento do FLCCC

LINK DO ESTUDO:

36ba000bbef6eff0bba1f0259a77102f?s=96&r=g
Dr. Alain Dutrahttps://artigos.alainuro.com
Dr. Alain Dutra é médico urologista e aplica a Medicina Funcional, Integrativa e de Estilo de vida e princípios ortomoleculares.

More from author

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Outros Artigos

Últimos artigos

Como ficar muito tempo sentado pode afetar a sua saúde

Como ficar muito tempo sentado pode afetar a sua saúde Você passa muitas horas sentado? Você sabia que esse hábito pode lhe trazer inúmeros problemas...

Conheça os 6 tipos de Alzheimer

Conheça os 6 tipos de Alzheimer De acordo com dados atualizados, há uma estimativa de que existam 35,6 milhões de pessoas com Alzheimer no mundo,...

Acetilcolina e a importância para a função cerebral

Acetilcolina e a importância para a função cerebral Você tem tido dificuldade para se focar em algo? Ou anda se esquecendo de mais coisas do...

Assine nosso newsletter e receba as últimas notícias direto em seu e-mail

spinner
loading...
error icon
redirect