Protocolo Suíço para COVID-19 – Análises e considerações

Protocolo Suíço para COVID-19 – Análises e considerações

Protocolo Suíço foi criado por uma entidade de pesquisa independente da Suiça, chamada Swiss Policy Research, vem analisando os tratamentos disponíveis para o SARS-Cov-2.

Você vai descobrir o que eles recomendam acompanhando esse artigo ou assistindo o vídeo até o final.

Swiss Policy Research

O Swiss Policy Research, também conhecido pela sigla SPR, é uma entidade descrita como “um grupo de pesquisa independente, apartidário e sem fins lucrativos que investiga propaganda geopolítica nas mídias suíça e internacional”.

Essa entidade publicou vários artigos sobre o COVID-19 desde o início da pandemia. Seu foco consiste em usar estudos publicados, relatos de casos e testemunhos médicos reais para a elaboração de seus relatórios.

Eles chegaram a conclusão que o zinco, quercetina, hidroxicloroquina, bromexina, azitromicina e heparina são tratamentos com evidências científicas suficientes ou com múltiplos relatos médicos ao redor do Mundo para justificar o seu uso.

Hidroxicloroquina

A respeito especificamente sobre a hidroxicloroquina, os relatos dos médicos americanos são de que:

  • houve uma redução de 84% nas taxas de hospitalização.
  • uma redução de 50% nas taxas de mortalidade entre pacientes já hospitalizados (se tratados precocemente).
  • uma melhora na condição dos pacientes entre 8 a 12 horas.

Já os médicos italianos relataram uma redução nas mortes de 66%.

Bromexina

Os médicos iranianos que utilizam a bromexina, um medicamento que degrada muco, também disponível no Brasil, mas que não está disponível nos Estados Unidos, relataram em um estudo com 78 pacientes:

  • Redução nos tratamentos de terapia intensiva de 82%.
  • Uma redução nas intubações de 89%.
  • Redução nas mortes de 100%.

Os médicos chineses relataram uma redução de 50% nas intubações. O Cloridrato de Bromexina é um derivado sintético do princípio ativo vegetal vasicina.

Ele reduz a viscosidade do muco e ativa o epitélio ciliar, os pelinhos que facilitam a expulsão do muco, facilitando desta maneira o transporte e a eliminação da secreção.

Protocolo Suíço para COVID-19 

Eu vou reproduzir aqui o protocolo sugerido pelo órgão suíço, só não vou falar as doses, quem tiver interesse cheque o link com o artigo original no site mercola.com.

Sempre lembro de discutir com o seu médico antes de usar.

Eles não incluíram a ivermectina no protocolo deles, não sei dizer porque, e lembrando que esse protocolo é para se instituído o mais rápido possível no inicio dos sintomas, e não deve ser usado como prevenção ou profilaxia.

A justificativa para o protocolo é apoiada por dados de pesquisas anteriores envolvendo tratamentos que a SPR disse serem eficazes:

Segundo o órgão foi levado em consideração a eficácia:

  • Da hidroxicloroquina contra os primeiros coronavírusda SARS de 2003, foi estabelecida em 2005″.
  • O zinco no bloqueio da replicação do RNA dos coronavírus foi descoberta em 2010 por um dos maiores virologistas do Mundo, Ralph Baric.
  • O HCQ no apoio à captação celular de zinco foi descoberta em 2014 como parte da pesquisa do câncer.
  • De acordo com a eficácia do flavonóide quercetina em também ajudar o zinco entrar na célula, foi descoberto no mesmo ano de 2014.
  • Da bromexina no bloqueio da entrada de coronavírus nas células foi estabelecida em 2017.

O objetivo de tratar COVID-19 com os seis suplementos e medicamentos sugeridos é cortar o vírus pela raiz e evitar a hospitalização, diz a organização suíça.

Iniciar o protocolo assim que os sintomas surgirem é fundamental para prevenir a progressão da doença.

A ridicularização da hidroxicloroquina 

Você com certeza deve ter ouvido muitas notícias negativas sobre a hidroxicloroquina, muita ridicularização e associação dessa droga a figuras políticas polêmicas.

De maneira bastante idiota, se associou essa droga a visões políticas de direita ou esquerda.

As mídias nacional e internacional, por motivos totalmente políticos e com interesses particulares por trás, se concentraram somente em resultados negativos de estudos selecionados a dedo.

A SPR, no entanto, afirma, que esses estudos foram prejudicados por:

  • Um atraso na administração do medicamento.
  • Doses excessivas.
  • Dados distorcidos.
  • Contraindicações que foram ignoradas.

Em alguns casos, os estudos aparentemente foram feitos sob medida para provar que a droga não funciona.

A visão do Protocolo Suíço

De acordo com as notas que acompanham o protocolo, tanto a hidroxicloroquina como a quercetina, auxiliam na absorção celular do zinco e têm propriedades antivirais adicionais.

No tratamento de COVID-19, o uso de hidroxicloroquina e outros medicamentos e suplementos comuns tornou-se tão politizado que os pacientes podem acabar tendo negados tratamentos baratos e eficazes que foram estudados e considerados eficazes em várias investigações por todo o mundo.

Até o The Lancet, um periódico médico muito respeitado, se viu envolvido na desinformação do COVID-19, e teve que retratar pesquisas que afirmavam que a hidroxicloroquina não trazia benefícios.

Ainda assim, médicos respeitados não têm medo de falar sobre a eficácia da hidroxicloroquina. Olha que eu nem sou fã da hidroxicloroquina.

Visão do Dr. Alain Dutra

Publiquei um vídeo meses atrás alertando as pessoas para não usarem essa droga como forma de prevenção.

Continuo reforçando que zinco, quercetina, vitaminas C e D são as melhores alternativas naturais para prevenção, além da própria ivermectina.

Opiniões e estudos do Dr. Harvey Risch

Em um artigo de opinião na revista Newsweek, o Dr. Harvey Risch, da Escola de Saúde Pública de Yale, escreveu:

Quando a hidoxicloroquina é administrada muito cedo no curso da doença, antes que o vírus tenha tempo de se multiplicar além do controle, ela mostrou-se altamente eficaz, especialmente quando administrada em combinação com os antibióticos azitromicina ou doxiciclina e o suplemento nutricional de zinco.

Em 27 de maio, ele publicou um artigo no American Journal of Epidemiology (AJE), principal jornal de epidemiologia do mundo.

Nesse artigo ele analisou cinco estudos, demonstrando benefícios claros e significativos para os pacientes tratados, além de outros estudos muito grandes que mostraram a segurança do medicamento.

Em seu artigo, Risch cita estudos de hidroxicloroquina em clínicas e lares de idosos dos EUA, e ensaios no Brasil e na França que tiveram resultados positivos com poucas ou nenhuma morte.

Papel e importância do Zinco

Já o zinco é um mineral essencial com muitas funções no organismo, como um papel vital na imunidade, bem como na coagulação do sangue, divisão celular, saúde da tireoide, olfato e paladar, visão e cicatrização de feridas.

Ele pode efetivamente inibir a replicação de vírus em uma célula, mas precisa de “ionóforos” para transportá-lo para dentro da célula, onde ele luta contra os vírus.

Você também pode precisar tomar zinco diariamente porque o corpo não o armazena de forma significativa.

Tanto a hidroxicloroquina quanto a quercetina são ionóforos que introduzem o zinco nas células onde ele é necessário.

O zinco é tão básico no combate às infecções que algumas pesquisas sugerem que é o zinco, e não a hidroxicloroquina ou a quercetina, que faz o “trabalho pesado” de inibir a replicação viral quando administrados juntos.

Além de fortalecer o sistema imunológico por meio da ativação das células T do corpo, o zinco tem efeitos cognitivos e de melhora do humor.

Ele protege o hipocampo, estrutura cerebral, que está envolvida na depressão, emoção, memória e aprendizagem.

Também ajuda o cérebro a liberar BDNF, fator neurotrófico que neutraliza a inflamação do cérebro.

Sinais de que seus níveis de zinco estão baixos

Os sinais de que seus níveis de zinco estão baixos incluem:

  • Perda de apetite.
  • Sistema imunológico enfraquecido.
  • Metabolismo lento.
  • Cabelo ralo.

Eu falo mais sobre sinais de deficiência de zinco nesse vídeo

Protocolo Suíço – Benefícios da Quercetina

Já a quercetina é um anti-histamínico natural e pigmento antiinflamatório vegetal que estimula o sistema imunológico e ajuda a inibir a replicação viral, de acordo com algumas pesquisas.

A quercetina permite ao zinco exercer suas propriedades antivirais comprovadas.

No tratamento de COVID-19, a quercetina também pode:

  • Reduzir a inflamação.
  • Ajudar a limpar o muco.
  • Prevenir danos induzidos pelo ventilador mecânico.
  • Dar suporte a imunidade.

De acordo com pesquisas do Protocolo Suíço, a quercetina ajuda:

  • Combater a obesidade.
  • Diabetes tipo 2.
  • Disfunções circulatórias.
  • Inflamação crônica.
  • Transtornos do humor.
  • Ajuda até a baixar a pressão arterial.

Os pesquisadores do Protocolo Suíço descobriram que a quercetina pode desencadear a regressão de tumores e iniciar o processo de apoptose, a morte celular programada, sem a qual as células podem crescer ininterruptamente e se desenvolver em tumores.

Eu falo mais sobre quercetina nesse vídeo.

Deixe sua opinião nos comentários e não deixe de conferir os links na descrição, inclusive com as referências. 

36ba000bbef6eff0bba1f0259a77102f?s=96&r=g
Dr. Alain Dutrahttps://artigos.alainuro.com
Dr. Alain Dutra é médico urologista e aplica a Medicina Funcional, Integrativa e de Estilo de vida e princípios ortomoleculares.

More from author

5 COMENTÁRIOS

  1. Obg. Pelas dicas ,sou sócio da jolivi e venho fazendo uso dos suplementos e das orientações só não estava sabendo da quercetina que é que transporta o zinco pra dentro da célula , vou acrescentar ao meu combo pro imune . Abç.

  2. Dr, você é Fera! Que a Lei que a tudo e a todos criou e rege te proteja e lhe permita ter paz, saúde e sabedoria. Gratidão por ser tão bom a ponto de compartilhar teus conhecimentos que foram adquiridos com muito suor. Essa é a verdadeira caridade. Amo teu canal no Youtube. Seja feliz!

    • Bom dia. Muito obrigado por apoiar o canal e pelo seu comentário gentil ! São comentários como o seu que nos anima a manter esse intenso trabalho. Por favor compartilhe nos grupos de Facebook e Whatsapp. Grande abraço.

  3. Muito bo ler aqui informações relevantes e importantes, pardo muito com voce. E ja estou tomando a combo de suplementos e ivermectina na prevenção… so tenho duvidas sobre outros como a B12 e K2 7 e as crianças quais seriam os melhores suplementos , abs

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Outros Artigos

Últimos artigos

Como ficar muito tempo sentado pode afetar a sua saúde

Como ficar muito tempo sentado pode afetar a sua saúde Você passa muitas horas sentado? Você sabia que esse hábito pode lhe trazer inúmeros problemas...

Conheça os 6 tipos de Alzheimer

Conheça os 6 tipos de Alzheimer De acordo com dados atualizados, há uma estimativa de que existam 35,6 milhões de pessoas com Alzheimer no mundo,...

Acetilcolina e a importância para a função cerebral

Acetilcolina e a importância para a função cerebral Você tem tido dificuldade para se focar em algo? Ou anda se esquecendo de mais coisas do...

Assine nosso newsletter e receba as últimas notícias direto em seu e-mail

spinner
loading...
error icon
redirect