Colesterol HDL pode ajudar a proteger contra o Alzheimer

Colesterol HDL pode ajudar a proteger contra o Alzheimer

Alzheimer e Colesterol HDL – Será que o “colesterol bom” ajuda na prevenção do Alzheimer?

Nós já sabemos, e a ciência por meio de estudos já afirmou, que a taxa de açúcar alta no sangue, especialmente aos 35 anos, pode ter relação com Alzheimer no futuro.

Dormir mal também pode ter essa mesma relação, já que é no período noturno que o fígado processa o colesterol, hormônios são sintetizados e o sistema glinfático limpa as toxinas e resíduos metabólicos do sistema nervoso central.

Para mais detalhes sobre esses temas veja meus vídeos no canal do Youtube.

Alzheimer e Colesterol HDL – Estudos

Um estudo deste ano, publicado na revista Alzheimer’s & Dementia, destacou que partículas do colesterol HDL (chamado informalmente de “colesterol bom”) podem ajudar a proteger contra a doença de Alzheimer.

Para conduzir o estudo, os pesquisadores identificaram, contaram e mediram partículas de HDL no plasma de 180 adultos saudáveis com idade média de 76 anos. Quanto mais partículas, melhor o desempenho da função cognitiva.

O grupo percebeu ainda que essa associação foi mais forte em indivíduos sem comprometimento cognitivo, o que sugere um papel do colesterol HDL na prevenção do Alzheimer.

A teoria do estudo é que as partículas podem reduzir o risco da doença de Alzheimer por meio de sua capacidade de trocar lipídios, afetando a composição da membrana neuronal e as funções vasculares e sinápticas.

Os pesquisadores descobriram neste estudo que níveis elevados de HDL estavam associados a uma melhor função cognitiva entre os participantes e menor risco de Alzheimer.

Alzheimer e Colesterol – Qual a função na prevenção?

O colesterol é um componente fundamental de todas as membranas celulares do corpo, incluindo as membranas das células cerebrais.

Na verdade, 25% do colesterol do seu corpo é encontrado no cérebro. Ou seja, seu corpo precisa de colesterol para manter uma boa saúde neurológica.

É importante diferenciar entre colesterol LDL e HDL

O LDL é considerado o colesterol “ruim” e o HDL é considerado o colesterol “bom”.

Mas, na verdade, é com o LDL oxidado que devemos nos preocupar. Quando você está realizando uma dieta altamente inflamatória, fazendo com que as partículas de colesterol LDL reajam com os radicais livres no corpo, o LDL oxidado se torna reativo e danifica os tecidos circundantes.

Além disso, a glicação, isto é, a ligação do LDL ou de qualquer outra proteína do corpo ao açúcar, também aumenta sua oxidação.

Entenda que é muito improvável que o colesterol alto sozinho cause problemas vasculares, mas quando você combina colesterol alto com resistência à insulina, isso sim é problemático.

A resistência à insulina ocorre quando as células do organismo não permitem que o hormônio (insulina) cumpra o seu papel de controlar a glicose no sangue.

Assista meu vídeo – Resistência insulínica | O que isso tem a ver com a sua saúde

A insulina é responsável pela redução da taxa de açúcar no sangue

Lembra que mencionei acima que açúcar alto no sangue é comprovado como uma das causas para o surgimento do Alzheimer?

Quando uma pessoa se torna resistente à insulina, seu organismo tende a aumentar as taxas de açúcar (glicose) no sangue, podendo assim resultar em um estado de pré-diabetes ou mesmo em diabetes.

Para manter a doença de Alzheimer sob controle ou mesmo fazer sua prevenção, é bem interessante manter seus níveis de colesterol otimizados, o que inclui os níveis de HDL mais elevados.

Assista meu vídeo – A verdade sobre o Diabetes. Entenda os piores erros nas recomendações e no tratamento

E como aumentar naturalmente os níveis de HDL para prevenção?

Para manter essas células cerebrais saudáveis, é importante usar estratégias que ajudem a promover a produção dessas partículas de HDL.

A boa notícia é que podemos fazer mudanças nos hábitos diários, como dieta e exercícios, e isso pode equivaler a níveis mais saudáveis de colesterol HDL, o que pode diminuir o risco da Doença de Alzheimer, assim como outros problemas de saúde com risco de vida. Logo, seguem algumas dicas importantes:

1. Não fume

Estudos mostram que o tabagismo afeta negativamente o HDL, diminuindo seu nível.

2. Mais Exercícios físicos

O aumento da atividade física ajuda diretamente a aumentar o colesterol HDL.

O exercício vigoroso é a melhor escolha para aumentar o HDL, mas qualquer exercício adicional é melhor do que nenhum.

3. Diminuir o peso

Se você está acima do peso, perder alguns quilos pode melhorar seu colesterol HDL. Para cada seis quilos de peso que você perde, seu HDL pode aumentar em 1 miligrama por decilitro.

4. Evite gorduras artificiais

Para melhorar seu nível de HDL e seu colesterol total, você definitivamente precisa evitar gorduras trans, que são encontradas em margarinas, fast foods, alimentos fritos como batatas, pastel de feira, coxinha etc…

Você deve evitar os óleos vegetais, como milho, canola, soja e girassol, e todos os alimentos processados feitos com esses óleos.

Assista meu vídeo – Conheça as gorduras do mal que podem te deixar pré-diabético

5. Coma gorduras mais saudáveis

As gorduras saudáveis podem elevar seu HDL. Elas ajudam a equilibrar o colesterol LDL enquanto aumentam o colesterol HDL.

Para isso, inclua na sua rotina mais gorduras saudáveis como as encontradas no abacate, azeite de oliva, nozes e salmão.

As gorduras saturadas podem ser usadas com moderação. O óleo de coco contém polifenóis que melhoram diretamente a capacidade dos neurônios e das membranas das células cerebrais para desempenhar suas funções celulares.

Se você já tem o colesterol alto, deve usar com moderação o óleo de coco.

Assista meu vídeo – Você sabe que existem gorduras boas e gorduras ruins?

6. Reduza os Carboidratos Refinados

Uma dieta rica em carboidratos refinados, como pão branco, açúcar, etc., tem um efeito negativo no seu nível de HDL, portanto, reduzindo a ingestão desses tipos de carboidratos, você pode melhorar seu HDL.

Assista meu vídeo – Porque carboidratos são solução para uns e veneno para outros?

7. Mantenha o consumo moderado de álcool

O consumo moderado de álcool tem sido associado a níveis mais elevados de colesterol HDL.

O consumo moderado para adultos saudáveis é uma bebida alcoólica por dia. Vinho tinto orgânico é uma escolha inteligente.

8. Aumente a ingestão de niacina

A niacina é uma vitamina do complexo B que seu corpo usa para transformar alimentos em energia.

Ela também ajuda a manter seu sistema digestivo, sistema nervoso, pele, cabelo e olhos saudáveis.

A maioria das pessoas obtém niacina ou B3 suficiente em suas dietas, mas a niacina é frequentemente tomada em doses de prescrição para tratar e baixar os níveis de LDL.

A suplementação de niacina pode ajudar a aumentar o “bom colesterol” HDL em mais de 30%, mas pode apresentar alguns efeitos colaterais, por isso deve ser feita com supervisão do profissional de saúde.

Uma aposta mais segura é tentar adicioná-la em sua dieta diária.

Os principais alimentos ricos em niacina incluem peru, peito de frango, amendoim, cogumelos, fígado, atum, ervilhas, carne vermelha, sementes de girassol e abacate.

9. Considere rever seus medicamentos ou suplementos

Uma de suas prescrições atuais poderia ser a causa de seus baixos níveis de HDL.

Medicamentos como esteroides anabolizantes, betabloqueadores, benzodiazepínicos e progestinas podem diminuir os níveis de HDL.

Se você tomar algum desses medicamentos, converse com seu médico e considere se há algo que você possa fazer para substituir sua prescrição atual.

10. Considerações finais

Para finalizar, não adianta você aumentar a ingestão de niacina ou mesmo usar diariamente óleo de coco pensando em melhorar seus níveis de HDL, ao mesmo tempo em que continua com:

  1. Uma alimentação ruim e industrializada;
  2. Sem fazer atividade física;
  3. Obeso;
  4. Adotando outros hábitos ruins de vida.

Faça o melhor que você puder e melhore aos poucos cada aspecto que foi mencionado neste texto.

Referências

36ba000bbef6eff0bba1f0259a77102f?s=96&r=g
Dr. Alain Dutrahttps://artigos.alainuro.com
Dr. Alain Dutra é médico urologista. Além dos aspectos tradicionais de uma consulta médica, busco avaliar a sua vida como um todo, para entender onde seus hábitos de vida (sejam esses alimentares, de exercícios ou níveis de estresse) estão contribuindo para o seu atual estado de saúde.

Mais Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Outros Artigos

Últimos artigos

Psoríase – Tratamento natural

Psoríase Tratamento Natural Psoríase é uma doença de pele que pode ter grande impacto psicológico nos seus portadores. É uma doença autoimune que pode ter...

Doença Autoimune – Como identificar sinais de que você tem uma?

Doença Autoimune - Como identificar sinais de que você tem uma? Neste artigo vamos falar sobre o primeiro passo no diagnóstico de uma doença autoimune,...

Endometriose – Guia para um tratamento adequado

O que é Endometriose? Guia para um tratamento adequado Atualmente a endometriose ganhou atenção nas mídias e, infelizmente, ainda não é sobre o tratamento adequado...

Assine nosso newsletter e receba as últimas notícias direto em seu e-mail

spinner
loading...
error icon
redirect