Mamografia versus Termografia

A detecção precoce do câncer de mama é uma das chaves para melhorar significativamente as taxas de sobrevivência.

O câncer de mama se desenvolve a partir de diversos fatores : genética, estilo de vida ruim, má alimentação, toxinas ambientais tudo isso levando a uma inflamação crônica que libera as citocinas inflamatórias. E no caso do câncer de mama a inflamação dos tecidos mamários leva a um aumento da carga estrogênica = formação de metabólitos do estrógeno que tem efeito cancerígeno.

A imagem da mamografia é obtida com o uso de um feixe de raios X, após a mama ser comprimida entre duas placas. O primeiro problema com as mamografias, de acordo com alguns médicos e pesquisadores, é que elas usam radiação ionizante em doses relativamente altas. As mamas são constituídas de tecido extremamente sensível às radiações e que podem modificar sua morfologia normal para uma de padrão canceroso sob o efeito das radiações ionizantes constantes.

A mamografia também comprime os seios com força, o que pode levar a uma perigosa disseminação de células cancerígenas, caso existam um cancro formado.

Um estudo norueguês, publicado em 2010, concluiu que a redução na mortalidade como resultado do rastreamento em exame de mamografia, era tão pequena a ponto de ser mínima – apenas 2,4 mortes por 100.000 pessoas/ano foram poupadas como resultado da triagem desse exame. Um outro estudo relatado no New England Journal of Medicine sugere que o aumento da conscientização e melhores tratamentos, em vez de mamografias, são a principal força na redução da taxa de mortalidade por câncer de mama e não os tantos exames de mamografia feitos anualmente.

Um estudo sueco em grande escala descobriu que a proporção de resultados falso-positivos na mamografia para câncer de mama foi particularmente alta em mulheres com menos de 50 anos de idade.

O exame de termografia é simples e completamente inofensivo. É tão seguro quanto tirar uma foto. O exame mede o calor infravermelho emitido pelo seu corpo e traduz essas informações em imagens térmicas. A termografia não requer compressão mecânica ou radiação ionizante, e pode detectar sinais de alterações fisiológicas devido à inflamação e/ou aumento do fluxo sanguíneo relacionado ao tumor de 8-10 anos antes que a mamografia.

Além de ajudar a fornecer avaliações de riscos relacionadas ao câncer de mama, a termografia é usada para rastrear mudanças em mulheres com condições fibrocísticas, infecções, alergias e até mesmo doenças cardiovasculares que afetam as artérias.

Um estudo publicado em 2009 no Journal of Medical Systems e no PubMed do National Institutes of Health relatou que a termografia auxiliada pelos sensores de software analítico é 94,8% precisa – ou quase duas vezes mais eficaz que a mamografia!

O que quero mostrar é que existem opções melhores de se prevenir o câncer de mama, com exames mais seguros (além da termografia, acompanhamento com o USG também em mulheres com menos de 50 anos), hábitos de vida saudáveis e menos exposição a toxinas. Também ter um intervalo maior entre um exame de mamografia e outro pode ajudar a evitar os possíveis danos pela radiação e erros do exame.

Não estou dizendo para vocês não fazerem a mamografia, mas para questionar seus médicos quanto a possibilidade de fazer exames mais seguros, ou mamografia mais espaçadas, principalmente se você tem menos de 50 anos.

http://edition.cnn.com/2011/HEALTH/05/02/mammogram.study/index.html?eref=rss_health&utm_source=feedburner&utm_medium=feed&utm_campaign=Feed%3A+rss%2Fcnn_health+%28RSS%3A+Health%29
https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/20452740
https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/20860502
https://www.radiologyinfo.org/en/news/target.cfm?id=401
http://junkscience.org/consumer/jan00/mammo.pdf
https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/8611781

https://artigos.alainuro.com/canal

#clinicahri #alimentaçaosaudavel #estilodevidasaudavel #dralaindutra #medicinaintegrativa #medicinafuncional #habitossaudaveis #ortomolecular #youtube #youtubesaude

36ba000bbef6eff0bba1f0259a77102f?s=96&r=g
Dr. Alain Dutrahttps://artigos.alainuro.com
Dr. Alain Dutra é médico urologista. Além dos aspectos tradicionais de uma consulta médica, busco avaliar a sua vida como um todo, para entender onde seus hábitos de vida (sejam esses alimentares, de exercícios ou níveis de estresse) estão contribuindo para o seu atual estado de saúde.

Mais Artigos Relacionados

Outros Artigos

Últimos artigos

Suplementos – Dicas de absorção, combinações e horários

Qual melhor horário para tomar suplementos? Dicas de absorção, combinações e horários Uma dúvida que sempre aflige as pessoas que começam a usar nutrientes é...

Deficiências Nutricionais – Conheça as 7 principais que causam fadiga

As principais deficiências nutricionais que causam fadiga Neste texto eu vou abordar as deficiências nutricionais que podem estar por trás da sua falta de energia,...

Tratamento da Tireoide e colágeno: qual é a conexão?

Tratamento da Tireoide e colágeno: qual é a conexão? O colágeno é um ótimo complemento a ser usado quando você está fazendo tratamento da tireoide,...

Assine nosso newsletter e receba as últimas notícias direto em seu e-mail

spinner
loading...
error icon
redirect