Você já ouviu falar sobre o ciclo das sementes?

Você já ouviu falar sobre o ciclo das sementes?

Você já ouviu falar sobre o ciclo das sementes? É uma teoria que relaciona a ingestão de sementes de acordo com a fase do ciclo menstrual em que a mulher se encontra.

Como as sementes possuem vitaminas, ácidos graxos e fitoestrógenos do bem, estes nutrientes podem atuar diretamente na produção de certos hormônios dependendo da fase do ciclo menstrual.

Quais são as mais utilizadas dentro do ciclo das sementes?

As sementes mais utilizadas para esta finalidade são as seguintes:

  1. Sementes de abóbora, que contém muitos minerais, zinco, triptofano e magnésio;
  2. Sementes de gergelim, que regulam o equilíbrio hormonal e promovem o metabolismo dos hormônios sexuais;
  3. Sementes de linhaça, que são ricas em lignanas;
  4. Sementes de girassol, ricas em coumestrol.

Ou seja, a ingestão de algumas sementes traz como benefício a manutenção do equilíbrio hormonal do ciclo menstrual da mulher.

Como é dividido o ciclo menstrual da mulher e o consumo dessas sementes?

Com relação a este ciclo menstrual da mulher, ele é dividido em fase folicular e fase lútea. Em cada uma dessas fases são ingeridas diferentes sementes.

Do primeiro dia de menstruação até o dia 14, quando ocorre a ovulação, o corpo começa a aumentar a produção dos hormônios folículo estimulante (FSH) e luteinizante (LH) que servem para a formação do óvulo.

Esta fase inicial é chamada de folicular e tem predominância estrogênica.

Em contrapartida, a fase lútea, que se inicia no dia 14 e dura até a próxima menstruação, ou dia 28, tem maiores níveis do hormônio progesterona, pois o corpo está sendo preparado para a gestação.

Fase folicular

Como na fase folicular os níveis de progesterona são menores, recomenda-se o consumo de sementes de abóbora nos primeiros 14 dias do ciclo, já que elas favorecem o processo de formação de testosterona, contribuem para a melhora do humor e atuam na produção de melatonina.

As sementes de linhaça e chia podem ser também usadas, pois contém gorduras poli-insaturadas que ajudam na formação de hormônios, além de possuírem ação anti-inflamatória e reguladora sobre o corpo.

Pode-se consumir uma colher de sopa de sementes de linhaça e outra de abóbora nesta fase do ciclo menstrual.

Fase lútea

Já na fase lútea, compreendida entre os dias 14 e 28 do ciclo menstrual, os níveis de estrogênio começam a diminuir enquanto os níveis de progesterona começam a aumentar.

Nesta fase, uma semente bastante utilizada é o gergelim, pois ajuda a evitar o excesso de estrogênio.

Outra opção é a semente de girassol que parece atuar nos níveis de progesterona, contribuindo para o equilíbrio das flutuações hormonais.

Nesta fase do ciclo, pode-se ingerir uma colher de sopa de sementes de gergelim e outra de girassol.

Ciclo das sementes – Como consumir corretamente?

Sempre lembrando que as sementes devem ser consumidas cruas, frescas ou moídas em qualquer uma das fases do ciclo menstrual.

Os benefícios do consumo das sementes servem para aliviar os sintomas específicos de cada fase do ciclo menstrual.

Outra possibilidade é a ingestão de sementes para mulheres que tenham uma menstruação irregular.

Os fitoestrogênios, ômega 3 e o ácido oleico das sementes otimizam o equilíbrio hormonal e ajudam a reduzir os sintomas pré-menstruais e inflamatórios, harmonizando o hipotálamo com a hipófise e o ovário.

Existem relatos de efeitos benéficos para mulheres que se encontram na pós-menopausa, pois o ciclo das sementes ajudaria na questão da osteoporose e reduziria as ondas de calor relacionadas ao climatério.

A comprovação dos efeitos relacionados ao ciclo das sementes ainda carece de mais estudos.

De qualquer forma, como são alimentos saudáveis, certamente podem ser inseridos de maneira equilibrada dentro de qualquer dieta adotada.

Na dúvida, procure sempre seu médico de confiança, especialmente se apresentar problemas em seu ciclo menstrual ou sangramentos anormais.

Ciclo das Sementes - Fases
MATERIAIS EXTRAS

Depressão e TPM ? Conheça uma opção natural de tratamento

O REMÉDIO MAIS BARATO DO MUNDO – CONTRA A INFLAMAÇÃO CRÔNICA

Modulação hormonal feminina

Referências

 

36ba000bbef6eff0bba1f0259a77102f?s=96&r=g
Dr. Alain Dutrahttps://artigos.alainuro.com
Dr. Alain Dutra é médico urologista. Além dos aspectos tradicionais de uma consulta médica, busco avaliar a sua vida como um todo, para entender onde seus hábitos de vida (sejam esses alimentares, de exercícios ou níveis de estresse) estão contribuindo para o seu atual estado de saúde.

Mais Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Outros Artigos

Últimos artigos

Alimentos processados, fortificados e enriquecidos

Alimentos processados, fortificados e enriquecidos Sabemos que estamos vivendo uma epidemia de carência de várias vitaminas e minerais, isso está também causando sintomas e doenças,...

Benefícios da Taurina – Conheça esse incrível aminoácido

Benefícios da Taurina - Conheça esse incrível aminoácido Provavelmente você já ouviu falar nos benefícios da Taurina. Hoje eu vou contar, através de estudos e minha...

Lugol – Tenho Tireoidite de Hashimoto, posso tomar?

Lugol - Tenho Tireoidite de Hashimoto, posso tomar? Se você já fez alguma pesquisa sobre doenças da tireoide, sabe que o iodo é um nutriente...

Assine nosso newsletter e receba as últimas notícias direto em seu e-mail

spinner
loading...
error icon
redirect