Procedimentos cirúrgicos urológicos para tratamento de pedras aparentemente não aumentam a incidência de doença renal crônica (DRC), de acordo com novo estudo.

Trata-se de um trabalho retrospectivo observacional que incluiu 1340 pacientes diagnosticados com cálculos urinários, e dentre esses 33% foram submetidos a procedimentos urológicos para remoção de cálculos. Apesar de haver um aumento de risco para creatinina do sangue aumentada, da ordem de 49% , entre aqueles que foram operados; após ajustes de idade, sexo e comorbidades, isso não se traduziu em mais doentes renais crônicos. Os pesquisadores hipotetizam que o aumento da creatinina pode ser igualmente pela cirurgia em si como pela progressão da doença calculosa.
Então cirurgias podem proteger aqueles com doença calculosa mais significativa de sofrerem DRC.

É óbvio que para evitar que a coisa chegue no ponto de ter que operar são fundamentais hábitos saudáveis de vida, entre eles a alimentação adequada.

Por isso, se você tem interesse no tema não perca a aula ao vivo na minha página do Facebook na próxima quinta dia 28 de Julho as 21 horas. Vamos falar sobre a dieta adequada para quem tem tendência de cálculo urinário. Até lá.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.