O que é neuropatia periférica?

A neuropatia periférica é basicamente a sensação de dor, queimação, formigamento e dormência nos seus pés e mãos.

É uma condição que afeta um ou mais nervos periféricos, exatamente aqueles que ficam nas extremidades do corpo, como os nervos dos dedos dos pés ou das mãos.

Esses nervos são responsáveis por transportar mensagens do cérebro e da medula espinhal para o resto do corpo.

A neuropatia diabética está entre as três complicações mais frequentes que um paciente diabético pode sofrer. 

Quando a neuropatia periférica acontece nos diabéticos é sinal de que a doença já está avançada, porque o excesso de açúcar no sangue começa a inflamar os nervos.

E os números são alarmantes, 60 a 70% dos diabéticos desenvolvem alguma forma dessa lesão nos nervos

               Para saber mais sobre  diabetes, assista esse vídeo!

 

Neuropatia periférica causa perda da sensibilidade e formigamento. 

A neuropatia afeta primeiro os nervos mais longos, porque a ponta deles é relativamente menos oxigenada e recebe menos nutrientes. Então o excesso de açúcar provoca lesões micro-vasculares. 

Outra coisa que contribui para a lesão dos nervos são os corpos de glicação avançada, cuja sigla em inglês é AGE, que é o acúmulo de proteínas deformadas por excesso de caramelização ou glicação, bem parecido com o que acontece com os nervos do cérebro no Alzheimer, só que lá no cérebro a gente chama essas proteínas de amilóides. 

A terceira causa é a deficiência tanto da vitamina B1 ou tiamina como da vitamina B12 ou metilcobalamina.

Essas vitaminas controlam a produção da bainha de mielina dos nervos, que é a capa que protege e isola os nervos como se fosse a “borracha que isola um fio elétrico”.

Se não tiver essa capa protetora que depende dessas vitaminas, o impulso elétrico não vai chegar direito ao seu destino e vai ter vários “curtos-circuitos” ao longo do trajeto do nervo.

 

  • B1: facilita a propagação do impulso nervoso.
  • B12: regenera as fibras lesadas.

 

 

 

E como resolver esse problema? 

Vou falar aqui 4 medidas importantes para tratar a neuropatia periférica

Você precisa diminuir o açúcar do sangue e também o excesso de insulina no organismo, isso através de uma mudança na sua dieta. 

  • Eliminar alimentos processados da sua alimentação;

  • Cortar farinhas, carboidratos refinados, açúcares e bebidas açucaradas para ajudar a estabilizar o açúcar no sangue;

  • Considere seriamente fazer uma dieta cetogênica por pelo menos alguns meses;

  •  Tome água ou chá de ervas sem açúcar no lugar do refrigerante, suco e outras bebidas açucaradas;

  •  Coma muitas gorduras saudáveis como coco, nozes, castanhas, sementes, abacate, azeite de oliva e óleos não processados;

  • Coma boas fontes de proteínas como peixe selvagem, carnes orgânicas;

  • Evite o máximo desembalar e desencaixotar e descasque mais os alimentos;

  • Cozinhe mais em casa e coma menos fora, onde você tem pouco controle sobre os ingredientes;

  • Coma muitos alimentos ricos em fibras, cheios de nutrientes, mas com pouco teor de açúcar. Você também pode usar stevia, um adoçante natural sem calorias, no lugar do açúcar comum;

  • Beba também 8 copos de água por dia;

  • Faça atividade física 4 vezes por semana por 60 minutos.

 

Para saber mais sobre alimentação e Resistência Insulínica, assista esse vídeo

 

Suplementar vitaminas B1 e B12

Neste passo você deve considerar uma boa suplementação em uma farmácia magistral ou de uma fonte fidedigna como as marcas Life Extension, Now Foods ou Thorne.

Você pode ingerir mais alimentos ricos nessas vitaminas:

  • Fígado 
  • Peixes gordos 
  • Ovos 
  • Levedo de cerveja ou levedo nutricional 

Para saber mais sobre a importância das vitaminas do complexo b, assista esse vídeo!

 

Se você já tem sintomas de neuropatia periférica você pode usar substâncias naturais que ajudam a tratar esses sintomas e melhorar o quadro:

  • Ácido alfalipóico
  • Óleo de prímula
  • Picolinato de cromo
  • Vanádio quelado 
  • Extrato de banaba [é banaba mesmo e não banana] 
  • Extrato de canela 
  • Bitter mellon 
  • Ômega 3 
  • Óleos essenciais de lavanda e hortelã-pimenta

Tão importante quanto as medidas acima é você ter cuidado com os seus pés e mãos:

  • Sempre os examine e busque por sinais de machucados, porque é comum o diabético ter pequenas lesões e não perceber e isso pode evoluir muito mal em alguns casos, para até perda de dedos.

  • Lave os pés com cuidado diariamente, e tenha especial cuidado com as dobras de pele, onde bactérias e umidade podem se acumular e causar infecções.

  • Sempre troque as meias e roupas com regularidade e mantenha a pele fora das temperaturas muito quentes. 

  • Corte as unhas dos pés, lixe os calos e consulte um médico se notar vermelhidão, inchaço ou infecção. 

Alguns estudos também descobriram que os cremes para a pele que contêm capsaicina da pimenta caiena podem ajudar a reduzir as sensações de dor em algumas pessoas com neuropatia periférica, embora utilize com cuidado, pois é possível que possam causar queimaduras e irritações na pele em algumas pessoas mais sensíveis.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.