Biotina – Propriedades, benefícios e problemas com insuficiência

Biotina – Propriedades, benefícios e problemas com insuficiência

A Biotina (vitamina B7) faz parte do complexo de vitaminas B – um grupo de nutrientes essenciais necessários para as funções metabólicas, nervosas, digestivas e cardiovasculares saudáveis.

O que é a Biotina?

A biotina é uma vitamina solúvel em água que atua como uma coenzima necessária para o metabolismo de ácidos graxos, aminoácidos e glicose, o que significa que uma quantidade suficiente deve estar presente para converter e usar os macronutrientes (gorduras, proteínas e carboidratos) que consumimos de nossas dietas.

Ela também é usado na produção de hormônios e colesterol.

O colesterol é necessário nas quantidades certas para uma boa saúde.

Seu corpo usa colesterol todos os dias para sintetizar hormônios e vitamina D, criar membranas celulares e a bainha de mielina, que circunda as células nervosas. 

A importância da vitamina B7 e os problemas da insuficiência

Sem biotina adequada, seu corpo não consegue produzir colesterol suficiente para essas importantes funções. 

A insuficiência dessa vitamina B é mais rara do que outras deficiências nutricionais, mas ainda pode ocorrer.

Como o corpo não a armazena, sua ingestão deve ser sempre constante. Alguns dos sinais comuns de insuficiência de biotina incluem:

  • Perda de cabelo;
  • Unhas quebradiças;
  • Erupção vermelha e escamosa ao redor dos olhos, nariz, boca e órgãos genitais;
  • Depressão;
  • Perda de apetite ou náuseas;
  • Formigamento nas extremidades;
  • Dormência;
  • Alucinações.

Causas mais comuns de deficiência

Algumas das causas mais comuns de deficiência de biotina incluem:

  • Alcoolismo;
  • Gravidez;
  • Tomar medicamentos anticonvulsivantes;
  • Diminuição da absorção intestinal, doença inflamatória intestinal, SIBO, doença celíaca, disbiose;
  • Uso prolongado de antibióticos que podem danificar a flora intestinal;
  • Fumar;
  • Tomar certos medicamentos como os prazóis;
  • Tomar doses muito altas de outras vitaminas B, como ácido pantotênico / vitamina B5;
  • Não comer alimentos contendo biotina suficientes (embora isso raramente seja uma causa direta).

Outras causas mais incomuns de deficiência de biotina é comer muitos ovos crus, especialmente as claras de ovos cruas, que contêm um tipo de proteína que se liga à biotina e a torna indisponível.

Essa proteína é desnaturada através do cozimento, e é por isso que comer ovos cozidos não é um fator de risco para a falta de biotina.

Biotina e saúde dos cabelos e unhas 

Biotina e saúde dos cabelos e unhas 

Apesar da falta de pesquisas para apoiar a ideia de que a biotina pode ajudar a combater a perda de cabelo ou melhorar a saúde da pele e unhas em todos, ela é usada a anos para esses fins. 

Estudos publicados em 2016 e 2017 incluíram resultados relacionados ao uso da biotina para ajudar na queda de cabelo.

Mas, esses estudos comprovaram que o uso da Biotina teve eficácia quando usado em pessoas com deficiência e não em todos os casos.

No estudo publicado em 2016, os pesquisadores avaliaram pacientes do Centro de Dermatologia e Doenças Capilares que chegaram com queixas de queda de cabelo.

Eles descobriram que 38% das mulheres também tinham deficiência de biotina, e essas foram beneficiadas com a melhora da queda usando a biotina.

Porque a Biotina é importante na saúde capilar e das unhas?

Ela pode melhorar o crescimento do cabelo e ajudar na inflamação. O folículo piloso, a pele e as unhas podem também se beneficiar.

A biotina é importante para a formação da queratina, proteína que faz parte da estrutura dos cabelo e das unhas. Portanto, quando há uma carência de biotina, os cabelos e unhas tornam-se mais frágeis e quebradiços.

Se seu cabelo está caindo, muitas vezes algo está errado no seu corpo ou na sua situação de vida, a biotina pode auxiliar em alguns casos, mas isoladamente e sem saber a causa primária, pode não trazer benefícios

Na queda de cabelo, deve-se investigar

Desnutrição por doenças como:

Todas também estão ligadas à perda de cabelo.

Outras razões para a perda de cabelo podem incluir um grande estresse, efeitos colaterais de alguns medicamentos, outras doenças crônicas e infecção fúngica do couro cabeludo.

Biotina e Esclerose Múltipla (EM)

Biotina e Esclerose Múltipla

A esclerose múltipla (EM) é uma doença autoimune caracterizada por danos progressivos à bainha de mielina ao redor das fibras nervosas (axônios) e perda neuronal no cérebro e na medula espinhal dos indivíduos afetados.

A deficiência de ATP devido à disfunção mitocondrial e aumento do estresse oxidativo pode ser, parcialmente, responsável pela degeneração progressiva dos neurônios na EM.

Dado seu papel no metabolismo intermediário e na síntese de ácidos graxos (necessário para a formação de mielina), está sendo estudado que a biotina pode exercer efeitos benéficos que limitariam ou reverteriam deficiências funcionais associadas à Esclerose Múltipla.

Vários dos sintomas de insuficiência de biotina são de natureza neurológica.

Os pesquisadores também sugerem que a suplementação de biotina pode ser útil no tratamento da Esclerose Múltipla (EM). 

Como a Biotina é também usada na produção de hormônios e colesterol, consequentemente importante para a produção de vitamina D, que é extremamente importante nas doenças autoimunes.

A biotina também é crucial no desenvolvimento da bainha de mielina, que é danificada ou destruída na EM. 

Em um estudo, os cientistas concluíram que dados preliminares sugerem que altas doses de biotina podem ter impacto na progressão na EM.

Dr. Bruce Cree é neurologista da Universidade da Califórnia em São Francisco, comentou um estudo de um tratamento com biotina de grau farmacêutico para a EM.

Eles usaram uma formulação oral altamente concentrada de biotina conhecida como MD1003, que está atualmente sob mais estudos clínicos, como tratamento para esclerose múltipla progressiva primária e secundária e acredita-se que tenha efeitos pró-mielogênicos podendo aumentar o fornecimento de energia para a transmissão dos impulsos nervosos.

Biotina e Tireoide

Biotina e Tireoide

A biotina desempenha um papel na função metabólica e no metabolismo de carboidratos e aminoácidos. A quebra desses nutrientes, ajuda a criar energia e a carência dessa vitamina também pode prejudicar a tireoide. 

No hipotireoidismo autoimune (Hashimoto), sempre ocorre junto a uma inflamação no corpo.

A inflamação coloca as adrenais para trabalharem em excesso, podendo esgotar nossas reservas de biotina, assim como de vitamina C

A biotina é uma vitamina importante para muitas funções corporais, e foram encontradas deficiências que causam perda de cabelo em paciente com hipotireoidismo.

A biotina também pode ajudar com fadiga adrenal e síndrome fúngica, muito comum em portadores de Hashimoto.

Mas, deve-se observar que alguns estudos mostraram que a suplementação de biotina pode interferir em alguns exames da tireoide, fazendo parecer que a pessoa tem doença de Graves e hipertireoidismo, quando não. 

Relatos de casos de pessoas em uso de biotina e com baixo exame de TSH, alto nível de T4, alto de T3 e elevados de anticorpos anti-receptor de TSH (na ausência de hipertireoidismo ou sintomas de Graves) foram relatados. 

Os valores do laboratório normalizam após 7 dias de interrupção da biotina.

Entenda que a biotina não causa hipertireoidismo, ela apenas pode interagir com os exames de laboratório de uma maneira que pode ter uma falsa aparência de hipertireoidismo.

Se você for fazer um exame da tireoide, pule a biotina por pelo menos 48 horas antes do exame para garantir que o suplemento não interfira nos resultados.

Onde encontramos biotina na alimentação?

Existem duas formas de biotina encontradas nos alimentos. A primeira é a biotina encontrada nas plantas. A segunda é ligado às proteínas em alimentos de origem animal. 

Os alimentos ricos em biotina das plantas incluem:

  • Amêndoas;
  • Sementes de girassol;
  • Espinafre;
  • Brócolis;
  • Cenouras;
  • Cebolas;
  • Couve-flor;
  • Batata-doce.

A biotina ligada à proteína é encontrada em:

  • Gema de ovo orgânico e caipira
  • Fígado
  • Leite cru orgânico
  • Frutos-do-mar 

Uma das melhores fontes de biotina é a gema de ovo caipira cozido

FONTES E REFERÊNCIAS

Dr. Alain Dutrahttps://artigos.alainuro.com
Dr. Alain Dutra é médico urologista e aplica a Medicina Funcional, Integrativa e de Estilo de vida e princípios ortomoleculares.

More from author

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Outros Artigos

Últimos artigos

Açafrão – 12 usos para saúde, pele e cabelo, guia com receitas!

Açafrão - 12 usos para saúde, pele e cabelo, guia com receitas!!! Comece a ingerir açafrão da terra todos os dias. Ele é também conhecido como...

Contaminação por Chumbo – Quão ruim é o chumbo para saúde humana?

Contaminação por Chumbo Quão ruim é o chumbo para saúde humana? Antes de responder vamos falar um pouco de história. Fatos históricos Pesquisas revelaram grandes concentrações de...

Vitamina D e Covid-19 – Principais estudos recentes

Vitamina D e Covid-19 - Principais estudos recentes Os principais estudos recentes sobre Vitamina D e Covid-19 são todos Fake news? Quando publiquei em abril um...

Assine nosso newsletter e receba as últimas notícias direto em seu e-mail

loading...