Tratamento natural para dor no nervo ciático

Tratamento natural para dor no nervo ciático

Você já sentiu aquela dor chata e muitas vezes incapacitante que sai da região lombar e percorre toda a perna?

A realidade é que muitas pessoas têm dores que se localizam na base da coluna por conta de uma hérnia de disco e que afetam o nervo ciático.

Agora, escute isso com muito cuidado. Você sabia que a dor no nervo ciático em alguns casos pode não ser causada por um problema de hérnia de disco?

A maioria das pessoas que têm este problema diz que a dor é insuportável e existem pessoas que não conseguem se beneficiar dos tratamentos tradicionais.

Mas, o que poucos sabem, é que existem tratamentos naturais que não são invasivos e que podem ajudar a reduzir a dor e melhorar a qualidade de vida.

Neste artigo, vou te passar várias dicas interessantes para que você melhore desses sintomas e o mais importante.

Vou alertar sobre a real origem da dor no nervo ciático.

A dor no nervo ciático percorre toda a perna…

Se você já sentiu aquela dor incômoda que surge no glúteo e se espalha na parte de trás da coxa e vai até os pés, então sabe do que estou falando.

Agora me conte, você já teve ou tem essa dor? Conta nos comentários sua experiência com a dor ciática, seja ela boa ou ruim. Quem sabe a sua experiências possa ajudar outras pessoas.

Pessoal, o objetivo deste artigo não é falar sobre o que é o nervo ciático ou o que é hérnia de disco.

Existem excelentes vídeos de profissionais de saúde no Youtube falando sobre este tema. Se você chegou até aqui, é porque você provavelmente tem ou conhece alguém que sofre de hérnia de disco ou de dores no nervo ciático.

Logo, você já deve conhecer estas definições e entender um pouco do assunto. O que quero te oferecer é um conhecimento diferente, principalmente com respeito a outras causas menos conhecidas de dor no nervo ciático e os tratamentos naturais disponíveis, especialmente se você sofre esse problema por longo tempo, ou cronicamente.

Característica da dor no nervo ciático

A dor no nervo ciático acomete a parte inferior das costas e bumbum, e se irradia para a coxa, podendo ser muito dolorosa.

Muitas vezes a dor não fica localizada na coluna, mas sim na coxa ou na panturrilha, podendo se estender até o pé.

A dor pode ser em forma de pontadas, queimação ou mesmo aquela sensação de formigamento e dormência e pode aparecer quando certos nervos ficam comprimidos na parte inferior das costas e ao longo de todo o nervo ciático, pois esse nervo é o maior nervo esquelético do corpo humano.

Ele é formado na pelve, nas raízes nervosas lombo-sacras (L4 a S3) e atravessa o quadril abaixo do músculo piriforme onde segue em direção ao membro inferior, sendo subdividido na região próxima ao joelho em nervo tibial e fibular.

Não dá pessoal, para viver com essa dor e abusar cronicamente de remédios analgésicos e anti-inflamatórios que podem trazer outros malefícios para o seu organismo.

Então vamos focar nos suplementos e tratamento naturais e também em achar a raiz da dor.

O que quero dizer com raiz da dor?

Quero dizer que existem causas menos frequentes da dor ciática, pois a dor pode ser também o resultado de, por exemplo, um sintoma de estreitamento do canal espinhal na coluna, ou estar relacionada à síndrome do piriforme que é um músculo da região do quadril, localizado numa área profunda da nádega e que se encontra próximo do nervo ciático.

Esse musculo quando é comprimido em demasia pela contratura ou se encontra em uma posição errada, pode apresentar sintomas semelhantes à dor no ciático. Pessoas que ficam muito tempo sentadas podem sofrer da síndrome do piriforme.

Ainda temos o nervo fibular localizado na altura do joelho na parte lateral da perna e que é a continuação do nervo ciático, que se divide em ramos superficial e profundo ao nível da perna.

Compressão nesse nervo pode ser confundida com ciático por conta de sintomas como dor e alteração de sensibilidade na lateral da perna e pé.

Causa menos frequente

Outra causa bem menos frequentes para a dor no nervo ciático é a infecção na coluna.

As infecções bacterianas da coluna vertebral ocorrem através do sangue e as infecções de pele e da urina são as principais vias de disseminação das bactérias para a coluna vertebral.

Os principais sintomas associados são:

  • Dor na região da coluna;
  • Febre baixa;
  • Fraqueza;
  • Dor irradiada para as pernas ou braços.

O tratamento dos casos mais leves é feito com antibióticos e nos casos mais graves pode ser necessária uma cirurgia.

Hérnia de disco

Então agora você me diz que no seu exame apareceu uma hérnia de disco e que você tem dores crônicas que não melhoram com nada.

Bem pessoal, realmente pode ser que sua dor venha da coluna, é o mais comum sim, mas a maioria dos adultos em algum momento vão apresentar protusão discal ou mesmo hérnia de disco na coluna, e uma boa parte não vão ter dores ou sintomas.

O que eu quero dizer é que mesmo que tenha dado no seu exame uma hérnia de disco, existe a possibilidade da sua dor ciática não ser exatamente desta hérnia, e sim de outras causas de compressão do nervo.

Tudo isso que acabei de falar mostra a importância de uma boa avaliação antes de tratar.

Atenção se você é mulher e tem dor crônica na coluna ou no nervo ciático!

Outra causa que está cada vez mais comum é a endometriose que pode afetar o nervo ciático. A endometriose é uma doença inflamatória ginecológica que acomete mulheres e que pode ser extremamente incapacitante,

Causa cólicas menstruais severas, dores abdominais, dores durante as relações sexuais, em alguns casos dores na coluna e nervo ciático e sintomas intestinais e urinários.

O endométrio é a mucosa que reveste o útero internamente e essa camada descama durante a menstruação e é reconstruída no ciclo menstrual seguinte para receber uma possível gestação.

Na endometriose acontece o crescimento desse tecido do endométrio fora do útero, e ele pode se alojar na região pélvica, nos ovários, bexiga, intestino e na coluna, inclusive pinçando o nervo ciático.

E como diferenciar se a dor vem de uma hérnia ou da endometriose?

Tem uma particularidade que as mulheres podem observar. Se sua dor ciática ou lombar inicia ou piora por volta de 2 dias antes da menstruação e se prolonga durante o período menstrual todo, pode ser um indicativo e você deve procurar um médico para avaliar.

Os sintomas da dor ciática que vem da endometriose são parecidos com o de uma compressão por hérnia de disco, como:

  • Dormência nas pernas;
  • Dor irradiada para pernas e coxas;
  • Cãibras nas pernas;
  • Cólica menstrual;
  • Deficiências motoras;
  • E até queda do pé.

É importante dizer que quando uma mulher é diagnosticada com hérnia de disco, não é regra que esta seja a causa da dor no nervo ciático, principalmente se for uma dor crônica que persiste por meses ou anos, que não melhora com tratamento e que piora no período menstrual, neste caso a endometriose pode ser a verdadeira causa raiz da dor.

Assista meu vídeo tratamentos naturais para a endometriose.

Tratamentos naturais da dor no nervo ciático

Agora vou focar no tratamento natural da dor do ciático, e sei que você está ansioso para essa parte.

Os medicamentos convencionais são muitas vezes necessários para aliviar a dor aguda, mas para o caso da dor crônica você deve tentar opções mais naturais e menos invasivas.

Isso para preservar seu estômago, fígado e rins, que são prejudicados por uso prolongado de analgésicos e anti-inflamatórios.

O tratamento natural também tem o potencial de evitar uma cirurgia, evitando assim o risco de danificar o nervo.

O tratamento natural também contribui para a melhora da imunidade, da amplitude de movimento e para a proteção contra lesões.

Vamos lá então para os tratamentos naturais através de técnicas e de suplementos que eu indico.

1 – Redução da inflamação geral do corpo

O primeiro deles tem a ver com a redução da inflamação geral do corpo. Muitas pessoas apresentam fatores de risco que podem contribuir para o aparecimento da dor ciática, como é o caso da obesidade, tabagismo, sedentarismo, altos níveis de estresse, ficar sentado por longos períodos de tempo ou ter idade avançada.

Todas estas condições aumentam o risco de que a pessoa desenvolva inflamação, o que dificulta a cicatrização de lesões e aumenta a dor.

O segredo para diminuir este processo inflamatório é fazer uma dieta rica em nutrientes e vitaminas essenciais, evitar alimentos inflamatórios, evitar a exposição às toxinas, fazer exercícios físicos, se expor ao sol e procurar dormir bem.

2 – Ajustes quiropráticos

Os ajustes quiropráticos na coluna ajudam a combater a dor e a piora na evolução do quadro.

A técnica atua diretamente no sistema neuro-músculo-esquelético. É importante conhecer o tipo de lesão para que um tratamento adequado através da quiropraxia seja realizado, então se você optar por esse tratamento sempre procure um profissional bem qualificado.

3 – Osteopatia, pilates ou a musculação

A osteopatia é uma técnica que faz uso da medicina tradicional para o diagnóstico de doenças, mas que utiliza a medicina alternativa para restabelecer o equilíbrio entre o corpo e a mente.

O profissional usa técnicas manuais parecidas com massagens para mexer nas articulações, nervos e músculos, conseguindo assim aliviar a dor e restabelecer a mobilidade da pessoa.

O pilates ou a musculação quando bem orientados pode ser uma opção interessante, isso após a melhora deste processo inflamatório que acomete o nervo ciático.

4 – Acupuntura e as massagens terapêuticas

Outro procedimento muito útil para o alívio da dor é a acupuntura e as massagens terapêuticas.

Acupuntura é uma técnica da medicina tradicional chinesa que faz uso de pequenas agulhas para abrir canais específicos do corpo e promover o fluxo natural de energia.

Trata-se de um procedimento reconhecido para o tratamento de dores crônicas de todos os tipos e é muito útil para aliviar as dores no nervo ciático.

A massagem terapêutica é uma abordagem holística que abre os músculos e tecidos, melhorando o fluxo de energia no corpo e facilitando a circulação sanguínea.

Justamente por isso combate e reduz a dor nas costas, relaxando os músculos e liberando diversas endorfinas saudáveis que atuam como analgésicos naturais.

Assista meu vídeo Bases da Acupuntura

5 – Ozonioterapia

A ozonioterapia, ou o tratamento feito à base do gás ozônio, funciona tanto quando aplicado no ponto de gatilho da dor, quanto quando aplicado mais profundamente, procedimento que somente o neurocirurgião ou ortopedista de coluna é capaz de realizar.

Um estudo verificou a eficácia da aplicação de ozônio para o tratamento da dor lombar durante 6 meses e concluiu que esta terapia foi mais eficiente que as demais, embora mais pesquisas sejam necessárias para esta confirmação.

Assista meu vídeo O que eles não querem que você saiba sobre Ozonioterapia – Bases do Tratamento

6 – Fisioterapia 

A fisioterapia é uma coisa que todos acabam fazendo em algum momento, é fundamental!

Mas, para quem tem dor crônica por meses ou anos, quando se fala em fazer novamente muita gente acaba perdendo a vontade porque acha que não resolve.

Bem, quero indicar um tipo de fisioterapia que parece ter muitos resultados positivos no tratamento de hérnia de disco e dor no ciático.

A fisioterapia usando o método Mckenzie pode ser útil para quem busca um método mais conservador de tratamento.

Trata-se de uma série de exercícios e posicionamentos que atuam diminuindo a irritação na raiz do nervo e reduzindo a dor.

O método procura tirar os sintomas das pernas e dos pés e centralizá-los na coluna lombar até a resolução completa do problema.

É preciso realizar também a correção da postura e diminuir a carga excessiva sobre as articulações.

O grande benefício é que esta técnica previne novas crises de hérnia de disco e pode ser feita em casa facilmente depois que você aprende.

Dica importante!

Você deve evitar permanecer sentado durante muito tempo porque isso pode piorar as dores nas costas, ciática e se for o caso, no musculo piriforme.

O ideal é alternar os períodos entre ficar sentado e deitado, fazendo pequenas caminhadas e melhorando sua postura.

Alguns alongamentos específicos e leves ajudam na questão da dor e melhoram a força muscular.

Se você estiver com dores, em crise, deve evitar fazer alongamentos. Quando você estiver fora da crise ciática, você pode fazer exercícios de alongamento na coluna e pernas, isso vai ajudar a evitar as crises.

7 – Fitoterapia

Com respeito à fitoterapia, posso indicar os seguintes tratamentos naturais:

Garra-do-diabo

A garra-do-diabo, ou harpago, é uma planta medicinal muito utilizada para tratar artrite, reumatismo e dores na região da coluna lombar, especialmente porque tem forte efeito anti-inflamatório e analgésico.

Realmente a garra-do-diabo pode melhorar a dor, mas não é indicado se você tem problemas de gastrite ou ulceras.

Assista meu vídeo Conheça um dos meus segredos para se livrar da dor e inflamação naturalmente – Garra do Diabo

Salgueiro branco

O salgueiro branco é uma planta rica em salicina, que é uma substância natural similar ao principal ingrediente da aspirina, e apresenta forte propriedade analgésica e anti-inflamatória, sendo utilizada para tratar dores e problemas inflamatórios de origem muscular.

Cúrcuma ou açafrão

A cúrcuma ou açafrão contém curcumina, um excelente antioxidante e anti-inflamatório, bastante importante para reduzir o processo inflamatório.

Eu geralmente indico altas doses de curcumina para pacientes que estão em crise de dores. Existe também nas farmácias o medicamento Motore que é a base de curcumina.

Gengibre

O gengibre é interessante porque possui ação anticoagulante, vasodilatadora, analgésica e anti-inflamatória, capaz também de ajudar a aliviar as dores relacionadas ao nervo ciático.

Assista meu vídeo PODEROSOS benefícios da ÁGUA DE GENGIBRE e como preparar!

Alho

O alho tem uma substância conhecida pelo nome de alicina, responsável pelas principais propriedades terapêuticas como o combate a vírus, fungos, bactérias, a melhora do sistema circulatório.

Tem também ação anti-inflamatória, bastante útil no caso de doenças inflamatórias ou crônicas.

Assista meu vídeo as fantásticas propriedades do alho

Boswellia serrata

Indico também a Boswellia serrata, um anti-inflamatório natural excelente para combater dores articulares e inflamações crônicas diversas no organismo.

Uma formulação interessante para dor e inflamação é manipular a curcumina, gengibre, junto com magnésio e Boswellia Serrata.

Assista meu vídeo Boswellia: Essa planta anti-câncer reduz a dor/inflamação e trata doenças autoimunes

Deficiências de vitaminas

Sobre as vitaminas, a deficiência de B1, B2 e B12 pode causar um quadro pior de dor no nervo ciático.

Por exemplo, a vitamina B1 evita danos na bainha de mielina que é a “capa” protetora dos nervos e a vitamina B12 atua na formação da mielina.

Ou seja, a falta de mielina prejudica a transmissão dos impulsos elétricos.

Por isso, recomendo a ingestão de alimentos ricos em vitaminas do complexo B como:

  • Carnes em geral;
  • Fígado;
  • Nozes;
  • Cogumelos;
  • Queijos;
  • Ovos;
  • Peixes;
  • Vegetais verdes.

Se preferir ingerir suplemento em cápsula do complexo B, sempre prefira as formas metiladas das vitaminas porque são mais facilmente absorvidas pelo organismo.

A vitamina B1, na forma de benfotiamina, e a vitamina B12, na forma de metilcobalamina, são as mais indicadas.

Que mais você pode fazer?

Magnésio

A ingestão de magnésio ajuda bastante na diminuição dos sintomas, pois atua regulando a função nervosa e aliviando as dores musculares.

Assista meu vídeo Qual é o melhor tipo de magnésio para o meu problema? Conheça 10 tipos.

Colágeno

O colágeno, que pode ser obtido a partir de cápsulas ou de caldo de ossos, é interessante porque contribui para a formação dos tendões, cartilagens, e ligamentos das articulações, evitando assim o contato com os ossos e seu consequente desgaste.

Ômega 3

Já o ômega 3 tem ação anti-inflamatória, além de ajudar a controlar os níveis de colesterol. Acho bem interessante para uso a longo prazo para ajudar na inflamação crônica do corpo.

Assista meu vídeo 15 sinais de que seu corpo está com falta de ômega 3.

Baixas doses de naltrexona (LDN)

Existe ainda o tratamento de baixas doses de naltrexona, mais conhecido por LDN, que é um medicamento antigo capaz de diminuir a inflamação e a dor, principalmente se você tiver alguma doença autoimune em conjunto com a artrite.

Ácido alfa lipóico

O ácido alfa lipóico pode ser usado para neutralizar os radicais livres porque atua como um poderoso antioxidante e anti-inflamatório.

Ele é muito utilizado para tratar casos de neuropatia que é uma disfunção geral do nervo, além de atuar no ciclo de produção de energia dentro das mitocôndrias.

Assista meu vídeo Ácido alfalipóico – o antioxidante detox que é amigo do seu fígado

Referências

  • https://drricardoteixeira.com.br/espondilodiscite-infeccao-da-coluna-vertebral/
  • https://fernandoguastella.com.br/endometriose-no-nervo-ciatico/
  • https://draxe.com/health/sciatic-nerve-pain/
  • https://www.tuasaude.com/harpago/
  • https://youtu.be/wU0PIeviKj0
  • https://www.tuasaude.com/salgueiro
  • https://www.tuasaude.com/gengibre/
  • https://namu.com.br/portal/alimentacao/suplementos/vitamina-b12-qual-e-importancia-e-onde-encontra-la/
  • https://www.robertofrancodoamaral.com.br/blog/acido-alfa-lipoico
  • https://nootriment.com/pt/alpha-lipoic-acid-neuropathy/
  • https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0034709418305853
  • https://cristianelage.com.br/2019/03/20/tratamento-da-hernia-de-disco-lombar-com-o-metodo-mckenzie/
  • https://www.tuasaude.com/omega-3/
36ba000bbef6eff0bba1f0259a77102f?s=96&r=g
Dr. Alain Dutrahttps://artigos.alainuro.com
Dr. Alain Dutra é médico urologista. Além dos aspectos tradicionais de uma consulta médica, busco avaliar a sua vida como um todo, para entender onde seus hábitos de vida (sejam esses alimentares, de exercícios ou níveis de estresse) estão contribuindo para o seu atual estado de saúde.

Mais Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Outros Artigos

Últimos artigos

Intestino preso – O que fazer?

Intestino preso - O que fazer? Esse artigo é super prático. Você vai conhecer em poucos minutos, medidas para acabar com o intestino preso de...

Cogumelos medicinais – Os cinco melhores e seus efeitos na saúde

Cogumelos medicinais - Os cinco melhores e seus efeitos na saúde Durante séculos, várias culturas ao redor do mundo usaram cogumelos para fins medicinais. Pesquisas mais...

Alimentos processados, fortificados e enriquecidos

Alimentos processados, fortificados e enriquecidos Sabemos que estamos vivendo uma epidemia de carência de várias vitaminas e minerais, isso está também causando sintomas e doenças,...

Assine nosso newsletter e receba as últimas notícias direto em seu e-mail

spinner
loading...
error icon
redirect