Aminoácidos essenciais e não essenciais – Porque são importantes?

Aminoácidos essenciais e não essenciais – Porque são importantes?

Os aminoácidos essenciais e não essenciais são muito importantes para a vida humana. Poderíamos dizer que são os “tijolos” com os quais são construídas as proteínas.

O nosso organismo é composto por cerca de 250 mil proteínas diferentes. Estas proteínas são formadas por apenas 20 aminoácidos. O nosso corpo é capaz de fabricar só 11 deles (aminoácidos não essenciais).

Os 9 aminoácidos essenciais não podem ser sintetizados pelo corpo, o que significa que devemos obtê-los de fontes de alimentos para ajudar a atender às nossas necessidades.

Obter uma boa variedade de aminoácidos da nossa dieta é essencial para mantermos nossa saúde geral.

Qualquer deficiência de um desses principais aminoácidos essenciais pode causar sérios efeitos colaterais que afetam quase todos os aspectos da saúde, incluindo função imunológica, massa muscular, apetite e muito mais.

Aminoácidos essenciais e não essenciais – Conheça os 9 essenciais e suas funções

01 – Lisina

A Lisina que é necessária para o crescimento e reparação de tecidos, bem como para a produção de vários hormônios, proteínas e enzimas.

02 – Leucina

A Leucina que está envolvida na síntese de proteínas, cicatrização de feridas, controle do açúcar no sangue e metabolismo.

03 – Isoleucina

A Isoleucina que auxilia na desintoxicação, função imunológica e excreção hormonal.

04 – Triptofano

O Triptofano que aumenta os níveis de serotonina, um neurotransmissor que regula o humor, a dor, o apetite e o sono.

05 – Fenilalanina

A Fenilalanina que ajuda a produzir outros aminoácidos e neurotransmissores como dopamina e norepinefrina.

06 – Treonina

A Treonina que forma a base de tecidos conjuntivos como colágeno e elastina.

07 – Valina

A Valina que suporta função cerebral, coordenação muscular e está envolvida na produção de energia.

08 – Histidina

A Histidina é essencial para produzir histamina, um neurotransmissor vital para a resposta imune, além de atuar na digestão, nas funções sexuais e nos ciclos de sono.

Ele é fundamental para manter a barreira que protege os neurotransmissores, chamadas de Bainha de Mielina.

09 – Metionina

A Metionina que mantém a pele elástica e ajuda a fortalecer os cabelos e unhas.

Como obter os aminoácidos essenciais?

A melhor maneira de obtermos todos estes aminoácidos essenciais é incluir uma ampla gama de alimentos ricos em aminoácidos na nossa dieta.

Proteínas comuns como carne, peixe, aves, ovos e laticínios são algumas das principais fontes essenciais de aminoácidos e tipicamente consideradas proteínas completas, pois elas contêm todos os aminoácidos essenciais.

Os vegetarianos podem consumir quinoa, trigo sarraceno e alimentos fermentados de soja que também são considerados proteínas completas.

Se seguirmos uma dieta bem equilibrada, podemos obter todos os aminoácidos essenciais que precisamos.

Tente incluir na sua dieta os seguintes alimentos:

Assista meu vídeo os top alimentos/suplementos

Os aminoácidos essenciais podem ajudar a:

  • Promover a perda de peso;
  • Preservar a massa muscular;
  • Melhorar o desempenho do exercício;
  • Promover um melhor sono;
  • Melhorar seu humor.

Você vai ignorar todos estes benefícios?

Aminoácidos essenciais e não essenciais – Conheça os 11 não essencial e suas funções

Já os aminoácidos não essenciais são aqueles que podem ser sintetizados pelo corpo e são diferentes dos aminoácidos essenciais que são obtidos a partir dos alimentos.

O termo não essencial não quer dizer que estes aminoácidos são menos importantes. O nosso corpo é capaz de criá-los bem por conta própria, se tudo estiver indo bem no nosso, não precisamos obtê-los a partir de uma fonte externa.

Os aminoácidos não essenciais são:

01 – Alanina

Durante o exercício, o tecido muscular se rompe e toxinas são liberadas. A alanina trabalha para remover estas toxinas para que o fígado seja capaz de metabolizá-las e eliminá-las do nosso corpo. Ela também pode ajudar a manter os níveis de colesterol sob controle.

02 – Arginina

A Arginina estimula a função imunológica, combate a fadiga e otimiza a saúde do coração.

03 – Asparagina

A asparagina ajuda o sistema nervoso a manter seu equilíbrio. Ela também atua como um desintoxicante no sistema e regula o metabolismo.

04 – Ácido aspártico

O ácido aspártico ajuda a elevar os níveis metabólicos. Devido ao seu efeito na energia celular, às vezes é usado para combater a fadiga e a depressão. Ele também atua como um sintetizador para outros aminoácidos.

05 – Cisteína

A cisteína funciona como desintoxicante no corpo, mas também atua como um antioxidante, combatendo os radicais livres.

Além de fortalecer o revestimento estomacal e ser essencial para cabelos, pele e unhas saudáveis.

06 – Glutamina

Auxilia também na produção de glutationa. A glutamina é o aminoácido mais abundante na corrente sanguínea.

A função cerebral adequada e a digestão requerem glutamina, assim como o sistema imunológico.

Assista meu vídeo sobre Glutamina e imunidade. Tudo o que você precisa saber.

07 – Glutamato

O glutamato é o aminoácido mais abundante no sistema nervoso central.

Além disto, atua no desenvolvimento neural, na plasticidade sináptica, no aprendizado, na memória e possui papel fundamental no mecanismo de algumas doenças neurodegenerativas.

08 – Glicina

A glicina fornece glicose benéfica que o nosso corpo precisa para energia. É essencial para o crescimento e função celular adequados, e para a saúde digestiva.

A glicina compõe uma grande porção de colágeno que ajuda a pele a manter sua elasticidade e propriedades curativas.

09 – Prolina

Este aminoácido ajuda na regeneração da pele e ajuda a reduzir a flacidez, além de ajudar a manter músculos e articulações flexíveis.

10 – Serina

Também derivado da glicina, a serina é essencial para a função cerebral. Ela é encontrada em todas as membranas celulares e auxilia na formação muscular e na saúde imunológica.

11 – Tirosina

A tirosina ajuda a sintetizar hormônios da tireoide, melanina e epinefrina. Pode ajudar a melhorar o humor, aprimorar o foco e aumentar a atenção, diminuir a ansiedade e a insônia, melhorar o rendimento durante treinos e reduzir a fadiga.

Como obter os aminoácidos não essenciais?

Embora estes aminoácidos não essenciais estejam disponíveis em um corpo humano saudável, eles também podem ser encontrados em alimentos integrais como nozes, grãos, carnes, frutas e vegetais, ou podem ser adicionados ao corpo através de suplementos caso haja uma deficiência, ou para tratar alguma condição de saúde.

IMPORTANTE:

A suplementação não deve ser feita sem indicação ou acompanhamento médico. Uma alimentação saudável e balanceada é sempre melhor para a nossa saúde em geral.

MATERIAIS EXTRAS

VÍDEO – Colágeno: Conheça o mineral fundamental para a sua formação

VÍDEO – 8 MELHORES SUPLEMENTOS PARA BELEZA E SAÚDE APÓS OS 40

VÍDEO – Os analgésicos naturais mais eficazes

ARTIGOS

  1. Tireoide FAQ – As principais dúvidas sobre saúde da Tireoide!
  2. Deficiência de Vitamina B12 – Como reverter e problemas mais comuns
  3. LDN Naltrexona em baixas doses trata doenças autoimunes e câncer
36ba000bbef6eff0bba1f0259a77102f?s=96&r=g
Dr. Alain Dutrahttps://artigos.alainuro.com
Dr. Alain Dutra é médico urologista. Além dos aspectos tradicionais de uma consulta médica, busco avaliar a sua vida como um todo, para entender onde seus hábitos de vida (sejam esses alimentares, de exercícios ou níveis de estresse) estão contribuindo para o seu atual estado de saúde.

Mais Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Outros Artigos

Últimos artigos

Alimentos processados, fortificados e enriquecidos

Alimentos processados, fortificados e enriquecidos Sabemos que estamos vivendo uma epidemia de carência de várias vitaminas e minerais, isso está também causando sintomas e doenças,...

Benefícios da Taurina – Conheça esse incrível aminoácido

Benefícios da Taurina - Conheça esse incrível aminoácido Provavelmente você já ouviu falar nos benefícios da Taurina. Hoje eu vou contar, através de estudos e minha...

Lugol – Tenho Tireoidite de Hashimoto, posso tomar?

Lugol - Tenho Tireoidite de Hashimoto, posso tomar? Se você já fez alguma pesquisa sobre doenças da tireoide, sabe que o iodo é um nutriente...

Assine nosso newsletter e receba as últimas notícias direto em seu e-mail

spinner
loading...
error icon
redirect