Vitamina D e Covid-19 – Principais estudos recentes

Vitamina D e Covid-19 – Principais estudos recentes

Os principais estudos recentes sobre Vitamina D e Covid-19 são todos Fake news?

Quando publiquei em abril um dos primeiros estudos relacionando a mortalidade do COVID-19 com deficiência de vitamina D, fui censurado e classificaram como Fake News meu post.

O que é ou não fake news?

Quem decide se algo publicado é fake news ou não? Esse é um problema muito grave que estamos enfrentando não só com relação ao Coronavírus, mas no geral.

6 estudos sobre a vitamina D e Covid-19

Voltando para a vitamina D, vejam esses 6 estudos que separei.

Estudo 1 – Estudo brasileiro confirma o papel da vitamina D no combate ao coronavírus.

Pesquisa realizada pelo médico Thiago José Martins Gonçalves e equipe, da Prevent Senior, associou a falta do hormônio D no organismo aos casos graves de Covid-19.

A pesquisa mostrou que 94% dos pacientes intubados tinham níveis muito baixos de vitamina D.

O estudo foi feito com base em 176 pacientes tratados na rede da Prevent Senior.

FONTE: https://veja.abril.com.br/saude/estudo-brasileiro-confirma-o-papel-da-vitamina-d-no-combate-da-covid-19/

Estudo 2 – Meta-análise – The Role of Vitamin D in The Age of COVID-19: A Systematic Review and Meta-Analysis

Meta-análise de 16 estudos relacionados à vitamina D contendo 4.922 participantes concluiu que:

O nível sérico médio de 25-hidroxivitamina D era baixo em todos os pacientes com COVID-19, e a maioria deles (METADE) sofria de insuficiência de vitamina D.

Também foi descoberto que as comorbidades mais frequentes em pacientes com COVID-19 eram:

  • Hipertensão
  • Doenças cardiovasculares
  • Doença renal crônica
  • Diabetes
  • Obesidade
  • Doenças respiratórias

Que podem ser afetadas pela deficiência de vitamina D direta ou indiretamente.

FONTE: https://www.medrxiv.org/content/10.1101/2020.06.05.20123554v3.full-text

Estudo 3 – Cohort study to evaluate the effect of vitamin D, magnesium, and vitamin B12 in combination on progression to severe outcomes in older patients with coronavirus (COVID-19).

Uma combinação de suplementação de vitamina D / magnésio / vitamina B12 em pacientes idosos com COVID-19 foi associada a uma redução significativa na proporção de pacientes com evolução clínica grave que requerem suporte de oxigênio, suporte de terapia intensiva ou ambos.

Este estudo apoia outros ensaios clínicos randomizados maiores para verificar o benefício total desta combinação na melhoria da gravidade do COVID-19.

FONTE: https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0899900720303002

Estudo 4 – Vitamin D and survival in COVID-19 patients

A suplementação de vitamina D3 pode representar um tratamento eficaz, acessível e bem tolerado para o COVID-19.

Em conclusão, em pacientes idosos frágeis, a suplementação de vitamina D3 tomada durante ou antes do COVID-19 foi associada a doença menos grave e melhor taxa de sobrevivência.

Nenhum outro tratamento mostrou esse efeito protetor.

FONTE: https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S096007602030296X#fig0010

Estudo 5 – Vitamin D Treatment Is Associated with Reduced Risk of Mortality in Patients with COVID-19: A Cross-Sectional Multi-Centre Observational Study

O tratamento com vitamina D está associado à redução do risco de mortalidade em pacientes com COVID-19: um estudo observacional multicêntrico transversal.

Em conclusão, nas amostras de COVID-19 em paciente com insuficiência respiratória, eles detectaram uma prevalência notavelmente alta de deficiência de vitamina D.

Também associaram os níveis baixos de vitamina D com níveis elevados de IL-6 (que está ligada a tempestade de citocinas) e a gravidade da dificuldade respiratória e mortalidade maior, durante o curso da hospitalização, independentemente de outras comorbidades.

Eles também apoiam e acham de grande relevância uma possível suplementação para correção dos níveis de vitamina D para a redução da carga clínica de possíveis outros surtos futuros de infecção por SARS-CoV-2.

FONTE: https://papers.ssrn.com/sol3/papers.cfm?abstract_id=3690902

Estudo 6 – Vitamin D Status in Hospitalized Patients With SARS-CoV-2 Infection

Uma pesquisa científica publicada no periódico Journal of Clinical Endocrinology & Metabolism trouxe novas respostas sobre o papel da vitamina D no adoecimento por covid-19.

Os resultados mostram que baixos níveis da vitamina D foram mais frequentes em um grupo de 216 pacientes internados com a doença em comparação com 197 pessoas fora do hospital, sem registro da doença.

Mais precisamente, a deficiência de vitamina D foi constatada entre 82,2% das pessoas hospitalizadas, contra 47,2% no grupo chamado “controle” — usado para comparação.

FONTE: https://academic.oup.com/jcem/advance-article/doi/10.1210/clinem/dgaa733/5934827

Dr. Alain Dutrahttps://artigos.alainuro.com
Dr. Alain Dutra é médico urologista e aplica a Medicina Funcional, Integrativa e de Estilo de vida e princípios ortomoleculares.

More from author

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Outros Artigos

Últimos artigos

Cravo da índia – Auxilia a digestão e melhora o sistema imune

Cravo da índia - Auxilia a digestão e melhora o sistema imune O cravo da índia é o botão de flor extraído de uma árvore...

Novos Estudos da Ivermectina no combate ao COVID-19

Novos Estudos da Ivermectina no combate ao COVID-19 Novos estudos da Ivermectina, mostram uma meta-análise abrangendo 11 estudos controlados randomizados, conclui que o tratamento com Ivermectina...

Coenzima Q10 – Muito além da saúde do coração

Coenzima Q10 - Muito além da saúde do coração Coenzima Q10, também conhecida como "Coquedez" ou "Cokillten" em inglês, é um elemento essencial para muitas...

Assine nosso newsletter e receba as últimas notícias direto em seu e-mail

loading...